As maiores Festas Tradicionais em Portugal

O objetivo desse post é reunir e facilitar o descobrimento de todas as Festas Tradicionais em Portugal. Desde que transferimos nossa moradia para o Porto, colocamos como meta desbravar o País e conhecer o máximo sobre a cultura e cidades. Definimos que a melhor forma de explorar essas cidades seria conhecendo-as em dias de eventos que levam os moradores às ruas, mostram sua cultura e vida além de apenas pontos turístico e nos revelam mais abertamente o momentos que reunem quem faz a cidade ser o que é. Nossa meta é estar presente pelo menos uma vez em cada uma dessas festas e reunir aqui pra vocês todas as mais tradicionais e significativas durante todo o ano para que você também possa incluir no seu roteiro enquanto estiver cá.

!!! Esse é um post em construção. A cada festa nova que descubro, acrescento aqui, então se você conhece mais alguma ausente e queira me ajudar a trazer essa informação à todos, deixa seu comentário no final que eu adicionarei 🙂

  • Janeiro
  • Fevereiro
  • Março
  • Abril
  • Maio
  • Junho
  • Julho
  • Agosto
  • Setembro
  • Outubro
  • Novembro
  • Dezembro


Festas Tradicionais em Portugal em Janeiro

Porto: Cantar as Janeiras

As Janeiras (cantar as Janeiras) é uma tradição em Portugal que consiste no cantar de músicas pelas ruas por grupos de pessoas anunciando o nascimento de Jesus, desejando um feliz ano novo. Esses grupos vão de porta em porta, pedindo aos residentes as sobras das Festas Natalícias. Hoje em dia, essas ‘sobras’ traduzem-se muitas vezes em dinheiro.

Já fez o seu seguro viagem?

Além de obrigatório em muitos países, o seguro viagem te deixa tranquilo pra curtir relaxado. Perder vôo, perder mala, ficar doente ou qualquer outro problema, pode se transformar em um probleminha quando você esta seguro ou se transformar em um PROBLEMÃO se você tiver que resolver tudo sozinho e pagar por isso. Clica aqui pra cotar um seguro com a Real Seguros ou aqui pra ver qual é o maior cupom de desconto disponível hoje na Seguros Promo.

Ocorrem em Janeiro, começando no dia 1 e estendendo-se até dia 6, Dia de Reis ou Epifania. As músicas utilizadas, são por norma já conhecidas, embora a letra seja diferente em cada terra. São músicas simples, habitualmente à volta de quadras simples que louvam o Menino Jesus, Nossa Senhora, São José e os moradores que contribuíram.

As apresentações dos grupos acontecem na parte da tarde, em Aliados.

Aveiro: Festa de São Gonçalinho

Costumam acontecer no segundo final de semana de Janeiro. É o santo português mais devotado depois do Santo António de Lisboa, principalmente no norte do país. São Gonçalinho terá vivido em Aveiro, onde conquistou a fé dos habitantes do bairro da Beira-Mar, que a ele entregavam a sua sorte quando saiam para o mar. Ficou conhecido por ser um santo casamenteiro e por curar doenças relacionadas com os ossos. Durante os dias das festas pagam-se promessas a São Gonçalinho com a tradição de atirar cavacas doces do cimo da capela, enquanto centenas de pessoas as tentam apanhar. São usados camaroeiros na ponta de varas ou chapéus ao contrário para apanhar as cavacas. Há a “dança dos mancos”, um ritual feito por um grupo de homens que se fingem de mancos e que se movem dançando ao som dos cantares que ecoam na capela. Outro ritual da festa é a entrega do ramo que se realiza ao fim da tarde no interior da capela.

Santa Maria da Feira: Festa das Fogaceiras

A Festa das Fogaceiras é a mais antiga e simbólica festividade religiosa do concelho de Santa Maria da Feira, sendo também celebrada além-fronteiras – no Brasil, na Venezuela e na África do Sul – pelas comunidades portuguesas.

A Festa teve origem num voto ao Mártir S. Sebastião, feito pelo povo da Terra de Santa Maria, numa altura em que a região teria sido assolada por um surto de peste que dizimou parte da população. Em troca de proteção, o povo prometeu, em cada dia 20 de janeiro, uma procissão e a oferta de um pão doce e delgado, habituado a ser confeccionado para ocasiões especiais: a fogaça.

A fogaça, pão doce referido em diversos documentos medievais, principalmente no Norte do país, fazia parte dos foros e tributos que o camponês devia pagar ao senhor da terra por alturas de festas religiosas. Na Terra de Santa Maria, a fogaça, de formato peculiar, simbolizando as quatro torres do castelo da Feira, foi transformada em voto sagrado, dando origem ao nome da maior festa religiosa centenária realizada neste Município – a Festa das Fogaceiras.

Penamacor: Festa das Varas do Fumeiro

A Festa das Varas do Fumeiro decorre em Aranhas no concelho de Penamacor próximo dos dias 26, 27 e 28 de janeiro. É um evento que pretende unir as tradições locais do mês de janeiro aos produtos de excelência, para afirmar e trazer atenção aos saberes e sabores da aldeia de Aranhas. Durante o evento há boa música tradicional, provas gastronômicas, animação de rua e o cantar das tradicionais janeiras.

Querença: Festa das Chouriças

As raízes deste evento remontam a uma época em que, no interior algarvio, as famílias tinham o hábito de criar o seu porco para sustento ao longo do ano. Era igualmente tradição pedir a São Luís, patrono dos animais, que conservasse em boas condições o porco, para garantir a alimentação do agregado familiar.

Atualmente as tradições passam por degustação de chouriça assada, missa, procissão com a imagem de S. Luís, leilão de chouriças, mercadinho com exposição e venda de artesanato e produtos locais, e músicas tradicionais. Normalmente acontece próximo ao dia 20, mas vale confirmar o dia e se haverá, antes de se deslocar.

Porto: Dia do Vinho do Porto

No dia 17 de Janeiro comemora-se o dia do Vinho do Porto e nessa data é comum haver atividades em adegas do vinho do Porto, como provas ou eventos.

Mais festas

  1. Amarante: Festa a S. Julião
    • Local: Vila Caiz
    • Data: 1º fim de semana de janeiro
  • Amarante: Festa do Menino Jesus
    • Local: Real – Vila Meã
    • Data: 1º domingo de janeiro
  • Amarante: Festa em honra de S. Sebastião
    • Local: Travanca – 20 de Janeiro
    • Local: Aboadela – 20 de janeiro
  • Amarante: Festa em honra de Santo Amaro
    • Local: Vila Garcia
    • Data: 10 de Janeiro

Festas Tradicionais em Portugal em Fevereiro

Matosinhos: Festa do Chocolate

Organizado pela Câmara Municipal de Matosinhos, reúne expositores chocolateiros, workshops, showcooking, estátuas de chocolate e muita animação. A entrada é gratuita e os amantes do chocolate poderão deliciar-se com os bombons, tabletes, brigadeiros, chocolate quente ou frio e muitas outras iguarias. Costuma acontecer durante o mês todo, iniciando lá pra dia 7 e terminando nos dias vinte e poucos.

Carnaval

Carnaval acontece entre fevereiro e março, nas mesmas datas que o Brasil e também tem bastante folia, em alguns lugares tem até desfile de escolas de samba com competição. Fizemos uma lista dos mais emblemáticos e estruturados pelo país pra que você possa aproveitar alguns desses lugares.

  1. Torres Vedras – O mais português carnaval de Portugal, reúne mais de 350 mil pessoas nos dias de festejos. Há desfiles de carros alegóricos, com direito até a premiações – Site Oficial aqui
  2. Ovar – Fica invadida por foliões do país todo nos desfiles de carnaval e na noite mágica. Há escolas de samba, desfiles oficiais, carros alegóricos, apuração de pontos, tudo que conhecemos do carnaval oficial no Brasil. A noite mágica é uma noite de festa na cidade que reúne milhares de pessoas próximo a Câmara municipal, é um mega bloco de carnaval, com direito a farras, musicas, bebidas e tudo que um carnaval de rua brasileiro tem direito. Eles montam vários palcos pela cidade e há programação de festas noturnas, desfiles e atividades por quase um mês. – Site Oficial aqui
  3. Funchal – Com uma programação que dura mais de 10 dias, é  o maior carnaval fora do continente. Na Madeira, a época carnavalesca vive-se em ambiente festivo constante. Quer nas iniciativas de carácter oficial, como nas de carácter mais espontâneo, enraizadas na tradição madeirense, a alegria e a boa disposição imperam nas ruas, nos estabelecimentos de diversão e nas casas particulares. – Site com mais informações aqui
  4. Loulé – Com uma tradição de mais de um século, Loulé recebe o tradicional corso carnavalesco e uma das mais importantes celebrações carnavalescas do país. O mais famoso cortejo com sátira política e social, que conta com carros alegóricos, escolas de samba, gigantones e cabeçudos. – Site com mais informações aqui
  5. Alcobaça – O mais brasileiro carnaval de Portugal. É muito antiga a tradição carnavalesca por todo o concelho, passando o espírito do Carnaval de geração em geração. Durante vários dias têm lugar festejos carnavalescos por todo o concelho que animam toda a comunidade e quem os visita. Eles contam com baile de carnaval para a população sénior, mas aberto a todos os foliões, tem o desfile das escolas, que percorre as ruas da cidade, com animação especial de Carnaval.
    Há também as Noites na Tenda, que são noites de grande diversão, para todas as idades, com os bares e os cafés também abertos até de madrugada, fazendo de Alcobaça o epicentro do Carnaval da região. Na quarta-feira de cinzas realiza-se o tradicional ENTERRRO DO ENTRUDO. – Site com mais informações aqui
  6. Estarreja – Um dos maiores e mais antigos cortejos de carnaval do País. São antigas as memórias que, por Estarreja, remetem para as primeiras comemorações da época festiva do Entrudo. Pelos inícios do século XX, o Povo fazia sair à rua, ainda que de forma tímida, a crítica social que contrastava com os caraterísticos bailaricos que reuniam a mais alta sociedade da então Vila de Estarreja. – Site Oficial aqui
  7. Sesimbra – Os festejos do Carnaval são uma das tradições mais enraizadas na comunidade sesimbrense, que constrói, todos os anos, um dos mais populares e belos carnavais do país. Para além dos desfiles principais, à beira-mar, o corso de palhaços e os bailes marcam esta grande festa que atrai milhares de visitantes. – Site Oficial aqui
  8. Podence (Braçança) – O carnaval mais genuino de Portugal. Eles contam com os Caretos, grupo constituído em 1985 dentro de uma associação cultural, com o objetivo de preservar a tradição carnavalesca. O grupo assume-se como etnográfico, sendo constituído por cerca de 20 elementos, todos homens, e por onde passam deixam um fascínio sedutor. Representam imagens diabólicas e misteriosas que todos os anos desde épocas que se perdem no tempo. No momento atual mais que uma tradição, são o símbolo da Cultura Nordestina tornando-se um dos Grupos mais emblemáticos a nível Nacional.
  9. Cabanas de Viriato (Viseu) – A “Dança dos cus” é tradição no Carnaval de Cabanas de Viriato. Em Cabanas de Viriato, Carregal do Sal, cumpre-se a tradição da dança dos cus, todos os anos, em que os participantes desfilam vestidos mas prontos para o choque com os rabos. O que diferencia o Carnaval de Cabanas de Viriato de muitos outros, principalmente dos de maior projecção no país, é não cair na tentação de fazer um cortejo inspirado na tradição brasileira, mantendo uma tradição secular e inigualável. Esta tradição remonta ao século XIX, quando os actores de um grupo de teatro, após um espectáculo no Teatro dos Bombeiros, entusiasmados com êxito obtido, saíram à rua e percorreram a vila ao som de uma valsa, em contradança, daquele espectáculo. Surgiu assim a famosa “dança grande”, depois baptizada “dança dos cus”, em que os pares, divididos em duas filas, ao terceiro compasso da música, viram-se para o centro e chocam os traseiros.
  10. Lazarim (Viseu) – Considerado um dos festejos carnavalescos mais típicos do país, na vila de Lazarim, no Concelho de Lamego, os caretos substituem o samba, mostrando nas ruas uma manifestação de encenações ancestrais da cultura portuguesa. O trabalho dos artesãos e das gentes locais, fiéis a um passado comum exigente, elabora de forma artesanal as máscaras e os trajes dos Caretos de Lazarim, são ainda preparados em segredo os testamentos, famosos pelo seu grau de malícia satírica, para serem lidos na Terça-Feira Gorda. Neste dia, as comadres e os compadres envergam as suas máscaras esculpidas em madeira de amieiro e trajes típicos, ocultando a sua identidade e procedendo ao ancestral jogo de rivalidade entre sexos. O Entrudo de Lazarim, termina com a leitura dos testamentos, seguindo-se a morte do compadre e da comadre no fogo e a oferta de uma feijoada e caldo de galinha a todos os presentes.
  11. Outros lugares onde tem festas, blocos de rua e animação: Porto, Lisboa, Nazaré, Mealhada, Elvas, Aldeias de Xisto de Gois, Carnaval na Neve na Covilhã, Batalha das Limas (Açores).

Mais Festas

  • Amarante: Festa de Santo Amaro
    • Local: Gondar
    • Data: Domingo antes do Carnaval
  • Amarante: Festa em honra de S. Brás
    • Local: Telões – 1º fim de semana de fevereiro
    • Local: Real – Vila Meã – 2 e 3 de fevereiro
    • Local: Aboadela – 3 de fevereiro
  • Amarante: Festa em Honra de S. Faustino
    • Local: Fridão
    • Data: 2ª quinzena de fevereiro

Festas Tradicionais em Portugal em Março

Pias – Alto Minho: Festa da Foda

Acontece normalmente no final de março. A Feira da Foda é inspirada num prato cujo nome se popularizou a partir de uma tradição, o cordeiro à moda de Monção, conhecido como Foda à Monção. Reza a história, que há muito tempo atrás, os habitantes do burgo, que não possuíam rebanhos, se dirigiam às feiras para comprarem o animal pretendido. Na feira, havia de tudo, gado bom e menos bom. A verdade é que os criadores e contratadores de rês, quando levavam o seu gado ovino para a feira, tinham como objetivo vendê-lo pelo melhor preço e, para que aparentassem gordos, era prática colocar sal na forragem, facto que obrigava o gado a beber muita água. Na feira, o gado aparecia com a barriga cheia de água e pesados, parecendo realmente bem tratados, muito gordos. Os incautos, que não tinham conhecimento da “manha”, compravam aqueles autênticos “balões de água” e, quando se apercebiam do logro, exclamavam à boa maneira minhota: “Que grande Foda!”

O programa reserva degustação do Cordeiro à Moda de Monção, expositores com vinhos da região e artesanato regional, bem como espaços para os produtores de rés e máquinas agrícolas. Todos os anos, decorrem demonstrações de tosquias e muita animação popular com ranchos folclóricos, grupos de bombos e concertinas. O momento mais solene é a entronização da Confraria da Foda, entrando, em cada capítulo, novos elementos e instituições locais e nacionais.

Celorico de Basto: Festa Internacional das Camélias

Celorico de Basto é a capital das camélias e abriga a Festa Internacional das Camélias durante o mês de março com várias atividades culturais e turísticas. O terceiro fim de semana de março é o mais importante, quando acontece a exposição/concurso de camélias, o desfile de moda para eleição da princesa e da rainha das camélias, o desfile temático com os alunos do Agrupamento de Escolas e de outras instituições locais, o mercado das camélias, os murais, os espantalhos, a batalha das flores e muita festa em toda a Quinta do Prado.

Ilha de São Miguel: Festa do Senhor Santo Cristo dos Milagres

Realiza-se de março a abril, em todos os anos na ilha de São Miguel, no 5º domingo de Páscoa, e tem a duração de três dias. Na festa, a imagem do Senhor Santo Cristo é venerada, o que já acontece há mais de 400 anos no Convento da Esperança em Ponta Delgada.

Funchal: Festa da Flor – Março à Maio

Funchal se enche de flores e de festa na Primavera. A festa da Flor conta com grupos de desfile, carros alegóricos, danças e coreografias que animam as ruas da cidade, onde as protagonistas são as flores !

Há um “Muro da Esperança”, onde as crianças colocam flores e criam um mural de flores, simbolizando a esperança de um mundo melhor.
Há também a construção de tapetes florais, a Exposição da Flor no Largo da Restauração, atuações de grupos folclóricos, muita música e espectáculos. Costuma acontecer 2 semanas depois da Páscoa.

Mais festas

  • Amarante: Festa ao Divino Salvador
    • Local: Vila Garcia
    • Data: 19 de Março
  • Redondo: Semana do Poejo

Festas Tradicionais em Portugal de Abril

Porto, Viseu, Coimbra e outras: Queima das Fitas

Festa universitária super tradicional. Acontecem as maiores no Porto e Coimbra, mas todas as cidades universitarias possuem suas comemorações.

  • Pasta e as fitas: Foi para o ultimo ano de curso
  • Bengala e cartola: Encerrou o curso

Curiosidades:

  • Em Braga não se usa cartola, usa-se tricórnio.
  • Cores – Amarela: Medicina / Amarelo e branco: Enfermagem / Amarelo e Cinza: Escola de saúde do Porto / Roxo: Farmácia / e por aí vai.
  • O desfile dos estudantes acontece na ordem dos cursos mais antigos para os mais recentes. Por isso medicina vem na frente.

Mais festas

  • Amarante: Festa em honra da Nossa Senhora dos Passos
    • Local: Mancelos
    • Data: Domingo antes da Páscoa
  • Amarante: Festa em honra do Padroeiro
    • Local: Sanche
    • Data: 4 de abril

Festas Tradicionais em Portugal de Maio

Matosinhos: Festa do SENHOR DE MATOSINHOS

A festa da cidade é uma das maiores e mais antigas romarias do país, mas também é celebrada no exterior. No Brasil, por exemplo, há mais de 30 santuários dedicados ao bom Jesus do Matosinhos. A Igreja do bom jesus do matosinhos fica toda decorada com flores e cheia de devotos.

Geralmente ocorre de de 24 de maio a 16 de junho e conta com centenas de barracas de comida, artesanatos, brinquedos, doces, e outras atividades como bandas, dançarinos e muita festa. No sábado que antecede o dia 10 costuma haver queima de fogos à noite.

Aproveite pra provar o tradicional pão de chouriça e vê-lo a ser produzido alí mesmo na sua frente em algumas barracas. Se tiver curiosidade com os doces típicos de portugal, alí há ofeerta de quase todos. Não falta é claro, a sardinha assada, as farturas, as decorações e divertimentos.

A festa fica localizada perto da igreja, e pra chegar de metro basta chegar pela estação do Senhor de Matosinhos ou pela Câmara de Matosinhos.

Porto, Lisboa, Coimbra e outros: Rota de Tapas

Costuma ocorrer entre 23 de maio e 9 de junho em várias cidades. Lisboa, Porto, Braga, Faro, Aveiro, Évora, Viseu, Castelo Brango e Caldas da Rainha participam.

É um evento onde vários restaurantes de inscrevem e você pode ir em cada um e provar 1 tapa e 1 cerveja por algo em torno de 3 euros. Asism você experimenta vários e conhece lugares novos.

Horta: Festa Nossa Sr.ª das Angústias

Acontece todo ano e é a maior festa da Ilha do Faial. É uma festa em honra de Nossa Sr.ª das Angústias que acontece desde a época do povoamento, e a ermida em sua honra foi mandada construir por D. Brites de Macedo, onde coloca a imagem de Nossa Senhora das Angústias trazida da Flandres.

Idanha-a-Nova, Monsanto: Festa da Divina Santa Cruz – 3/mai

A festa também é conhecida como o Festival do Castelo e acontece dia 3 de maio, anualmente na aldeia de Monsanto. Acontece em homenagem a heróica resistência da população local a um cerco. As histórias dizem que no século II a.C. a população resistiu a um cerco dos romanos durante 7 anos se refugiando no castelo.

Para convencer o inimigo de que eles nunca se renderiam, eles lançaram uma vaca encosta abaixo da montanha em sinal de que não lhes faltavam recursos para sobreviver. Segundo eles, a vaca tinha sido alimentada com sobras, mas a estratégia enganou os inimigos e levou-os a terminar o cerco.

Como forma de tributo, os habitantes da aldeia sobem ao castelo, cantando e dançando ao som de pandeiros, e, depois se concentram no topo das paredes e jogam potes de barro, que representam a vaca, responsável pelo término do cerco.

Mais festas

  • Amarante: Bênção dos Campos
    • Local: Salvador do Monte
    • Data: Último domingo de maio

Festas Tradicionais em Portugal de Junho

Dia 10: Dia de Portugal, de Camões e das comunidades Portuguesas

Um feriado para celebrar Portugal, os costumes, a língua, e tudo que é relacionado ao país.

Camões, um dos maiores escritores portugueses, aquele que escreveu Os Lusíadas, morreu em 10 de Junho de 1580 – EM sua homenagem e como forma de homenagear a língua Portuguesa, o dia 10 de junho é celebrado como o dia de Portugal.

Na ditatura de Salazar a comemoração foi expandida e adicionada a celebração a ‘raça portuguesa’, só em 25 de abril que mudarma o nome pra comunidades portuguesas, homenageando a todos os portugueses, que moram no país ou não.

Porto: NOS Primavera Sound

Começa já na primeira ou segunda semana de Junho e conta com vários shows de famosos e uma mega estrutura. A malta jovem costuma adorar, apesar dos preços de ingressos não serem os mais acessíveis.

Barcelos Cidade Medieval – 13 à 16/jun aproximadamente

Nesse evento a cidade de Barcelos se transporta ao século XIV e enche suas ruas com barracas de comidas típicas, artesãos de várias artes e ofícios, mercadores, acampamentos militares, tendas que simulam a moradia dos antigos acampamentos medievais e muitas atrações.

Há também um torneio medieval (justas), torneios de tiro com arco, diversões e jogos, cortejos, demonstrações de falcoaria, cavalaria e cuspidores de fogo.

O último dia costuma contar com um grande cortejo medieval, com o envolvimento de todos os atores do evento e mundo associativo. Todos os barcelenses e visitantes terão a oportunidade de embarcar numa autêntica viagem no tempo e reviver a história.

Clique aqui pra ver o site oficial de Barcelos Cidade Medieval

Porto: São João – 15 a 24/jun

O São João é o santo mais venerado do Porto, e a festa em sua homenagem acontece na noite de 23 para 24 de Junho, quando milhares de pessoas invadem as ruas da cidade. Mas São João já se expandiu e promove festas e comemorações começando normalmente lá para o dia 15 de junho.

São itens protagonistas nessa tradição: martelos de plástico e as marteladas, os bailaricos de freguesia, os alhos-porros, os manjericos e os raminhos de cidreira e limonete, musicas e é claro, sardinhas!

O que você não pode perder ou deixar de fazer no São João:

  • Assistir as Rusgas em Aliados
  • Assistir a Queima de fogos
  • Participar da criação de uma cascata – Réplica de uma pequena cidade feito à mão. Surgiu como forma de altar, e hoje já virou tradição. Lugares como o bolhão abrem espaço para fazer de graça.
  • Soltar um mini balao
  • Fazer a procissão de Fontaínhas ou da Ribeira até Matosinhos, carregando seu manjerico, dando martelada em todos no caminho, comendo sardinhas e super bocks a cada 3 passos.

Lisboa: Santo Antônio – 1 a 30/jun

Um mês inteiro de festa, mas a noite principal é de 12 para 13 de Junho.

Matosinhos: Festa do Senhor de Matosinhos – 24 a 16/jun

Começa em Maio, mas só termina no meio de Junho. Ainda há tempo para aproveitar.

Longos Vales: Levantamento de Pau – 3/jun

O “Levantamento do Pau” é uma das mais castiças e peculiares tradições do concelho, juntando, todos os anos, muitos curiosos no lugar do Mosteiro, na freguesia de Longos Vales. Assinala o arranque das festividades em honra de S. João Baptista que, regra geral, decorrem 15 dias depois. Consta do levantamento de um pau de eucalipto com uma altura variável entre 25 e 35 metros pelos elementos da comissão. Estes, quatro a seis pessoas, com a ajuda de quatro cordas entrelaçadas e muitos populares, procedem à sua colocação vertical.

A rivalidade entre comissões, que representam os lugares da freguesia, é bastante grande, havendo sempre a curiosidade em saber-se qual o comprimento do pau e como correu o respetivo “enterramento”. Não há registo de “desastres” mas sustos não faltaram ao longo destes anos. O “Levantamento do Pau”, em Longos Vales, realiza-se no dia 3 de junho de 2018

Alfandega da Fé: Festa da Cereja – 7 a 10/Junho aprox

Evento costuma vender cerca de 15 toneladas do fruto típico da região e já tem quase 30 anos, a primeira edição foi em 1982 . É um dos principais eventos do Nordeste Transmontano, e mostra os produtos locais e a cultura concelhia.

Concentra a maioria das atividades no parque municipal de exposições, onde há mais de 100 expositores de artesanato, produtos locais, e é claro: a cereja. Há também espetáculos de produção artística local, showcookings e provas de receitas com cereja.

Quinta do Conde: Feira Festa da Quinta do Conde

Teve a sua primeira edição em 1990, e conta com espetáculos musicais, área de divertimentos, carrosséis, pontos de venda de comida e bebida e dezenas de expositores. Promovida pela Comissão Organizadora, com o apoio da Câmara Municipal de Sesimbra e Junta de Freguesia da Quinta do Conde, é atualmente um dos grandes eventos do município.

Festa do Vinho e do Mel & Festa de Santo António – 14 a 16/jun

Acontece em Ribeira de Pena, Praça de Santa Marinha. Durante dois dias há exposição de produtos locais, animação musical e a oportunidade de provar a gastronomia local. Acontece junto com as celebrações de Santo António, e tem como objetivo promover o Vinho e o Mel dos produtores locais. Durante a tarde de domingo, celebra-se a missa solene em honra de Santo António seguida de procissão e leilão de oferendas.

Monção: Festa do Corpo de Deus / Festa da Coca – 20 a 23/jun

Acontece do dia 20 às 22h até o dia 23 às 19h.

É a Festa do Corpo de Deus – Festa da “Coca”. Todas as cruzes e pendões das paróquias que formam o Arciprestado de Monção participam da Procissão do Corpo de Deus, com as respetivas irmandades que se distinguem pelo colorido das opas. Eles percorrem o trajeto costumeiro até à Igreja Matriz, onde o povo desloca-se até o anfiteatro do Souto. Lá acontece o torneio entre as forças do bem e do mal, que provoca a plateia com palmas as boas provas de um e de outro em sinal de independência. 

Trancoso: Festa da História – Bodas reais – 29 e 30/Jun

São dois dias de festa que atraem milhares de pessoas para ver uma das melhores recriações históricas medievais do paíes, as Bodas Reais. A festa conta com cortejos, músicos ambulantes, torneios de armas, teatro de fogo, concertos, saltimbancos, mercado e comidas e bebidas da época, no Largo Dom Dinis. Dois dias de festa que atraíem à cidade de Trancoso milhares de pessoas que não querem perder este evento.

Festa de Almada – 1 a 30/jun

Durante o mês de junho, Almada entra em festa com vários eventos gratuitos que percorrem as ruas das cinco freguesias do concelho. A festa conta com concertos, teatro, stand-up, cinema, arraiais e o tradicional desfile das marchas populares. 

Tomar: Festa dos Tabuleiros – Início de Julho

Acontece de quatro em quatro anos e é única no mundo, enche Tomar com flores de papel coloridas pelas ruas, portas e janelas. O ano de 2019 foi ano de festa e o momento principal da festa é a Procissão/ Desfile dos tabuleiros que percorre 5km as principais ruas da cidade recebendo chuvas de pétalas, e casas decoradas tipicamente pelo caminho.

Esta é uma Festa de “Acção de Graças” e de oferendas que manteve as suas características inalteradas desde o século XVII. A tradição continua e muitas das cerimónias como o cortejo da chegada dos bois do Espírito Santo, conhecido por Cortejo do Mordomo, o Cortejo dos Tabuleiros, a sua bênção, a forma do tabuleiro, os vestidos das raparigas portadoras dos Tabuleiros e a Pêza ou distribuição do pão e da carne mantêm-se.

Veja aqui muito mais informação sobre essa festa.

Amarante: Festa do Junho

A maior festa da cidade de Amarante, onde a tradição é reunir o povo nas ruas para as cerimônias religiosas, grupos de bombons, ranchos e marchas.

A festa começa na sexta feira e dura três dias, trazendo romeiros, locais e turistas. Na sexta há o tradicional Despique de Bombos, no Largo de São Gonçalo, a partir das 23h.

No Sábado que acontece a queima de fogos no rio. Alguns alugam os barcos e assistem a partir deles.

Há outras atividades como concurso de gados de raças, shows, o tradicional Desfile de Romeiros que acontece no Domingo as 11h, e a procissão de tarde que termina as 20h. Às 21h as marchas populares marcam o encerramento da festa, na Av. General Vitorino Laranjeira até o centro da cidade.

Local: Amarante (S. Gonçalo)

Data: 1º fim de semana de junho

Braga: São joão – 14 a 14/jun

A mesma festa que acontece em Porto, acontece em Braga, dizem até que com dimensões similares. Vale dar um pulo por lá pra ver como é a festa Braguense.

Amarante: Feira a Moda Antiga – 28 a 30/jun aproximadamente

Nessa festa as lojas ficam decoradas e os comerciantes vestidos com trajes alusivos aos anos 30. Há arruadas, jogos tradicionais, comes e bebes à antiga, cantigas populares e pasteleiras. Vá vestido a rigor e participe dessa recriação da cidade amarantina de 1930. A Feira conta ainda um Baile de S. Pedro, no sábado onde há ranchos folclóricos da região.
Há também mostras de gado, produtos típicos de artesanato como tamancos, fumeiro, doçaria conventual e vinho verde. E é claro, a gastronomia amarantina é sempre um destaque.
Costuma ocorrer na baixa da cidade, no Largo do Paço, nas ruas 31 de Janeiro, António Carneiro, Olivença e Avenida Alexandre Herculano e no antigo Largo do Arquinho.

Guimarães: Feira Afonsina – 21 a 24/jun

Mais uma festa medieval que acontece aos pés do Castelo de Guimarães

Mais festas em Junho

  • Amarante: Festa da Nossa Senhora do Castelo
    • Local: Carvalho de Rei
    • Data: 3º domingo de junho 
  • Amarante: Festa de S. João
    • Local: Gatão
    • Data: 24 de junho
  • Amarante: Festa em honra ao Padroeiro S. Pedro
    • Local: Canadelo
    • Data: 29 de junho
  • Amarante: Festa em Honra de S. Paio
    • Local: Ôlo
    • Data: 26 de junho
  • Amarante: Festa em honra de S. Pedro
    • Local: Aboim – 29 de junho
    • Local: Lomba – 29 de junho
    • Local: Ataíde – Vila Meã – 29 e 30 de junho
  • Amarante: Festa em honra de Santo António
    • Local: Aboadela (Covelo do Monte)
    • Data:  13 de junho
  • Amarante: Festa em honra do Padroeiro S. João
    • Local: Louredo
    • Data: 24 de junho
  • Amarante: Festa em honra do Padroeiro S. João de Várzea
    • Local: Várzea
    • Data: 24 de Junho

Festas Tradicionais em Portugal de Julho

Caminha Art Beer Fest – 11 a 14/jul

Caminha, pela sua identidade e posição geográfica, local de férias e de reconhecido posicionamento e vocação turistica, estratégicamente, acolhe este evento ao longo das suas ruas emblemáticas e de 4 praças do seu Centro Histórico, recebendo um consumidor entusiastico na abertura da estação.

Animação de rua, pontualizada com concertos de musica, performaces e actuações teatrais em espaços definidos. Jogos e concursos, actividades lúdicas e hapennings, dão forma a todos os conteúdos da programação oficial em open air.

Único e exclusivo no seu formato, na oferta programática do calendário de eventos nacionais, o seu potencial mediático ultrapassa fronteiras e atrai os melhores emprendedores internacionais, network e agentes da “revolução das cervejas artesanais”, uma tendência global inequívoca onde se podem misturar conhecimento e experiência. Um evento de sequência anual e projecção internacional.

Ílhavo: Festa da Vista Alegre

Acontece no 1º fim de semana de julho, e é uma Festa religiosa em honra de Nossa Senhora da Penha de França. Conta com celebrações religiosas e procissão, teatro, ateliês de pintura, cerâmica, mostras de pinturae escultura, visitas gratuitas à fábrica de porcelana e ainda venda de produtos da Vista Alegre Atlantis com descontos.

Mais festas em Julho

  • Amarante: Festa em honra da Nossa Senhora do Campo
    • Local: Gouveia (S. Simão)
    • Data: Último domingo de Julho
  • Amarante: Festa em honra de S. Paio
    • Local: Oliveira
    • Data: 9 de julho
  • Amarante: Festa em honra de Santiago
    • Local: Figueiró Santiago
    • Data: 25 de julho 

Festas Tradicionais em Portugal de Agosto

Festa do Vinho Madeira – 25/8 a 8/9

Essa festa acontece sempre em finais de agosto e inícios de setembro, tempo da apanha da uva.

O Vinho Madeira é mundialmente conhecido, e nessa festa você pode conhecer um pouco mais sobre a produção dele e também da cultura da ilha, através de festejos, exposições, quadros vivos de referência ao vinho, espetáculos de música tradicional e música filarmónica. As duas semanas de festa vão até ao Estreito de Câmara de Lobos e tem animação garantida!

Guimarães, Braga: Festas da Cidade e Gualterianas

Uma enorme manifestação de festa popular que acontecem anualmente no primeiro fim-de-semana de Agosto. Durante esse período ocorrem as tradicionais manifestações religiosas como as missas e procissões; a realização de uma tourada, num recinto móvel erguido cada ano para receber o evento; corridas de cavalos; diversos cortejos e sessões de fogo de artifício ao final de todos os dias de festa.

Santa Maria da Feira: Viagem Medieval

A Viagem Medieval (VM) é o maior evento de recriação histórica medieval do País. Realiza-se, anualmente, durante dez dias consecutivos, normalmente na primeira semana de agosto, no centro histórico da cidade de Santa Maria da Feira, atraindo diariamente 50 mil visitantes.

Centrada na recriação de episódios e acontecimentos que marcaram a História local e nacional da Idade Média, a VM começou por realizar-se no Castelo, mas rapidamente se expandiu para todo o centro histórico e zona envolvente, ocupando atualmente uma área de 40 hectares. A Viagem Medieval foi recentemente distinguida com uma menção honrosa na terceira edição dos Prêmios Turismo de Portugal, na categoria de “Animação”.

Veja o site oficial clicando aqui. 

Ponte do mouro: Ponte do Mouro Medieval

Iniciativa promovida pela Associação “Buraca da Moura”, é a recriação histórica do Encontro de D. João l e do Duque de Lencastre, precisamente em Ponte do Mouro, lugar pertencente às freguesias de Barbeita e Ceivães. Naquele encontro, realizado com pompa e circunstância no ano de 1386, estabeleceram-se as condições de cooperação militar entre os dois países, acertando-se os pormenores do casamento entre o Rei D. João I e D. Filipa de Lencastre, filha do Duque.

Nesta viagem ao passado, os visitantes poderão apreciar e viver todo o contexto histórico da época, degustando sabores tradicionais e participando nas recriações medievais alusivas àquele período: música e danças da época, torneios, animadores de rua, espetáculos de fogo, falcoaria, cânticos à capela, demonstrações de ofícios e mercado medieval. Acontece normalmente próximo ao dia 10 de agosto.

Campo Maior: Festa das Flores – Final de Agosto

Acontece no final de agosto e vai até começo de setembro. Essa é a festa mais famosa do concelho, dedicada a São João Baptista, patrono de Campo Maior e acontece desde 1893, mas não tem frequencia anual, pois depende do consenso da população.

Esse tipo de festa como essa: “Festas do Povo, das Flores e dos Artistas” não se realizam em ciclos, pois dependem da organização e consenso de toda a população e podem demorar muitos anos até acontecer de novo.

Quando acontece essa, as ruas da vila são “forradas” de flores de papel coloridas, e conta sempre com uma festa religiosa e procissão, touradas numa praça improvisada, um arraial alegre com bailes, e duas noites de fogo-de-artifício.

Chaves: Festa dos Povos em Aquae Flaviae – 23 a 25/Ago

Nessa festa a cidade de Chaves regressa ao Império de Tito Flávio Vespasiano, e durante três dias acontecem várias atividades socioculturais, sendo a estrela principal o mercado galaico-romano, onde você vai encontrar simulações bélicas (luta entre gladiadores, luta galhofa e jogo com varapaus), iguarias gastronómicas, recriações mitológicas, manjares, festim de bebidas, interpretações musicais, bailados, circus maximus e cortejos. Há também representações de povos galaicos, legionários, gladiadores, senadores, músicos, bailarinos, mendigos, escravos, falcoeiros e divindades, que retratarão o quotidiano de Aquae Flaviae.

Bragança: Festa da História

Acontece no fim de semana de 15 de agosto e retorna a época medieval. A zona histórica da cidade volta no tempo e traz demonstração de antigos ofícios e espectáculos em torno de costumes, vestuários mágicos, damas, cavaleiros, malabaristas, trovadores, essências no ar, magia e fogo. O objetivo da festa é dar expressão à riqueza histórica e patrimonial da cidade.

Ilha do Corvo: Festa de Nossa Senhora dos Milagres – 15/Ago

Costuma acontecer no dia 15 de Agosto a festa em homenagem à Padroeira da Ilha, com a presença dos habitantes, e muitos visitantes que aproveitam para apreciar as belezas e a quietude, naquela que é a parcela mais Ocidental do território Europeu. 

A música faz-se ouvir, é nesta altura que as Filarmónicas locais, animam a festa, assim como os demais concertos que fazem parte do programa.

Mais festas em Agosto

  • Lamego: Festa de Nossa Senhora dos Remédios – 16/ago à 9/Set
  • Viseu: Feira de São Mateus – 8/Ago à 15/Set
  • Amarante: Festa de Nossa Senhora de Moreira
    • Local: Ansiães
    • Data: Esta festividade ocorre em agosto, mas em data variável 
  • Amarante: Festa em honra da Nossa Senhora da Graça
    • Local: Vila Caiz
    • Data: 1º fim de semana de agosto
  • Amarante: Festa em honra da Nossa Senhora das Neves
    • Local: Rebordelo
    • Data: 1º domingo de agosto
  • Amarante: Festa em honra da Nossa Senhora de Fátima
    • Local: Telões
    • Data: Último domingo de agosto
  • Amarante: Festa em honra da Nossa Senhora do Rosário
    • Local: Telões
    • Data: 1º domingo de agosto
  • Amarante: Festa em honra da Nossa Senhora do Vau
    • Local: Gatão
    • Data: 15 de agosto
  • Amarante: Festa em honra da Padroeira Senhora da Aboadela
    • Local: Aboadela
    • Data: 15 de agosto
  • Amarante: Festa em honra da Santa Bárbara
    • Local: Vila Chã do Marão
    • Data: 3º Domingo de Agosto
  • Amarante: Festa em honra de Nossa Senhora de Assunção
    • Local: Cepelos
    • Data: 15 de agosto
  • Amarante: Festa em honra de S. Lourenço
    • Local: Ansiães
    • Data: 10 de agosto
  • Amarante: Festa em honra de S. Martinho
    • Local: Carvalho de Rei
    • Data: agosto
  • Amarante: Festa em honra de Santo Isidoro
    • Local: Sanche
    • Data: 1º fim de semana de agosto
  • Amarante: Festa em honra do Divino Salvador
    • Local: Freixo de Baixo
    • Data: 1º fim de semana de agosto
  • Amarante: Festa em honra do Padroeiro Divino Salvador
    • Local: Real – Vila Meã
    • Data: Último domingo de agosto
  • Amarante: Festas em honra de Santa Maria
    • Local: Gondar
    • Data: 3º domingo de agosto

Festas Tradicionais em Portugal de Setembro

Madeira: Festa das Vindimas do Vinho da Madeira

Essa é uma festa clássica da Ilha da Madeira. É uma homenagem ao produto regional mais famoso, que traz reconhecimento internacional da Madeira. Homenageia também toda a cultura da população madeirense que está entrelaçada com o vinho desde o início do povoamento da ilha.

A festa acontece no Funchal e em Câmara de Lobos, mais especificamente na Freguesia do Estreito. No Funchal ela acontece na Avenida Arriaga, que é decorada com bandeiras e iluminações, e recebe exposições, decorações, quadros vivos, espetáculos, bandas e grupos folclóricos.

No Estreito de Câmara de Lobos, acontece uma Vindima ao Vivo, onde os turistas podem participar da apanha da uva e do cortejo até ao local onde é realizada a pisa da uva.

Águeda: Festa do Leitão – Inicio de Setembro

Acontece no começo de setembro e dura uma semana. A festa se concentra no largo 1º de maio e o objetivo é promover o leitão como iguaria gastronómica regional. A festa conta com concertos musicais, exposições, mostra de artesanato e gastronomia, restaurantes e bares after hours.

Dia de Portas Abertas do Vinho Verde

Próximo ao dia 7, os aderentes da Rota dos Vinhos Verdes abrem as portas para receber a sua visita. Não precisa de fazer reserva, basta que se junte com amigos ou família e visite um ou mais destes produtores. Em cada um deles vai poder caminhar na vinha, conhecer o modo de vindima e produção do vinho e, claro, provar os vinhos que ali se produzem! E, em alguns deles poderá fazer diferentes provas de vinhos e de gastronomia e até experimentar ser enólogo por um dia! – Site oficial aqui

Mais festas em Setembro

  • Ponte de Lima: Feiras Novas – 4 a 9/Setembro
    • Data: 4 a 9/Setembro
  • Festas de N.ª Sr.ª das Dores – Póvoa de Varzim: Uma das maiores demonstrações de fé de pagamento de promessas em Portugal, uma procissão que arrasta atrás de si centenas de devotos com as suas figuras de cera para pagamento de promessas. A magnífica Procissão tem lugar no domingo dia 15 de Setembro. A Centenária Feira da Louça decorrerá de 16 a 17 de Setembro. Há ainda lugar a 2 Arraiais Noturnos.
    • Data: 15 à 17 de setembro
    • Local: Póvoa do Mar – Póvoa de Varzim

  • Amarante: Festa em honra da Nossa Senhora do Leite
    • Data: 7,8 e 9 de setembro
    • Local: Freixo de Cima

Festas Tradicionais em Portugal de Outubro

Festa da Castanha de Vinhais – Final de Outubro

São 3 dias de festa em torno da castanha. Em Vinhais são mostrados diversos pratos e doces feitos a partir da castanha e também provas de vinhos. Acontece no final do mês de outubro.


Festas de Novembro

Guimarães, Braga: Festas Nicolinas – 29/Nov à 7/Dez

Acontecem de 29 de Novembro até 7 de Dezembro. Durante estes dias, os estudantes possuem várias “atividades” que fazem parte da estrutura da Festa. As Festas Nicolinas são consideradas as Festas mais antigas de Guimarães e representam um testemunho intangível do patrimônio cultural vimaranense.

As Festas Nicolinas possuem tanta história e tradições que fizemos um post só pra ela, clica aqui pra ver.

Marvão: Festa do Castanheiro – Feira da Castanha

A festa conta com centenas de artistas de animação nas ruas, castanha assada, vinho da região e muitos postos de artesanato. Não faltam os enchidos e queijos, doces com castanha, compotas, licores, doces caseiros e a tenda dos produtores locais.

  • Amarante: Festa em honra de S. Bento
    • Local: Aboadela
    • Data: 1 de novembro
  • Amarante: Festa em honra de S. Martinho
    • Local: Mancelos
    • Data: novembro
  • Amarante: Festa em honra de Santo André
    • Local: Padronelo
    • Data: 30 de novembro | 1 de dezembro

Festas Tradicionais em Portugal de Dezembro

Guimarães, Braga: Festas Nicolinas – 29/Nov à 7/Dez

Continuação da festa de novembro – Ler Festas Nicolinas em Novembro. Acontecem de 29 de Novembro até 7 de Dezembro.

Madeira e Porto: Reveillon

São os locais mais famosos para passar a virada de ano, no dia 31 de dezembro. A Ilha da Madeira possui record de queima de fogos. No Porto, os fogos são em Aliados, onde sempre há shows e a cidade se reúne. Por tradição, esses são os atos que devem ser feitos para trazer boa sorte no novo ano: Vestir preto, comer 12 uvas passas, subir em uma cadeira, ter uma nota no bolso e brindar com espumante.

Mais festas em Dezembro

  • Amarante: Festa em honra da Nossa Senhora da Conceição
    • Local: Mancelos
    • Data: 8, 9 e 10 de dezembro

Deixe um comentário


Me ajuda a manter o blog atualizado e gratuito? :)

Reserve seus serviços como hotéis, carros e seguros pelos links e banners do Blog. Assim você nos ajuda com uma pequena comissão para manutenção do Blog e não paga NADA a mais por isso!

Use Cupons de Desconto

Uma seleção de cupons de desconto que vão te ajudar a economizar na sua viagem. Clica aqui pra conferir!

Contrate seu Seguro

Com a melhor cobertura pelo melhor preço. Além de obrigatório pra muitos lugares, viajar tranquilo transforma a sua viagem. Clique aqui e simule com desconto.

Reserve um Hotel

Com o maior site de reservas do mundo, com garantia de menor preço e cancelamento gratuito. Clique aqui e veja as promoções

Alugue um carro

Tenha liberdade e flexibilidade a preços que vão te surpreender. Clica aqui pra conferir com os melhores comparadores do mercado: RentalCars, RentCars ou Discover Car Hire!