Maceió – Sugestões de Roteiro

Maceió se destaca também por ser uma das capitais nordestinas mais baratas, tanto comida quanto passeios são bastante acessíveis.
Como são muitas as opções de passeios, resolvemos listar aqui cinco sugestões, que correspondem a cinco dias, período médio de estadia dos viajantes.
De qualquer forma, mencionaremos vários e você fica livre pra montar seus dias conforme o que gostariam mais de fazer e conhecer.

Roteiro para 4 Dias:

Dia 1 Dia 2 Dia 3 Dia 4
  • Guaxumã
  • Garça Torta
  • Sereia
  • Ipioca
  • Paripueira
  • Pousada Tabuba
  • Carro Quebrado

Opção Roteiro Completo:

  • Prainha
  • Praia do Francês
  • Barra de São Miguel
  • Praia do Gunga
  • Marechal Deodoro
  • Dunas de Marapé
  • Pontal de Coruripe
  • Piaçabuçu – Foz do Rio São Francisco

Opção Roteiro Reduzido:

  • Praia do Francês
  • Barra de São Miguel
  • Praia do Gunga
  • Dunas de Marapé
  • Piaçabuçu – Foz do Rio São Francisco
  • Maragogi
  • São Miguel dos milagres
  • Praia do Toque
  • Praia do Marceneiro
  • Praia do patacho
  • Pavilhão de Artesanato
  • Feirinha de Pajuçara
  • Ponta Verde
  • Praias urbanas de Maceió
  • História e Cultura

Pra quem tem 3 dias:

Dia 1 Dia 2 Dia 3
  • Guaxumã
  • Garça Torta
  • Sereia
  • Ipioca
  • Paripueira
  • Tabuba
  • Carro Quebrado
  • Pavilhão de Artesanato
  • Feirinha de Pajuçara
  • Prainha
  • Praia do Francês
  • Barra de São Miguel
  • Praia do Gunga
  • Marechal Deodoro
  • Dunas de Marapé
  • Pontal de Coruripe
  • Piaçabuçu – Foz do Rio São Francisco
  • Maragogi
  • Praia do Patacho
  • Praia da Laje
  • Rio Tatuamunha
  • Porto da Rua
  • Praia do Toque
  • São Miguel dos milagres
  • Praia do Riacho
  • Praia do Marceneiro

Pra quem só tem 2 dias:

Dia 1 Dia 2
  • Guaxumã
  • Garça Torta
  • Sereia
  • Ipioca
  • Paripueira
  • Carro Quebrado
  • Pavilhão de Artesanato
  • Feirinha de Pajuçara
  • Praia do Francês
  • Praia do Gunga
  • Praia do Marceneiro
  • Praia do Riacho
  • São Miguel dos milagres
  • Porto da Rua
  • Rio Tatuamunha
  • Praias urbanas de Maceió


Nossa dica: Baixe o App do MyMaps Google e salve esse mapa em seus mapas, assim será possível ver offline. ?


Formas de conhecer

Se você alugou um carro, ótimo! Vai fazer tudo com flexibilidade e no seu tempo.
Se você não alugou um carro, ande na orla de Pajuçara e orce passeios com as diversas agencias que ficam oferecendo pacotes à beira da rua e nos estacionamentos públicos.
Para vocês terem noção de preços dos transportes, segue tabela de Junho/16 em duas empresas que consultamos:

  Ruy Passeios

Olavo Viagens

e Turismo

Francês  R$         20,00
Gunga, Barra de São Miguel e Francês  R$         20,00  R$ 20,00
Dunas de Marapé  R$         30,00*Entrada e Buffet à parte  R$ 80,00*Transporte, Barco e Almoço
Pontal de Coruripe  R$         50,00
Foz do São Francisco  R$         30,00*Almoço e Barco à parte  R$ 85,00*Transporte, Barco e almoço
Passeios de Escuna 9 Ilhas  R$         65,00*Incluso almoço, barco e frutas
Cannyon do São Francisco *Só transporte  R$         80,00  R$ 90,00
Angra de Ipioca  R$         20,00  R$ 20,00 – Com parada em Sereia
Paripueira  R$         20,00  R$ 20,00 – Com parada em Sereia
Tatuba  R$         25,00  R$ 25,00 – Com parada em Sereia
Capitão Nicolas  R$         30,00  R$ 30,00
São Miguel dos Milagres  R$         50,00  R$ 50,00
Maragogi *Só transporte  R$         30,00  R$ 50,00
Praia de Carneiros-PE  R$         50,00  R$ 60,00
Porto de Galinhas-PE  R$         50,00  R$ 60,00
Porto de Galinhas, Recife e Olinda-PE  R$ 100,00
Aeroporto  À Combinar  R$ 60,00 – Até 4 Pessoas
 R$ 150,00 – Até 14 Pessoas

Ambos pareciam sérios, não fizemos nenhum passeio pois estávamos de carro, mas caso queira o contato:

  • Ruy Passeios
    • Reservas: Joyce – 82 999138413 / Ruy – 82 999816407
    • [email protected]
    • Rua dos Jangadeiros Alagoano, 1012/106 – Pajuçara
  • Olavo Viagens e Turismo
    • Marcos: 82 988818266 / Luiz Olavo: 82 987121165 / 996452890 / 993375974
    • [email protected]

Leia os outros posts de Maceió clicando aqui.
Esquecemos alguma coisa? Tem alguma dica, sugestão, dúvida? Escreve aqui que a gente responde!?

Chapada dos Veadeiros: Roteiro de 7 dias – By Silvia Oliveira

Pra te situar geograficamente, a Chapada dos Veadeiros é uma região do estado de Goiás, e também nome de um parque nacional listado como Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO em 2001, por ser uma região de preservação excepcional do Cerrado, um dos mais antigos e diversos ecossistemas tropicais do mundo. Conhecido por abrigar fauna, … Ler mais Chapada dos Veadeiros: Roteiro de 7 dias – By Silvia Oliveira

Portugal – Sugestões de Roteiros de 1 à 17 dias

Uma das piores sensações pra um viajante é perceber que errou na conta dos dias pra uma viagem. É ruim saber que está indo embora sem ter visto tudo que era importante, assim como calcular mal e ter muitos dias sobrando, e notar que poderia ter aproveitado pra fazer outras coisas caso tivesse se planejado melhor.

Pra te ajudar a não cometer esse erro, vale pesquisar quantos dias são necessários pra conhecer bem aquele destino. Nem sempre é possível achar um número mágico, não há um número certo para cada lugar, depende do que te interessa conhecer e do seu estilo de viagem. Mas vamos tentar te ajudar.

Portugal é um país pequeno, mas cheio de cidades encantadoras a serem vistas. É quase um pecado deixar de visitar algumas como Óbidos, Aveiro, Sintra… E pra te ajudar a decidir o que fazer, seguem nossas sugestões do que pode ser feito em cada quantidade de dias.

Óbvio que há muitos outros lugares além do que apresentaremos, mas esses nós consideramos os mais importantes pra quem quer conhecer o País.

Portugal em 17 dias – Pra nós, um número bom para Portugal é pelo menos uns 17 dias. Sim, é possível conhecer com menos, mas vou te mostrar tudo que dá pra fazer nesses 17 dias:

  • Dia 1 – Porto
  • Dia 2 – Vila Real, Trás os Montes: Douro/ Régua/ Pinhão/ Vila Real
  • Dia 3 – Ponte de Lima/ Viana do Castelo
  • Dia 4 – Porto
  • Dia 5 – Aveiro/ Ovar/ Barra/ Costa Nova
  • Dia 6 – Guimarães / Braga
  • Dia 7 – Porto
  • Dia 8 – Coimbra
  • Dia 9 – Mosteiro da Batalha/ Fátima  
  • Dia 10 – Nazaré
  • Dia 11 – Óbidos
  • Dia 12 – Lisboa: Belém
  • Dia 13 – Caiscais/ Estoril  
  • Dia 14 – Sintra
  • Dia 15 – Algarve (Se for inverno, substitua por Serra da Estrela e coloque no começo do Roteiro)
  • Dia 16 – Algarve
  • Dia 17 – Algarve

Segue mapa com todos os pontos a ser visitados, sugiro que baixem o MyMaps do Google e salvem nossos mapas dos locais, assim, será possível vê-los offline.


Se você pode ficar mais dias, faça tudo com mais calma, visite menos lugares por dia e passe mais tempo em cada cidadezinha. Aproveite pra passar em cidadezinhas pequenas e menos visitadas, elas são sempre uma surpresa.

Já se você não tem tanto tempo, é possível reduzir o roteiro que sugerimos aí em cima. Vou colocar os dias aqui por ordem de prioridade do que deve ser visto, assim você decide quais dias excluir. Pra otimizar o tempo de viagem entre os locais, quando fomos, ficamos no Porto, depois em Belém (Clique aqui pra ver onde se hospedar em Lisboa) e depois em Vila Nova de Gaia, e desses lugares partíamos para as cidades próximas. Sugerimos que façam algo semelhante, e se hospedem nesses locais, reduzindo o deslocamento entre sua hospedagem e o destino.

Segue a lista de onde ir, do mais importante, aos menos indispensáveis. Grifei os que são totalmente indispensáveis. Então você faz assim: Se tiver um dia só, faz o primeiro, se tiver 2, faz o primeiro e segundo e por aí vai, independente da ordem que será feito, e não esqueça de considerar os tempos de deslocamento.

  1. Lisboa/ Belém
  2. Lisboa/ Sintra
  3. Porto: Baixa/ Café Santiago/ Sta Catarina/ Matosinhos/ Gaia/ Ribeira/ Casas de Vinho
  4. Porto
  5. Aveiro/ Ovar/ Barra/ Costa Nova
  6. Peniche/ Óbidos/ Nazaré
  7. Mosteiro da Batalha/ Fátima
  8. Sintra
  9. Guimarães / Braga/ Barcelos
  10. Algarve
  11. Ponte de Lima/ Viana do Castelo
  12. Caiscais/ Estoril
  13. Coimbra
  14. Vila Real, Trás os Montes (Comboio): Douro/ Régua/ Pinhão/ Vila Real
  15. Costa do Alentejo: Sines/ Vila nova de Milfontes/ Odemira/ Porto covo/ Odeceixe
  16. Serra da Estrela: Torres Novas/ Castelo Branco/ Monsanto
  17. Gerês

Dentro de cada um dessas cidades e lugares há mil coisas a se ver e fazer. Aos poucos vamos escrevendo tudinho aqui no Blog.


Como se deslocar

A melhor forma de deslocamento pra conhecer esses lugares todos aí é de carro. Sem dúvida, alugar um carro te trará uma flexibilidade e otimizará muito a sua viagem. Você pode se deslocar de comboio ou transporte publico, mas isso pode te fazer perder um tempo a mais, além de ficar engessada nos horários disponíveis.
Eu sempre alugo via RentCars ou RentalCars, porque todas as vezes que comparei, ficava mais barato do que direto com a agência. Clica aqui pra ir direto para o site da RentCars ou RentalCars pra comparar e ver como vale mais a pena.

Roteiro de 4 dias em Santiago do Chile

Se você tem 4 dias em Santiago, segue nossa sugestão de roteiro pra você organizar os seus dias. Aqui está um mapa que vai te ajudar a se achar em Santiago. Dia 1: Centro Palácio Moneda Passe pelas ruas coloridas (Augustinas) Aproveite pra trocar dinheiro na Augustinas, onde tem a melhor cotação. Clique aqui e … Ler mais Roteiro de 4 dias em Santiago do Chile

Maragogi

Com as piscinas naturais mais famosas do Alagoas, o mar de Maragogi parece uma pintura. O principal atrativo são as piscinas naturais que dependem das marés baixas para serem aproveitadas. Os catamarãs levam entre 20 e 30 minutos para chegar às piscinas naturais, e os passeios costumam permanecer lá uma hora e meia, então chegue com antecedência pra não perder o barco.
Não saia de casa se consultar a tábua de marés e saber se haverá piscinas naturais no dia e em que horário. Caso prefira, feche um passeio diretamente com as empresas de turismo que ficam oferecendo seu serviço na orla de Pajuçara, em Maceió. Os horários variam diariamente, porque a maré baixa ocorre com uma diferença de meia hora a 45 minutos a cada novo dia.
SUPER IMPORTANTE: Antes de ir à Maragogi, consulte a tábua de maré, clique aqui para o site. Para visitar as piscinas naturais, o ideal é pegar uma maré menor que 0.6.

Conhecida por ser a segunda maior barreira de corais do mundo, as piscinas ficam a 6km da praia. Com tamanha extensão, os corais abrigam uma rica fauna marinha que poderá ser vista nos mergulhos.
Vale lembrar que a maioria das piscinas naturais de Alagoas, não apenas Maragogi, possui um número limitado de visitantes por dia, fazendo com que as agências revezem as piscinas principais.
Aqui os passeios são feitos para uma quantidade maior de pessoas e acabam oferecendo um serviço menos pessoal, mas as piscinas compensam. Caso queira mais exclusividade e uma piscina não tão lotada, opte por visitar as outras piscinas, que não sejam as principais de maragogi, assim você terá um mergulho mais tranquilo e menos companhia.
O restaurante do Alto Cruzeiro fica na parte mais alta da cidade e possui uma vista panorâmica do mar, caso esteja com tempo, vá lá, nem que seja pra beber algo e apreciar a vista.

Foz do São Francisco e Piaçabuçu

O Velho Chico com seus 240 quilômetros de extensão dentro do território de Alagoas, encanta a todos que o conhecem. O passeio de barco ao Cânion do Xingó é o mais impressionante na região da divisa com Sergipe e parte do município de Piranhas
25 km adiante, o Pontal  do Peba é a última praia antes das dunas e da Foz do São Francisco. Tem uma faixa larga de areia dura, e por isso é point de praticantes de windcar.
Já à beira do São Francisco, o vilarejo de Piaçabuçu, a 110 km de Maceió, é o ponto de partida para os passeios de barco à Foz do São Francisco. O Rio São Francisco é o maior rio genuinamente brasileiro e um dos mais importantes da América do Sul. Conhecido como Velho Chico, o rio tem nascente em Minas Gerais e passa por estados como Bahia, Pernambuco, Sergipe e Alagoas. Entre Alagoas e Sergipe fica a foz do Rio São Francisco e o passeio vale a pena para quem está hospedado em ambos os estados.
A paisagem ao longo do rio é belíssima e rende um ótimo passeio ao ar livre. Durante o trajeto, é possível observar a bela mata ciliar e moradores da região que tiram seu sustento da pesca. O encontro das águas não é tão aparente quanto o encontro do Rio Negro e do Solimões, pois o rio e o mar já não têm cores tão distintas, mas o lugar tem uma beleza singular.
 

DSC05912.JPG
Terminal Turístico

Várias empresas de Maceió oferecem o passeio, mas você pode fazê-lo sem agências, indo até Piaçabuçu por conta própria. Se você for até o terminal turístico (foto), às margens do rio, e andar para o lado esquerdo de quem olha para o rio, você vai encontrar sempre moradores que são pescadores ou possuem canoas. Pergunte se sabem de alguém que leve vocês até à foz, assim você pagará muito mais barato, vai pegar uma canoa exclusiva pra duas pessoas e ainda ajudará diretamente uma família local (Quem levou a gente foi o Luciano, pergunte por ele, ele fazia por R$100 o casal fechando direto com ele). O único ruim dessa forma é que eles não dão explicações durante o passeio, mas se vocês pesquisarem antes, pode valer a pena.Caso não encontre ninguém por alí, vá até a associação de barqueiros, no porto e peça pra fretar um barquinho.
Curiosidade: Em frente a esse terminal turístico, há uma escadaria onde foram gravadas algumas cenas do filme ‘Deus é Brasileiro’. Tentem lembrar da cena em que umas mulheres estavam a lavar roupas nessa escadaria, como mostra na imagem a seguir.

Escadarias
Escadarias do filme ‘Deus é Brasileiro’

Essa foto foi tirada da primeira vez que fomos lá, e o edifício nem era ainda um terminal turístico.
Da primeira vez que fomos, fizemos o passeio com barco de turismo, fechado com uma cia turística, era um barco grande, com vários turistas e o pacote vinha um almoço que servia para praticamente te obrigar a comer onde eles indicavam.
256813_158824327516908_1197584_o
Porém, da vez mais recente, nós fretamos uma canoa com um pescador local, e foi muito diferente. Conseguimos conversar com ele e entender um pouco da dinâmica local.

Enquanto esperávamos, sentamos perto de moradores e eles nos deram inclusive um pote de camarão que eles estavam comendo e nos deram cerveja pra acompanhar, rs, super hospitaleiros. Conseguimos levar bebidas na canoa também, eles nos emprestaram a térmica e foram comprar bebida pra gente no mercadinho próximo.

Pergunte pra eles sobre a possibilidade de parar no banco de areia no Rio. Há um banco de areia que às vezes fica visível e é possível ir lá se você estiver de canoa com hélice móvel (Que era o nosso caso). Essas são as fotos do meio o rio, em cima do banco de areia, de um lado Alagoas, do outro, Sergipe.

Recomendamos uma parada para mergulho no rio e outra nas belas dunas de Piaçabuçu. Se o porte da embarcação permitir, é interessante, também, parar em uma pequena ilha onde antigamente existia um povoado sergipano e que, por conta das mudanças que o rio sofreu, não existe mais. Nessa ilha está um farol abandonado muito bonito, em que se pode subir, caso a maré permita. Seguem as fotos das dunas:

Às margens do rio, vale também a visita às cidades de Penedo, cheia de construções centenárias preservadas, e Pão de Açúcar, com um belo acervo arquitetônico e sítios arqueológicos.

Nashville: Quanto tempo ficar para conhecer

Nashville é a conhecida como a cidade mundial do country, super animada, cheia de noitadas e gente jovem. Não é comum achar viajantes que programam uma viagem exclusivamente para Nashville, o mais comum é estar inserida em uma Road Trip. Há várias opções de roteiros pelo sudeste Americano que você pode incluir essa cidade. Vamos só … Ler mais Nashville: Quanto tempo ficar para conhecer

45 Coisas grátis para fazer em Las Vegas

Se você fosse um morador de Vegas, o barulho das máquinas caça-níquéis na área de chegadas do Aeroporto de McCarran indicaria que você está em casa, mas para todos os outros mortais, é uma lembrança de que a cidade é projetada para te fazer gastar seus dólares a partir do momento em que você pousa. Surpreendentemente, … Ler mais 45 Coisas grátis para fazer em Las Vegas

Roteiro de 1 dia em Vaduz – Liechtenstein

Visão geral sobre o lugar, história e curiosidades

  • 4º Menor País da Europa e 6º Menor do Mundo
  • Vaduz não tem automóveis no centro
  • Um dos estados mais ricos do mundo
  • Um dos poucos países no mundo com mais empresas e/ou companhias internacionais por habitante
  • Além de cereais – trigo, aveia, centeio e milho, cultivam-se vinhas e frutas variadas; as pastagens ocupam 38% da sua superfície.

Sugestões de Roteiro

Basta apenas um dia pra conhecer Vaduz.

  • Museu Nacional de Liechtenstein
  • Museu do Selo
  • Posto de Informações Turísticas
  • Edifício do Parlamento
  • Catedral de Vaduz
  • Castelo de Vaduz
  • Casa Vermelha

O que fazer (Itens mais explicados)

Vaduz

A capital do pais. O centro se limita a uma rua principal, que reúne todo comercio, restaurantes, museus e edifícios do governo. A rua Stadtle Strasse eh uma rua para pedestres e delimita todo o “centro” da cidade – se você andar sem parar, do inicio ao fim da rua vai levar cerca de 15 minutos no máximo!
Arte de rua VaduzRua Stadtle

Museu Nacional de Liechtenstein

A rua Stadtle também eh o endereço dos museus do pais e em questão de quarteirões você vai passar pelo museu de Art de Liechtenstein, o museu do esqui, o museu de selos postais e o museu nacional.
Rua Stadtle

Museu do Selo

O mais interessante de todos eles eh o museu do selo, que por mais bobinho que isso possa soar aos não colecionadores de selo, eh o museu que conta a historia da tradição e historia da “arte” de fabricar selos pelo qual Liechtenstein eh tao famoso. E foi interessante também entender o porquê do pais ser tao conhecido nessa “industria”, devido a sua tradição (eles foram um dos primeiros países do mundo a colar selos de papel em envelopes), alem de sempre escolherem temas polêmicos para estampar seus selos (inclusive durante as guerras mundias e durante a dominação Austro-Hungara na região) e serem um dos menores sistemas postais do mundo (tao pequeno que na verdade hoje em dia eles pegam carona na infra estrutura Suíça).
Selos VaduzMuseu Vaduz

Posto de Informações Turísticas

Carimbar o Passaporte! Quase no final da rua fica o posto de informações turísticas, com sua lojinha de souvenir de selos e carimbos – e como Liechtenstein hoje em dia não tem mais fronteira imigratória com seus vizinhos, você pode pedir que eles carimbem seu passaporte, só pra constar sua visita!
Marco 0 de Vaduz Turismo_Carimbar passaporte

Edifício do Parlamento

A rua acaba na praça Peter-Kaiser-Platz onde fica o Landtag, o parlamento do pais, um prédio ultra moderno (que parece ser feito de palito de sorvete!) que divide o espaço com a sede do governo, o Regierungsgebäude (e seus lindos brasões e mosaicos!).
img_3375

Catedral de Vaduz

A igreja católica de São Florin, ou St. Florinskirche fica ao lado.
img_3393 img_3391 img_3387

Castelo de Vaduz

Mas o ponto alto da cidade (literalmente e figurativamente!) eh o castelo, Schloss Vaduz, que eh a residencia oficial do príncipe de Liechtenstein Hans-Adam II e a família real. O castelo não eh aberto a visitação, mas nem precisa – o bonito mesmo eh ver ele de longe, dramaticamente pendurado nos rochedos, exatamente acima da cidade! Os melhores ângulos são os vistos no lado oeste da cidade, onde da pra ver bem como o castelo foi construído ta na beiradinha da montanha, avistando todo o vale do rio Reno, e eh nesse angulo também que de quebra ainda temos os picos nevados dos Alpes como pano de fundo!
dsc03282img_3408

Casa Vermelha

Ou Rot Haus, um edifício do seculo 15 que ja fez parte de um monastério, mas que hoje eh a sede de uma das principais viniculas do pais.
Para ler o roteiro completo, clique aqui.

O que fazer em Vaduz – Lienchtenstein

Visão geral sobre o lugar, história e curiosidades

  • 4º Menor País da Europa e 6º Menor do Mundo
  • Vaduz não tem automóveis no centro
  • Um dos estados mais ricos do mundo
  • Um dos poucos países no mundo com mais empresas e/ou companhias internacionais por habitante
  • Além de cereais – trigo, aveia, centeio e milho, cultivam-se vinhas e frutas variadas; as pastagens ocupam 38% da sua superfície.

Sugestões de Roteiro

Basta apenas um dia pra conhecer Vaduz.

  • Museu Nacional de Liechtenstein
  • Museu do Selo
  • Posto de Informações Turísticas
  • Edifício do Parlamento
  • Catedral de Vaduz
  • Castelo de Vaduz
  • Casa Vermelha

O que fazer (Itens mais explicados)

Vaduz

A capital do pais. O centro se limita a uma rua principal, que reúne todo comercio, restaurantes, museus e edifícios do governo. A rua Stadtle Strasse eh uma rua para pedestres e delimita todo o “centro” da cidade – se você andar sem parar, do inicio ao fim da rua vai levar cerca de 15 minutos no máximo!
Arte de rua VaduzRua Stadtle

Museu Nacional de Liechtenstein

A rua Stadtle também eh o endereço dos museus do pais e em questão de quarteirões você vai passar pelo museu de Art de Liechtenstein, o museu do esqui, o museu de selos postais e o museu nacional.
Rua Stadtle

Museu do Selo

O mais interessante de todos eles eh o museu do selo, que por mais bobinho que isso possa soar aos não colecionadores de selo, eh o museu que conta a historia da tradição e historia da “arte” de fabricar selos pelo qual Liechtenstein eh tao famoso. E foi interessante também entender o porquê do pais ser tao conhecido nessa “industria”, devido a sua tradição (eles foram um dos primeiros países do mundo a colar selos de papel em envelopes), alem de sempre escolherem temas polêmicos para estampar seus selos (inclusive durante as guerras mundias e durante a dominação Austro-Hungara na região) e serem um dos menores sistemas postais do mundo (tao pequeno que na verdade hoje em dia eles pegam carona na infra estrutura Suíça).
Selos VaduzMuseu Vaduz

Posto de Informações Turísticas

Carimbar o Passaporte! Quase no final da rua fica o posto de informações turísticas, com sua lojinha de souvenir de selos e carimbos – e como Liechtenstein hoje em dia não tem mais fronteira imigratória com seus vizinhos, você pode pedir que eles carimbem seu passaporte, só pra constar sua visita!
Marco 0 de Vaduz Turismo_Carimbar passaporte

Edifício do Parlamento

A rua acaba na praça Peter-Kaiser-Platz onde fica o Landtag, o parlamento do pais, um prédio ultra moderno (que parece ser feito de palito de sorvete!) que divide o espaço com a sede do governo, o Regierungsgebäude (e seus lindos brasões e mosaicos!).
img_3375

Catedral de Vaduz

A igreja católica de São Florin, ou St. Florinskirche fica ao lado.
img_3393 img_3391 img_3387

Castelo de Vaduz

Mas o ponto alto da cidade (literalmente e figurativamente!) eh o castelo, Schloss Vaduz, que eh a residencia oficial do príncipe de Liechtenstein Hans-Adam II e a família real. O castelo não eh aberto a visitação, mas nem precisa – o bonito mesmo eh ver ele de longe, dramaticamente pendurado nos rochedos, exatamente acima da cidade! Os melhores ângulos são os vistos no lado oeste da cidade, onde da pra ver bem como o castelo foi construído ta na beiradinha da montanha, avistando todo o vale do rio Reno, e eh nesse angulo também que de quebra ainda temos os picos nevados dos Alpes como pano de fundo!
dsc03282img_3408

Casa Vermelha

Ou Rot Haus, um edifício do seculo 15 que ja fez parte de um monastério, mas que hoje eh a sede de uma das principais viniculas do pais.
 
Para ler o roteiro completo, clique aqui.

Filadélfia: Roteiro de 1 dia

Visão geral sobre o lugar, história e o que esperar

Filadélfia, no Estado da Pensilvânia, é berço americano, conhecida como a “cidade do amor fraterno” e símbolo do patriotismo norte-americano.
Quando você ver aqueles filmes com pessoas emocionadas com o hino nacional e colocando bandeiras por toda parte… é lá! Afinal, foi lá que foi assinada a carta que decretou a independência do país e mais, foi local de criação da primeira, e única, Constituição local.
A cidade é cheia de parques e museus, sabe aquele lugar onde você se imagina morando? Com toda estrutura, facilidade de locomoção, além de uma bela arquitetura e uma agitada vida cultural. Mas apesar de sua enorme relevância histórica, a Filadélfia é tranquila, segura e com um clima que lembra uma pacata e rica cidade no interior.
Ela é cheia de símbolos da luta dos EUA pela independência:
Sabe o Liberty Bell, aquele sino rachado que se tornou representante do combate contra as forças britânicas? Está lá!
Sabe o Independence Hall, local onde foi assinada a declaração de independência americana? Está lá!
Além de estar inserida em filmes POP também:
Lembram do filme “Rocky”, de Sylvester Stallone, e aquela escadaria que ele subia pra treinar? Está lá!
O filme “O Sexto Sentido” também usou a cidade como locação.
A Filadélfia é fascinante…isso porque ainda nem falei das comidas! Um dos meus sanduíches preferidos no mundo foi inventado lá. Mas vamos ao roteiro.


Roteiro de 1 dia

É preciso apenas um dia pra ver tudo de mais importante, então se você estiver indo ou vindo de algum lugar, vale passar seu dia por aqui antes de prosseguir viagem.
:: Para 1 dia

  • Reading Terminal Market
  • Market Street
  • Visitor Center
  • Independence Mall
  • Constitution Center
  • City Hall
  • JFK Plaza
  • Masonic Temple
  • Comcast Center
  • Rio Schuylkill
  • Italian Market
  • Pat’s King of Steaks

 


Nossa dica: Baixe o App no MyMaps do Google e salve esse mapa em seus mapas, assim será possível ver offline. Colocamos as explicações de cada item no mapa também, basta clicar nos pontos de interesse. 😉


 
:: Clica aqui pra ver O que saber antes de ir para a Filadélfia
:: Clica aqui para ver Onde comer na Filadélfia: Melhores restaurantes, bares e lanchonetes
:: Clica aqui para ver um roteiro de 2 dias na Filadélfia
:: Clica aqui pra ver mais sobre os Pontos turísticos e O que fazer na Filadélfia

10 motivos para conhecer o Peru

Sei que não é preciso muito esforço pra que qualquer curioso queira viajar pelo menos uma vez ao Peru. E não é pra menos, todo mundo quer conhecer os mistérios do povo Inca, e se não tem curiosidade pelos mistérios, aposto que querer conhecer a famosa ‘Machu Picchu’ todo amante de viagens quer! Mesmo sabendo que não são necessários muitos motivos além desses, nós decidimos te dar 10 justificativas (Poderíamos escrever 100) pra você começar hoje a planejar sua viagem ao Peru.

Ler mais10 motivos para conhecer o Peru

O que fazer em Koh Lanta

A ilha de Koh Lanta possui águas calmas e praias mais vazias que propiciam um ambiente perfeito para relaxar e fugir das multidões de Phuket, Krabi e Phi Phi. Essa ilha é queridinha pelos gringos por ser mais vazia, mas a beleza não é nem comparável com Phi Phi e Railay. Nossa lista de sugestões … Ler mais O que fazer em Koh Lanta

As melhores praias da França

Se você deseja adormecer na areia, caminhar ao longo da água, ou desfrutar de uma paisagem fabulosa, mantendo as crianças felizes, a França tem uma praia que se adequa ao seu humor. Muitas vezes, os que visitam a França negligenciam algo que o país tem a oferecer de melhor. Os amantes de praia não vão além … Ler mais As melhores praias da França

Siem Reap – Camboja: O Roteiro ideal de 3 dias

Raramente as pessoas escolhem visitar Siem Reap como destino único. Normalmente estão de viagem marcada para Tailândia ou países próximos e decidem dar uma esticada em algum outro país próximo. Se você é um desses, já te adianto que sua lógica está certíssima! Siem Reap não precisa de mais do que 3 dias pra conhecer … Ler mais Siem Reap – Camboja: O Roteiro ideal de 3 dias

Por que você nunca deve colocar seu passaporte em sua bagagem de mão

Ao passar pela segurança do aeroporto, a maioria das pessoas chegam com o passaporte e o mantém até o portão. Mas há um erro de novato que muitos viajantes cometem ao embarcar no avião: colocar seus passaportes em sua bagagem de mão, aquela que a gente guarda no bagageiro superior, com limite de 10kg. Porque é … Ler mais Por que você nunca deve colocar seu passaporte em sua bagagem de mão

O que fazer no Porto Hoje – Eventos esse Mês

O Porto é aquele tipo de lugar onde você consegue passar um ano inteiro, saindo todos os dias pra se divertir, sem gastar sequer 1€ com entradas em eventos. Se você quiser saber o que fazer no Porto, é possível conhecer um novo lugar por dia, ver uma exposição ou um show e não pagar … Ler mais O que fazer no Porto Hoje – Eventos esse Mês

Manaus: Roteiro de 2 dias

Pra mim, esse e o roteiro ideal pra quem quer fazer todos os pontos principais da cidade de Manaus. Se você me perguntar o que eu faria se voltasse, é exatamente esse roteiro aqui, de 7 dias – Amazônia: O Roteiro Perfeito de 7 dias Mas aqui falaremos apenas do que fazer na cidade, caso você … Ler mais Manaus: Roteiro de 2 dias

Manaus: Roteiro de 1 dia pela cidade – Duas opções

Pra mim, esse e o roteiro ideal pra quem quer fazer todos os pontos principais da cidade de Manaus. Se você me perguntar o que eu faria se voltasse, é exatamente esse roteiro aqui, de 7 dias – Amazônia: O Roteiro Perfeito de 7 dias Mas aqui falaremos apenas do que fazer na cidade, caso você … Ler mais Manaus: Roteiro de 1 dia pela cidade – Duas opções