Como voar na Tailândia – Aeroportos, Cias e Rotas Disponíveis

Se você vai pra Tailândia, provavelmente seu voo principal chegará por Bangkok. Chegando na capital, sugerimos aproveitar uns dias pra se recuperar da viagem e conhecer os templos e a cidade e depois se deslocar aos demais pontos de interesse do pais. Fizemos uma lista aqui de todas as cias aéreas disponíveis pra seus vôos. … Ler mais Como voar na Tailândia – Aeroportos, Cias e Rotas Disponíveis

PB4: Como solicitar online e gratuito

Em 2019 o Governo decidiu descomplicar nossa vida! Olha que evolução! A partir desse ano não é mais necessário ir pessoalmente solicitar o PB4, você pode fazer sem sair de casa, sem gastar tempo nem dinheiro. Quer mais noticia boa? Você vai poder imprimir ele em casa, de qualquer lugar do mundo, e não vai … Ler mais PB4: Como solicitar online e gratuito

4 Ferramentas para comprar a passagem aérea mais barata

Encontrar a passagem ideal para uma viagem pode ser um verdadeiro pesadelo. Comprar uma passagem e descobrir que ela estava a metade do preço em outro dia, mais barata por outra companhia ou outro site é frustrante pra qualquer um. Mas e se você pudesse saber em que dia do ano aquele seu destino tão sonhado … Ler mais 4 Ferramentas para comprar a passagem aérea mais barata

Santiago: Como ir do aeroporto para a cidade

Esse primeiro deslocamento que a gente faz na cidade na maioria das vezes é meio confuso e complicado. Isso porque a gente não conhece o lugar, não sabe bem como funciona e sempre tá com um pé atrás de ser enrolado. Em Santiago rola uns golpezinhos que vale se informar antes pra não ser vítima. … Ler mais Santiago: Como ir do aeroporto para a cidade

Como alugar carro em viagens

Vocês devem ver em nossos roteiros que a maioria das vezes que viajamos, alugamos um carro. Isso porque as vantagens são inúmeras e a independência e o conforto são só alguns exemplos do que um carro proporciona. Viajando com um meio de locomoção próprio você tem muito mais comodidade e agilidade na estrada e na … Ler mais Como alugar carro em viagens

Acabe com a sua curiosidade e saiba como funciona: Pressurização, Climatização, Desidratação e Descarte de dejetos

Vamos desmantelar alguns mitos da aviação e iluminar fatos intrigantes pouco conhecidos para garantir que você desfrute de viagens sem preocupações e sem culpa. A segurança e o conforto dos passageiros são priorizados quando se trata de design de cabine, garantindo que os passageiros desfrutem de uma experiência relaxante a bordo. A ideia de que há … Ler mais Acabe com a sua curiosidade e saiba como funciona: Pressurização, Climatização, Desidratação e Descarte de dejetos

Nove dicas para viajar com um grande grupo

Quando você está de férias com uma comitiva, há algumas coisas a ter em mente para garantir que todos tenham uma viagem suave (e relaxante). Em teoria, embarcar em uma viagem de grupo significa que você vai começar a explorar o mundo com algumas de suas pessoas favoritas. Na prática, pode se transformar em brigas por itinerário, escolha … Ler mais Nove dicas para viajar com um grande grupo

Zanzibar: Como chegar

Zanzibar, a ilha tropical da costa da Tanzânia, é um destino turístico incrível, conhecido por suas águas de azul cristalino, praias de areia branca, mergulho incrível, labirinto como mercados de especiarias e história fascinante, Zanzibar é tipicamente prioridade de quem visita a África Oriental. Embora uma ilha, Zanzibar atraiu um fluxo constante de viajantes por tanto tempo … Ler mais Zanzibar: Como chegar

Tanzânia: Como reservar um safári


Essa foi a minha maior dúvida quando começamos a planejar a viagem pra Tanzânia. Depois de algumas pesquisas, conseguimos reunir aqui algumas sugestões que talvez possam te ajudar a decidir qual empresa contratar.
Antes de mais nada, te informo que aqui os safáris são de dias, e não apenas um bate-volta (Antes de pesquisar sobre a Tanzânia, eu jurava que dava pra fazer um safári de um dia e depois voltar para o hotel, rs).


Safari Bookings

Nossa primeira dica é o Safari Bookings, que possui empresas da África inteira cadastradas. Sugiro que observem os preços, pacotes e entrem em contato com a empresa pelo email direto, pra garantir que o menor preço realmente seja alcançado. Tentem negociar pacotes e customiza-los para o atingir o melhor custo benefício dentro do que sejam fazer. As vezes é possível reduzir a quantidade de dias ou atividades e fazer um safári que caiba no seu bolso.
Clique aqui e veja uma pesquisa de safári no Serengeti e Ngorongoro, de 3 a 4 dias, no valor de até R$2,400 que foi feita no ano de 2017.


Empresas e Preços

:: TATO: Como instruções gerais, recomendo que escolham agências que façam parte da TATO (Tanzania Association of Tour Operators), que representa mais de 200 operadores de turismo como hotéis, cias aéreas e operadores terrestres. Eles certificam a qualidade de serviço desses operadores e te livram de cair em uma furada com pacotes ‘engana turista’, estando na Tanzânia e conhecendo previamente tão pouco de sua cultura e qualidade de serviço, é uma boa primeira garantia.
:: O que considerar: O que vai fazer diferença no preço final é o tipo de hospedagem escolhida, os parques que serão visitados, o tempo que vai ficar, se o transporte será de carro ou avião e se será particular ou não. Esses são os pontos que vocês devem verificar sempre com o operador, vejam também sobre fornecimento de água e regime de refeições.
Há vários tipos de hospedagem, barracas e acampamentos, que são classificados como Camping, e os Lodge/Tented camp, que são barracas mais luxuosas ou até mesmo hotéis. Meu conselho é que evitem Camping, a menos que já estejam acostumados ou estejam buscando uma experiência mais profunda que valha o desconforto.
:: Por onde pesquisar: Nós pesquisamos de várias formas, pesquisamos no Booking, no Trivago, mandamos email direto para as operadoras, email para os lodges, email pelo safari bookings, email direto pelos sites. Os melhores valores foram pelo Booking Safari. De lá, você terá que enviar uma solicitação de disponibilidade para o operador, pelo próprio site, e eles te responderam via email. Atenção ao local de partida, garanta que estarão te buscando no seu hotel ou aeroporto.
Como já disse, fizemos consulta com Deus e o mundo antes de fechar o Safari, fizemos um mini leilão e sempre abrimos para o concorrente o menor valor que eu já tinha pra aquele pacote. Fiz uma tabela com os valores que consegui de cada um e suas variáveis, começando do menor para o maior. Repare que os mais caros eu nem pechinchei, pois já estava tão fora, que não adiantava pedir desconto. Os mais baratos nós conseguimos chorando muito e sempre jogando um orçamento contra o outro, funcionou bastante. Pra vocês terem ideia, o primeiro orçamento era $840 em camping e passou pra $550 em um Lodge confortável. Minha exigência era conhecer a Vila Masai, então fiz todos os prestadores ajustarem seus orçamentos para isso.
Se você planeja conhecer outros lugares do país, deixe essa informação com eles, assim eles baratearão mais ainda pra tentar fechar os demais com você também.
Os valores a seguir são por pessoa, viajando em casal, dividindo um quarto no ano de 2017 para o mês de Junho, alta temporada. A partir daí, vocês já sabem onde conseguem os melhores orçamentos. Vejam a avaliação atual das empresas no SafariBookings também, na época do nosso, as 3 primeiras eram muito bem avaliadas.

 


Nossa escolha

Fechamos com a Right Choice o pacote de $550/pessoa. Terceira opção da tabela. Vou colocar aí tudo que fizemos e onde nos hospedamos. Mas já adianto que eles foram apenas os vendedores, e terceirizaram para Kili Slope Tours and Safaris que por sua vez contratou o Simon, que é da Mwema Africa Safaris <[email protected]>. Nós pagamos $770 diretamente pra Kilislope em espécie quando chegamos, então se bobear, os $330 que pagamos antecipado foi apenas para a Right, que vendeu. Então te sugiro tentar negociar essa diferença aí e fazer ainda mais barato direto com um dos dois, escreve direto para o Simon. Não estranhe se na chegada ele te levar pra um prédio, subir umas escadas estranhas até chegar no escritório e ficarem te enrolando até você pagar o que falta, sem mencionar diretamente que você está ali pra acertar o que falta. Rs, eles são estranhos.

A cara de empolgação de quem passou 2 dias voando aguardando por isso e não se decepcionou.

Peça pelo guia Simon, ele é um amor, super prestativo, o guia mais jovem de lá, clica aqui pra ver o facebook dele, caso você queira se comunicar antes, ele virou nosso amigo, contou tudo sobre a cultura deles, comprou chip de telefone pra gente, super recomendamos. Comente que foi indicado por nós, somos os únicos brasileiros que ele tinha visto na vida até então, e nos prometeu aprender a falar português ao invés de alemão rsrs. Já aviso que é de praxe dar uma gorjeta no final para o guia, uns 5$…10$ por dia tá bem no preço.

  • 2 Dias/1 Noite Tarangire & Ngorongoro Crater Hospedados no Migunga Tented Camp (pago por eles, clique aqui pra ver ele no Booking)
  • 2 pessoas, max. 5 pessoas no veículo, todos com assentos de janela. O serviço começa e termina no Aeroporto. – Aqui pagamos coletivo, e acabou que só fizemos coletivo em Ngorongoro, no Tarangire fizemos com carro exclusivo pra nós.

Itinerary:

  • Day 0 – Jun 9: Before start 
  • Day 1 – Jun 10: Drive to Tarangire for afternoon game drive
    • Pick up time at 0730 am.  Drive from Arusha to Tarangire, lunch en route, afternoon game drive. (2 hours)
    • At approximately 1600 hrs, you will be dropped at the lodge.- Budget Lodging: Migunga Tented Camp (pago por eles)
    • Meals: BLD
  • Day 2 – Jun 11: Half day game drive in Ngorongoro Crater, drive to Arusha
    • At 0700 am, 1.5 hour – Drive to Ngorongoro Crater for half day game drive in the crater.
    • Afternoon, return to Arusha via Mto Wa Mbu.
    • Masai village visit on day two on your way back to Arusha (Não deixe de conhecer os Masai, assim que eu tomar vergonha na cara, posto o vídeo que fizemos e o post, pesquisa aí pra ver se eu já não fiz, e se não fiz, me cobra! rs)
    • 18:00h  – Transfer to Airport arrive at 18:30 (45 minutes)
    • Meals: BL

Se liga na foto da hospedagem que ficamos. As refeições eram ótimas também, com entrada, prato principal e sobremesa, ótimo antedimento, e é claro, aguardando a gorjeta no final, tudo aqui funciona um pouco assim.

Migunga Tented Camp (Clique aqui pra reservar pelo Booking)

Tempo ideal

“Ahhh mas você ficou pouco tempo!” – Sim, já estou ciente que se você pesquisou outros sites e se viu gente ficando semanas por lá, você vai pensar isso. Mas gente, não sou rica, e meu principal objetivo era ter uma experiência de safári, ver como era. Nós nunca tínhamos feito, então o objetivo não era perseguir animais e fotografa-los durante dias. Pra quem é amante disso, vende as fotos, quer conhecer e explorar todos os parques ou sei lá o que, ok! Eu confesso que depois de fazer a primeira vez eu voltaria e ficaria dias. Você pode querer ficar por semanas também, porém já aviso, é caro! Vi safáris de mais de 30mil reais por pessoa na Tanzania, e pelo que pesquisei, esse é um dos lugares mais caros pra isso, na África do Sul sai muito mais em conta. Então se pretende fazer muitos dias de safári sem gastar muito, aqui talvez não seja o lugar ideal.
Eu poderia te falar que uma semana é o ideal, mas esse blog é pra ajudar a tornar sua viagem possível, e te sugerindo um safari de 30mil reais não estarei ajudando muito né?
Acho que tem que ser feito sim, mas se 2 ou 3 dias já vão matar sua curiosidade, assim como matou a nossa, o seu bolso agradecerá. Faça o de $550 dólares mesmo, melhor esse que nenhum. (Que também não é barato, mas é o mais barato, lembre que está incluído hospedagem, transporte e alimentação)
Lembrando que as distâncias entre um parque e outro são grandes e as estradas não são boas, então sugiro não saçaricar muito e tentar aproveitar mais em um lugar só. Se estiver na dúvida de quais parques visitar, leia aqui mais sobre cada um.


Outras observações

Já falamos alguns pontos que devem ser considerados:

  • Tipo de hospedagem (Saiba que a maioria não tem banheiro exclusivo, tampouco, água encanada)
  • Parques que serão visitados,
  • Tempo que vai ficar,
  • Transporte será de carro ou avião
  • Será particular ou não.
  • Fornecimento de água (Faz muito calor e não é fácil achar bebida dentro dos parques)
  • Regime de refeições.
  • Local de partida

Fora isso, verifique também:

  • Tipo do veículo – Modelo e ano. Jipes antigos podem dar problemas e atrapalhar seu roteiro. Além disso verifique qual é o esquema de cadeiras, se todos ficam na janela, se o teto é móvel (Esses são os melhores)
  • Língua do Guia – verifique se ele fala alguma língua que você entenda, ou você vai perder todas as informações importantes e curiosidades do passeio.
  • Binóculos – pergunte se eles oferecem, é super importante, se não, providencie de levar.
  • Internet – se você não consegue se desligar, verifique se no lodge ou camp tem wi-fi. Clique aqui pra ver o post que falamos sobre como comprar chip de internet por lá.

Dicas finais, o que levar

Não pode faltar na sua mochila os seguintes itens:

  • Repelente, com um mínimo de 25% de DEET, o ingrediente ativo. A unica maneira de evitar malária é evitar a picada do mosquito.
  • Roupas leves e que cubram o corpo todo por causa dos mosquitos.
  • Boné ou chapéu
  • Maquina fotográfica – verifique o zoom dela. Se você não tem uma boa câmera, pode ser o momento de investir em uma, leia meu post aqui sobre isso.
  • Binóculos
  • Álcool gel – pra higiene que será um pouco precária.
  • Adaptador de tomada
  • Kit primeiros socorros – remédios pra alergia e problemas estomacais podem ser úteis. Os guias costumam ter, mas leve seus itens que você possa precisar. Eu precisei de antibiótico e anti-inflamatório, foi fácil e barato comprar por lá, mas é preferível já levar.

Espero que essas informações te ajude a programar seu safari. Se tiver outras dicas, escreve aqui pra gente, ou compartilhe sua experiência.

Como tirar o visto para o Egito: No Aeroporto do Cairo ou Antes


Brasileiros precisam de visto para entrar no Egito!
Antes de 2015 era padrão conseguir esse visto na chegada no aeroporto, mas desde então eles exigiram que os visitantes chegassem com o visto no passaporte. PORÉMMMMM! Tenho uma boa notícia à vocês, que não sabemos até quando será: Ainda é possível conseguir no aeroporto!

Visto na chegada no aeroporto

Ainda é possível conseguir direto no aeroporto por US$ 25 (Leve a quantia exata de dólares, pra evitar perder dinheiro). Eles suspenderam a decisão de pedir o visto antes pois precisam instalar um sistema de visto eletrônico que pode demorar sabe-se lá quantos anos. Se alguém souber de alguma atualização, escreve pra gente, por favor!
No Site do Itamaraty, ainda em 2018 dizia o seguinte: O visto para entrada no Egito pode ser adquirido quando da chegada no Aeroporto do Cairo, ou nos postos de fronteira, caso a viagem seja pela via terrestre, mediante o pagamento da taxa de US$ 25,00. O visto pode ser renovado posteriormente junto à autoridade migratória egípcia (“El Mugamma”).

Passo a Passo

1) Formulário da Imigração
2) Solicitando o visto
3) Passando pela Imigração
1) Formulário da Imigração
Dentro do avião, a companhia aérea distribuirá o formulário para preenchimento de seus dados. Esse formulário é o que será entregue na imigração para conseguir o visto. Se eles não entregarem, você terá que retirar diretamente na imigração e preencher lá.
Nossa sugestão é já preencher dentro do avião, pra agilizar o seu processo. Leve sempre uma caneta da bolsa.
No formulário será solicitado os seguintes dados:

  • Trip No: Preencha com o número de Voo
  • Arriving From: Diga de que país está vindo. Memso que tenha feito escala na Etiópia ou outro país, preencha o real país de partida, provavelmente Brasil.
  • Family Name: Coloque seu sobrenome
  • Fore Name: Coloque seu primeiro nome (Se for nome composto, coloque os dois)
  • Nationality: Informe a sua nacionalidade
  • Passport Number: Informe o número do Passaporte
  • Address in Egypt: Informe o endereço que ficará no Egito, o endereço do Hotel do Cairo ou o que ficará mais tempo.
  • Purpose of Arrival: Propósito da Visita – Selecione Turismo

2) Solicitando o visto
Depois que você desembarcar, antes de pegar as malas, haverá um balcão com uma fila, onde você vai solicitar o visto de 30 dias com entrada única que custa $25 dólares. Isso ainda não é a imigração, é apenas a compra do visto.
Sugerimos levar o dinheiro trocado.
Tenha em mãos:

  • Passaporte
  • Formulário preecnhido
  • 25 dólares por pessoa

3) Passando pela Imigração
Já com seu visto comprado, dirija-se para a fila da imigração.
Tenha em mãos:

  • Carteira de Vacinação comprovando que se vacinou contra febre amarela;
  • O visto que você acabou de comprar;
  • O Formulário da imigração;
  • Passaporte.

Visto Antecipado

A maior parte da informação na internet está desatualizada. Mas nós vamos ensinar como tirar aqui no Brasil, caso volte a vigorar essa regra, ou você queira se precaver.
O consulado fica no Rio de Janeiro, e você pode fazer pessoalmente. Mas caso more longe, dá pra fazer o pedido via Correios.
Sim, dá medo colocar o passaporte aos cuidados dos Correios, sugiro que faça via Sedex, ou carta registrada para acompanhar onde seu documento está. Mas sim, há a possibilidade de roubo de cargas, estamos falando do meu lindo <3 estado do Rio de Janeiro, aqui, isso é bem comum.
Antes de tudo, envie um email ([email protected]) pra eles e pergunte qual o procedimento, pra confirmar o que colocamos aqui, essas coisas sempre mudam.
Você vai precisar desses documentos:

  • Passaporte com validade acima de 6 meses.
  • 2 fotos 3×4 fundo branco
  • Certificado original internacional de vacina contra a febre amarela – Anvisa
  • Taxa em espécie
  • Valor cobrado: Classe Turismo: R$115 – entrada única que vale por 30 dias. Você pode pagar também R$165 e ter múltiplas entradas por até 90 dias.

Esses eram os valores de 2016 é bom dar uma checada através do e-mail: [email protected] Entre em contato com eles para que receba o formulário do visto.
Em no máximo 3 dias úteis eles já liberam o visto e devolvem o passaporte pra você.
Existem os dois tipos de visto que falamos aí em cima, com permanência máxima de 30 ou 90 dias, contando a partir do dia que você entra no país.  Mas pode ficar tranquilo, pois o visto pode ser solicitado quanto tempo antes você quiser.
Você tem que informar a data da viagem, chegada e saída. Se ela durar menos que 30 dias, eles colocarão a validade a partir de alguns dias antes de sua chegada, até alguns dias depois da sua previsão de partida.

Viagens à Palestina

A fronteira do Egito com a Palestina encontra-se fechada de forma permanente. Só esteve aberta durante 19 dias em 2015. É área de alto risco onde atua grupo terrorista.

Mais Informações

Embaixada do Egito em Brasilia

SEN Av. das Nações Lote 12 – Cep: 70.800-914 – Brasília, DF

:: Telefone: +55 61 3323-8800, Fax: +55 61 3323-1039
:: E-mail: [email protected]

Consulado do Egito no Rio

Rua Muniz Barreto, 741 – Botafogo – Cep: 22.251-090 – Rio de Janeiro, RJ

:: Telefone: (21) 2554-6664, Fax: (55 21) 2552-8997
:: E-mail: [email protected]

Escritório Comercial do Egito em São Paulo

Av. Paulista 726, 8º andar, Conj. 802 – Cep: 01.310-910 – São Paulo, SP

:: Telefone: (55 11) 3284-8184, Fax: (55 11) 3283-5187
:: E-mail: [email protected]
Espero que tenha ajudado, e se ainda restar alguma dúvida, sugestão ou contribuição, comenta aí embaixo que a gente responde 🙂