Lisboa: O que não deixar de fazer


Segue aquela nossa listinha pá-pum do que não deixar de ver em Lisboa. Antes, segue nosso Smart Map com todos os cantos a serem explorados na terrinha.

O que fazer em Lisboa

Caso queira ter uma visão geral da cidade e ouvir explicação de todos os pontos turísticos antes de explora-los à pé, sugerimos que compre um passe do Autocarro hop-on hop-off. Clique aqui pra ver valores e dias disponíveis. 

:: Outros passeios interessantes:

O que fazer em Belém

  • Torre de Belém
  • Mosteiro dos Jerônimos, construído no séc. XVI por ordem de D. Manuel I
  • Antiga Confeitaria de Belém (Pastéis de Belém) – Só aqui possuem esse nome, em qualquer outro estabelecimento só é permitido chama-los de pasteis de nata.
  • Museu Coleção Berardo
  • Espaço Espelho d’Água

:: Leia mais aqui sobre as cinco atrações imperdíveis de Belém.
Se você pretende explorar muitas atrações, sugerimos comprar o Lisboa Card, que dá acesso a até 26 museus e monumentos, transporte gratuito e outros benefícios.
Caso queira comprar os ingressos antecipados, inclusive o Lisboa Card, e não perder tempo com filas, indicamos a Tiqets. Clique aqui pra ver valores e disponibilidade.


Outros posts que podem te interessar

:: PORTUGAL – SUGESTÕES DE ROTEIROS
:: 15 CASTELOS EM PORTUGAL PARA ADICIONAR À SUA BUCKET LIST
:: PORTUGAL: O QUE NÃO DEIXAR DE COMER E BEBER
:: PORTUGAL: A LISTA MAIS COMPLETA DE TODOS OS DOCES TRADICIONAIS QUE VOCÊ DEVE EXPERIMENTAR


Outras dicas extras

  • Leve a CNH. A nossa é valida lá, inclusive como documento.
  • Desbloquear os cartões de crédito e débito para uso internacional. Mesmo levando dinheiro, não custa nada levar os cartões pra uma emergência;
  • Cosméticos lá são mais caros um pouquinho, então se acharem melhor, levem pasta de dentes, desodorantes e etc.
  • O que nos arrependemos de não ter levado na primeira vez foi um guarda-chuvas. Na segunda vez levamos e foi super útil, todos os dias rsrs.
  • Levem um aparelho celular desbloqueado. Chegando lá compre um chips da Vodafone pra falar entre os demais viajantes de graça e falar barato com o Brasil. (Era coisa de 7 cêntimos o minuto na ligação pra fixo no Brasil)
  • Vai ter wifi sempre, então levem os tablets ou notebooks também.

Nada disso é imprescindível, mas tendo um lugarzinho na mala, não custa levar. Assim você economiza em compras diversas por lá e guarda os euros pra gastar com o que interessa: Muito bacalhau e pastel de natas… Rsrs.

Deixe um comentário