New Orleans: Onde comer – A lista definitiva de Restaurantes imperdíveis!

Comidas Nola new orleans nova (4)
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on twitter
Share on pinterest

Veja o índice desse artigo

Se tem um assunto que a gente entende, é sobre onde comer em NOLA. Depois de ficar 3x mais que o tempo sugerido pela maioria dos blogs e guias de viagem, foi possível provar pelo menos 2 restaurantes diferentes por dia.

Nós também ficamos hospedados via Airbnb, então tivemos um anfitrião nativo que nos deu uma lista indicando os restaurantes frequentados pelos moradores e que fossem menos pega-turistas.

Em consequência disso, fizemos um lista dos lugares que mais gostamos na cidade pra que vocês possam aproveitar o melhor da culinária de NOLA.

De simples à fancys, de baratos à caros, de comida típica a comida internacional, nossa lista está variada e vai de restaurantes que te farão gastar $150 em uma refeição e outros que você pegará um sanduíche que serve como refeição nos fundos do mercadinho com senhoras que mal o inglês falam e gastar apenas $5.

Então faça a sua própria seleção do que se encaixa em seu gosto e orçamento com a ajuda da nossa lista dos restaurantes imperdíveis em NOLA e prove todos os pratos típicos de lá (clique aqui pra ver quais são).

Tem uma série lançada em 2018 no Netflix que eu adoro, se chama ‘Somebody feed Phil’, e o quinto episódio da primeira temporada é sobre a gastronomia de Nola e assistir antes de ir pode te fazer ainda mais curioso.

Aposto um Gumbo que você vai terminar de assistir querendo um teletransporte pra essa cidade deliciosamente irresistível.

Outra observação válida: Confiram os horários, aqui os restaurantes costumam fechar às 22h, alguns não abrem nos finais de semana, outros não abrem para janta ou almoço, cada um tem seu horário, então diferente da grande parte turística dos EUA, eles não estarão abertos 24h pra você, nem as lanchonetes. Confira o horário online ou no tripadvisor se estiver disponível.

Mapa interativo de NOLA

Antes de tudo, segue aquele nosso mapinha esperto com tudo pra se fazer, onde comer e beber por lá.

Salva esse mapa ai no celular antes de viajar, pra poder usar offline.


Fizemos listas separadas por temas.

Onde tomar Café da Manhã e Brunchs em NOLA

+ Você pode se interessar também: Cupom de desconto em Chip pra viajar

:: Cafe du Monde

Tradicional café inaugurado em 1862 na cidade, com o campeão de vendas beignets avec Café au Lait. Similar a um bolinho de chuva, com muito açúcar impalpável. Mesas, cadeiras e chão são polvilhados e adoçados.

À medida que se aproxima da meia-noite, você pode fazer um lanche da madrugada com amigos no disputado Cafe du Monde. 

Famoso por seus beignets e café frescos e açucarados, o Cafe du Monde é um ponto turístico e fica mais vazio a noite, então nossa dica é: tente após ás 22h ou na madruga (Aberto 24h por dia), pois pela manhã é quase impossível.

Não tem nem opção, o carro chefe é o Beignet, e eles só vendem isso, que vem de 3 em 3. Peça também um café com leite.


:: The Ruby Slipper Cafe

Imperdível!

Simplesmente um dos melhores pratos que comi na vida, entrou no meu ranking dos cinco melhores sanduíches que já provei no mundo e até já coloquei a receita dele aqui uma vez, mas nunca tive disposição de fazer.

O pão na verdade é um ‘Biscuit’, com restos de carne de porco desfiada, bem suculenta feita com maçãs, e por cima disso tudo, ovos pochê e molho hollandaise. Aguei aqui!

Venha para um café da manhã ou um Brunch, mas para almoço também você estará muito bem servido. Reserve uma mesa se possível, pois a espera não é rápida.

O ambiente é bem bacana mas o que conquista é a comida. Nossas sugestões de pratos:Eggs Cochon e de sobremesa a Bananas Foster Pain Perdurabanada com banana, bacon, passas e caramelo (Tem receita dela aqui também).

Prove o Bloody Mary que vem com bacon, conservas e até quiabo.


:: Camellia Grill

Funciona desde os anos 40. Prove os omeletes do chef, bacon & cheese, Cheese burguer com tudo. Eles batem os ovos do liquidificador e eles ficam fofinhos, uma delícia!


:: Li’l Dizzy’s Cafe

Mais um Imperdível!

Sem dúvida o nosso restaurante preferido na cidade: típico, gostoso e barato.

Vá em um Brunch de domingo, quando eles tem um buffet ‘all you can eat’ chegue com folga pra poder comer com calma e provar de tudo pois aos domingos eles servem um brunch buffet com várias comidas típicas e você paga por pessoa.

Culinária bem raíz e Cajun, prove o frango frito, as saladas, o gumbo, aomelete de frutos do mar feita na hora e as salsichas. Acompanhe com o chá da casa e guarde espaço para a sobremesa.

Cuidado com o horário pois eles são bem rigorosos, funcionam desde 1947 e sempre fecham às 14h e costuma ser bem cheio aos domingos.

Gastamos $40 para os dois com bebida e sobremesa (Valor 2016). Clique aqui pra ver o site oficial e se deliciar com a foto das comidas. 

Endereço: 1500 Esplanade Ave, New Orleans, LA 70116, EUA


A imagem pode conter: atividades ao ar livre

:: Stanley Restaurant

Convenientemente localizado na histórica Jackson Square, oferece uma linda vista da Catedral de St. Louis e do centro de Nova Orleans.

Durante todo o dia é possível comer café da manhã e brunch, deliciosos sanduiches, e sobremesas. Site oficial, clique aqui.

Endereço: 547 St Ann St, New Orleans, LA 70116, EUA – Funcionamento: Todos os dias de 7h às 19h.


A imagem pode conter: mesa e área interna

:: Croissant D’Or Patisserie

Se busca um café da manhã leve, pode parar por aqui. Eles oferecem croissant’s recheados, que são a especialidade da casa, mas também oferecem sanduiches diversos e cada sobremesa de encher os olhos.

Prove o croissant de salmão com um café com leite.


:: The Orange Couch

Uma delícia de lugar pra um café da manhã ou um lanche da tarde. Fica em Marigny, um bairro super em ascensão e queridinho da turma Cool. 

Endereço: 2339 Royal St, New Orleans, LA 70117, EUA – Funcionamento: De 7h às 20h todos os dias. – Site oficial, clique aqui.


:: Eat New Orleans

Para um café mais chique, venha aqui. Fazem pratos locais com ingredientes frescos da fazenda, como frutos do mar locais e produtos sazonais. O trabalho dos artistas locais é apresentado nas paredes.

Serve almoço e jantar também, mas é famoso pelos seus brunch’s de domingo. Pratos sugeridos: Fried Green Tomato Breakfast, Soft Shell Crab. Os pratos de café da manhã custam até US$ 18. 

Endereço: 900 Dumaine Street, Nova Orleans, Louisiana 70116 – Funcionamento: De 3ª à sábado de 11h às 14h e das 17h30 às 10h – Para o Brunch de sábado eles abrem às 9h e Brunch de domingo de 9h às 14h – Fecham às segundas. – Site oficial, clique aqui. – Veja os menus atuais clicando aqui.


:: Cafe Luna

Localizado em uma casa majestosa convertida em Uptown, o Cafe Luna oferece uma varanda larga e sombreada como um excelente local para uma conversa da tarde, navegando na Web com acesso à Internet sem fio ou lendo com uma bebida de espresso gourmet.

Endereço: 802 Nashville Ave – Funcionamento:  – Clique aqui pra ver a página deles no Facebook.


:: Bevi Seafood Co.

Também serve o prato de carne de porco desfiada como no Ruby Slliper, o Cochon, muito recomendado. Aqui é servido em forma de Po’Boy, o cochon de lait. Prove o peacemaker também. Os lagostins também são uma delícia.


:: New Orleans Cake Cafe & Bakery

Oferece uma grande variedade de opções que vão desde omeletes de caranguejo até um café da manhã costarriquenho, que inclui feijão preto, arroz, guacamole, pico de gallo, queijo, ovos e tortilla chips. Para torná-lo ainda melhor, você pode adicionar um cupcake por apenas US $ 1. O restaurante varia no preço de US$ 8 a US$ 12.


:: Bearcat Cafe

Oferece uma ótima seleção de cafés e chás, como hibiscus e earl gray. Além disso, eles vendem bebidas engarrafadas caseiras, como limonada de hortelã de pepino, chá verde de menta de guava, Valencia Kombucha de baunilha e kombucha de gengibre de cenoura. Todas as bebidas variam de US$ 2 a US$ 4.


:: Hansen’s Sno Bliz

Para se refrescar, uma sno-bola na Sno Bliz de HansenHansen’s tem usado a mesma máquina desde 1939, quando abriu. Todos os sabores e coberturas são feitos a partir de suas receitas originais, como coco, creme de bolo de casamento, chocolate com hortelã e lavanda com mel.


Onde Almoçar e Jantar em NOLA

:: Chubbies

Se você procura um típico frango frito sulista, esse é seu lugar. É um fast food sem filiais, onde os clientes que chegam são chamados pelo nome, então percebe-se que é um lugar só de locais e fora da rota de qualquer turista.

É longe, mas confesso que não nos arrependemos de andar isso tudo pra provar esse frango frito. É minúsculo, nem banheiro tem, mas foi um dos melhores frangos fritos que comemos. Eles servem porções a parte como arroz branco e feijão vermelho com tempero um cadinho apimentado que é uma delícia.

Essa é uma opção pra quem quer provar um frango frito tradicional que não seja tão apimentado. Há pratos do dia também, mas não peça outra coisa, vá no frango, vale a distância. E o preço também é uma pechincha, comem dois com fartura por 15 dólares.

Válido pra quem tem tempo na cidade, se você não tem, talvez perca muito tempo vindo até aqui. 


:: Jacques-Imo’s

Imperdível!

9 em 10 moradores te indicariam esse lugar se você perguntasse por um lugar pra comer bem. Essa foi a refeição mais cara de toda viagem, gastamos $150 na janta completa com entrada, pratos, cerveja, drink, tudo.

Pra chegar nas mesas dos fundos você passa por dentro da cozinha e pode ver tudo, bem bacana. Não deixe de provar esse bolinho de milho (Corn Bread) que eles dão como couvert, sério, é surreal, era tão bom e eu elogiei tanto que no final me fizeram uma marmita com quatro pra eu levar pra casa de cortesia <3

Mas os pratos também são ótimos, tente a ‘Shrimp and Alligator Sausage Cheesecake’, e o Crabzilla (pratos da foto). Se tiver mais gente, prove o Pan Fried Drum e Creole Jambalaya.


:: Buffa’s

Pequei! Eu confesso, quebrei minha regra e comi duas vezes no mesmo lugar, e o Buffa’s foi o culpado.

Nós fomos no Buffa’s assim que chegamos em NOLA e esse prato caiu como um conforto. Lá para o final da viagem eu quis voltar, porque cá entre nós, esse prato da esquerda aqui na foto estava divinooooo! Era um macarrão com Blue Cheese de comer rezando.

A noite rola uns shows no Buffa’s também, bem autentico e pouco turístico, mas confesso que gostei mais de ir no almoço porque a noite estava meio vazio quando fui e foi meio deprê. Hahah. 


:: Dooky Chase Restaurant

Leah Chase, a rainha da culinária Creole, ainda aqui cozinhava até seu falecimento em 2019, com mais de 90 anos de idade. O gumbo era sua especialidade e a receita ficou como legado.

O Gumbo leva camarão, presunto, carne, é o tradicional feito há mais de 70 anos.

Leah foi casada com Dooky Chase, dono do Dooky Chase’s, que era chamado de ‘O Restaurante’ pois era onde todo mundo ia.

Foi nesse mesmo salão que Martin Luther King organizava o movimento dos direitos civis com os ativistas, e era lá que eles se alimentavam.

Os imperdíveis são o Gumbo e os frangos fritos.


:: Willie Mae’s Restaurant

Considerado o melhor frango frito do mundo por muitos, coma batata doce frita também.

O milanesa é temperado com pimenta caiena e muitos segredos de família. Se prepare pra fila na porta. Site oficial, clique aqui.


:: Mosca’s

A Família Mosca está na cozinha há mais de 70 anos. Era em chicago antes de vir pra NOLA e é um Italiano de primeira linha.

Coma o ‘frango à la grande’, o espaguete que geralmente vem com almondega, mas peça as ostras Mosca e coma em cima do espaguete bordelaise, me agradeça depois.


:: Atchafalaya

Esse restaurante é fofíssimo e estava muito bem recomendado no TripAdvisor. As comidas são preparadas por chef’s e vem empratadas no estilo masterchef mesmo. Eu provei os tomates verdes fritos e foram bem gostosos.

O preço não é dos melhores quando comparado com outros que eram bem mais fartos, era bem carinho pra quantidade que vinha, mas era bem gosto mesmo. Recomendo pra um Brunch.

Endereço: 901 Louisiana Ave, New Orleans, LA 70115 – Funcionamento: BRUNCH – 5ª à 2ª de 10h às 21h30 e JANTAR: 2ª a domingo das 18h às 22h – Clique aqui pra ver a página do face deles e aqui o site oficial.


:: Cochon Butcher

A especialidade do Cochon Butcher são as carnes e linguiças curadas no estilo Cajun e é do vencedor de um prêmio James Beard, Stephen Stryjewski. Prove o torresmo e syrup, terrina de leitão, chouriço e boudin Cajun. Você pode provar uma praline aqui também. Site oficial aqui.


:: Turkey & the Wolf

Prove os tacos inautênticos, que foi feito tentando imitar o taco bell, mas com ingredientes frescos e bem mais gostos. Coma os sanduíches, tem um vegetariano que é mara.

O sorvete também é bom, e vem com canudinhos de queijo feito por eles e granulado, uma mistura de code e salgado mara. De coquetéis nós recomendamos o ‘Ma’am, Don’t Be Hysterical’, que é campari, gim, xarope de mirtilo e limão.


:: Shaya Restaurant

Um israelense que se tornou super famoso entre os locais por ser descolado e na região que mais tem crescido por lá, Bayou. Restaurante numero 1 de NOLA. O prato preferido do chef é o ‘Ljutenica’, uma pasta búlgara, com pimentão assado, beringela e tomate, salsinha picada em cima e azeite, pra comer com pão pita, é uma entrada.

Prove também o ‘Taramasalata’, uma pasta de ovas de peixe, eles usam caviar de peixe-espátula, que é um peixe local e freco, eles chamam de caviar cajun.

Baba Ganoush e Homus são uma ótima pedida de entrada também. Prove as costelas, e de sobremesa a torta de chocolate ‘Babka’, que leva semente de papoulas, sorvete de halva e calda de halva e chocolate.


:: Coop’s Place

Não muito longe do Café du Monde – você não tem como errar neste menu. Tente Pasta Opelousas é um dos 10 melhores pratos da América.

As costelas de cordeiro com aperitivo de geléia de pimenta vermelha são maravilhosas e bem diferentes. Mas há algo para satisfazer praticamente todos os tipos de gosto. 

Endereço: 1109 Decatur Street


:: Port of Call

Boa opção pra quem sentir vontade de um hambúrguer americano. O ambiente é bacana, cheio de locais e ótimas cervejas. Não é o mais barato e nem o mais típico, mas boa opção para hambúrgueres. 

Endereço: 838 Esplanade Ave at Dauphine.


:: Commander’s Palace

O mais chique da cidade, confesso que não fomos pois vimos que era sugerido traje muito chique como blazer, e esse era um item que não tínhamos levado na mala. Mas como é um dos mais famosos da cidade, não podia ficar fora da nossa lista.

Ele está localizado no agradável Garden District e tem sido um dos melhores restaurantes de luxo do país. O restaurante sofreu grandes danos devido ao furacão Katrina em 2005.

Após uma renovação completa, o restaurante reabriu em 1 de outubro de 2006. Os pratos sugeridos: sopa de tartarugas e suflê de pudim de pão com molho de whisky  

Endereço: 1403 Washington Ave – Funcionamento: Sábado 11h à 13h e 18h à 21:30, Domingo de 10h às 13:30 e 18h às 21:30, 2ª à 6ª – 11:30 à 13:30 e 18h à 21:30

Dress code: Proibido bermudas ou blusas sem manga (pode social de manga curta), homens devem usar um blazer, camisas de colarinho e sapatos fechados. Para todos é proibido chinelos, rasteiras, jeans, roupas de ginástica e mais um monte de proibição que me cansou e acabei não indo. haha Site oficial, clique aqui.


:: Deanie’s Seafood Restaurant

Pertinho da Bourbon. A frequência é bem variada e até bem icônica, condizente com a decoração do lugar, que é bem uma mistura de estilos e épocas que tornam o lugar meio retro e caótico ao mesmo tempo.

A recepcionista não foi das mais simpáticas, mas a comida compensou. Pedimos um misto de frutos do mar fritos, com ostra, caranguejo, peixe, camarão, batata frita… existia a opção sem ser frita também, pra quem não quiser exagerar na fritura.

O preço é ótimo e pedimos um prato único e dividimos, até sobrou. Eles servem um couvert de umas batatas inteiras, com uma casca de molho apimentado bem gostosa, prove com manteiga. Gastamos uns $30 no prato que serviu dois.


:: Yo Mama’s Bar and Grill

Bem perto de Bourbon St. Prove o ‘Peanut Butter Burger‘, um hamburguer de bacon e manteiga de amendoim (o nome não oficial é o “white trash thaiburger”) que é suficiente para dois.

A torta de manteiga de amendoim também é ótima. Este é um bar pequeno, então é aconselhado visitar fora da hora.

Endereço: 727 St Peter St – Funcionamento: Abre de segunda a sexta às 11h e sábado e domingo abre às 11h, fica aberto o dia todo. Site oficial aqui.


:: Cochon restaurant

Muito recomendado também, não conseguimos ir, mas só vi elogios. Li que as porções são um pouco pequenas e um pouco apimentado, então vá aguardando isso.

Sugestões de pratos: Cochon (barriga do porco), arroz com caranguejo, Bistek, Jacaré frito de entrada, o Gumbo. De sobremesa são recomendados: Pudim de banana ou Torta de blueberries. Site oficial aqui.


:: The Court of Two Sisters

A sopa de tartarugas é motivo suficiente para visitar, mas o brunch de jazz oferecido todos os dias faz parte deste restaurante de Nova Orleans. Há três salas de jantar adoráveis, mas o pátio é a área mais agradável.

Ocupando sempre o pódio de ‘Melhor café da manhã/ Brunch’ e ‘Melhor jantar ao ar livre’ pela Reader’s Choice em 2008 e 2009. Eleito  – New Orleans Magazine, vencedor do prêmio Reader’s Choice 2009, 2º lugar.

Endereço: 613 Royal St, New Orleans, LA 70130, EUA – Horário: Diariamente de 9h às 15h e de 17h às 22h – Site oficial.


:: Irene’s Cuisine

No coração do French Quarter este restaurante é garantia de um excelente jantar. No bar da espera tem um pianista tocando blues o que deixa o clima bem animado.

Famosa por seu pato St. Philip que é torrado crocante e glazed com demi-glace de framboesa, este restaurante italiano é um favorito entre os locais.

Sugestões do que pedir: Pato assado com molho de berry servido em cama de espinafre e guarnecido com purê de batata doce, Ravioli, Cordeiro e de sobremesa o Cheesecake, Trufa de avelã de chocolate ou o pudim de pão Bananas Foster. Pergunte sobre os especiais do dia. Ótimas surpresas que não estão no cardápio. 

Endereço: 529 Bienville St, New Orleans, LA 70130, EUA – Funcionamento: De 2ª à Sábado 17:30 às 22h, fecha aos domingos.


:: Basin Seafood and Spirits

Este restaurante concentra-se em pratos de frutos do mar rústicos, e itens como beignets de caranguejo e lagostins aparecem no menu do happy hour do bar, que também possui cervejas artesanais locais e cocktails.

As ostras são mais baratas das 15h às 10h de segunda-feira. 

Funcionamento: Aberto diariamente. Happy hour 3 pm-6 pm Seg. – Sex. – Site oficial


:: Adolfo’s

Um restaurante que fica em cima do bar Apple barrel, de aparência pitoresca, salão pequeno e até um cheirinho de velho… Mas não se deixe assustar! Sugestões de pratos: Mexilhões de entrada e Fish Michelle.

Endereço: 611 Frenchmen St, New Orleans, LA 70117, EUA – Funcionamento: Diariamente de 17:30 às 22:30


:: Domenica

Domenica traduz-se para “Domingo”, em italiano, é o dia da semana para explorar e cozinhar refeições divertidas, com essa inspiração, os chefs procuram oferecer pratos preparados com ingredientes puros e locais com técnicas reverenciadas.

Enquanto o menu está enraizado na tradição, os chefs se concentram criar clássicos modernos, adaptados para o paladar contemporâneo de Nova Orleans.

As pastas frescas feitas à mão diariamente, vegetais assados, carnes e pizzas de estilo Napolitano, todas preparadas no icônico forno de madeira do restaurante, são perfeitamente complementadas por cervejas customizadas, cocktails de artesanato sazonal e uma lista de vinhos com foco em italiano. 

Endereço: 123 Baronne St – Funcionamento: Diariamente de 11h às 23h.


:: Nosh New Orleans

Enquanto o jantar em Nova Orleans é geralmente caro, se você for para a New Orleans Social House (NOSH) entre as 4 da manhã e as 7 da noite, todos os alimentos no menu de happy hour custam US$ 5,00. 

A NOSH oferece comida americana moderna, como pães com atum e abacate, e até tem ostras de 75 centavos (que você não pode deixar NOLA sem provar). As cervejas custam US$ 5, enquanto os vinhos e cocktails custam US$ 7.


:: 13 bar e restaurante

Depois de curtir os bares, prove dos tacos do 13 que são altamente crocantes, ou um burrito. 

Para torná-lo ainda melhor, o restaurante é vegetariano, então traga seus amigos amantes de árvores. A comida varia de US$ 7 a US$ 12.


Onde Comer PoBoys e Mufalettas

:: Rampart Food Store

Fui um dos lugares mais estranhos que fomos hahaha… Mas foi um dos Po-Boys mais gostosos que provamos. Tente o de Seabass, bagre, é de lamber os dedos.

O lugar em si é realmente estranho, pois é uma vendinha, tipo um mercadinho, e lá no fundo tem a cozinha com apenas uma janelinha pra você pedir e levar.

Eu duvido que algum site recomende, nós conhecemos pois o nosso anfitrião nos mandou lá e o Bônus era que era muuuuuuito barato. Vai sem medo, mesmo depois de passar pela porta de entrada Rsrs. 

Endereço: 1700 N Rampart St, New Orleans, LA 70116, EUA. – Funcionamento: Só fecha aos domingos, nos outros dias fica aberto de 8h às 20:45.


:: Verti Marte

Tivemos a feliz experiência de provar um sanduba famoso dessa vendinha, o ‘All the Jazz‘. Fomos para comer a muffuleta (que é famosa), mas estava esgotada e o dono nos sugeriu provar esse. Foi uma surpresa deliciosa.

Se precisar comer algo na madrugada, vá lá, eles ficam abertos durante a noite, enquanto vários outros restaurantes estarão fechados. Mesmo esquema do rampart, mas bem mais arrumadinho.

Vai lá no final e faz o pedido, é bem frequentado por moradores e até bem confuso, bem a cara de NOLA mesmo. Confesso que depois de comer um sanduíche deles eu tive vontade de voltar e provar todos.


:: Alberto’s Cheese and Wine Bistro

Também famoso pela Muffaleta e é apenas um box no mercado francês. Por alguns é considerada até melhor que da Central Grocery.

Prove a de carne dupla e peça quente. Excelente opção para uma refeição rápida, com opções de vinhos e cervejas, saladas e queijos. Preço honesto, a comida excelente e o local informal e bem descontraído. 

Procure por uma mesa na área do mercado, para observar as pessoas, busque pelas mesas pequenas lá fora, onde a música está perto o suficiente para ouvir, mas longe o suficiente para não ser tão alto. Site oficial aqui.


:: Stein’s Market and Deli

Considerado por alguns como os melhores sanduíches de NOLA.


:: Parkway Bakery and Tavern

Bom para um clássico po’boy de Nova Orleans. De camarões fritos e ostras fritas à salsicha defumada e batata doce frita, a Parkway oferece uma ampla gama de combinações de po’boy.


:: Gene’s Po-Boys

Um Poboy mais raíz pode ser encontrado aqui, na esquina de Rampart com Elysian Fields (no grande edifício rosa Pepto Bismol).

Eles têm mesas e máquinas caça-níqueis. E daiquiris logo ao lado.

É um ambiente muito muito ruim, mas TOTALMENTE Nova Orleans. Rs Nós fomos e nos sentimos locais. 


:: Central Grocery and Deli

Aqui eles vendem a Muffaleta mais famosa de NOLA. Na loja tem até porta de entrada e saída, pra você ter noção de como fica cheio. Eles fazem montanhas de muffuletas por dia, e como são servidas frias elas ficam empilhadas atrás do balcão para que seja rapidamente entregue.

Nós provamos, confesso que não chega aos pés de um Po-Boy, mas é bem gostoso e por ser típico, merece ser provado. Só cuidado com o tamanho, duas pessoas comem meia, se for pedir inteira saiba que vai durar pelo menos 2 refeições. Uma inteira custou $18. 

Endereço: 923 Decatur Street New Orleans, LA 70116


Johnny’s Po-Boys – Camarão empanado

:: Johnny’s Po-Boys

Esse é um dos Po-Boy’s mais tradicionais e famosos da cidade, é imperdível. Peça o camarão frito e não erre, é o mais vendido.

Divida pra dois, é quase impossível comer um sozinho. Se você não gosta de frutos do mar, tem as 20 opções de Po-Boys pra escolher. Você vai encontrar vários Po Boys pela cidade, mas esse foi um dos melhores. Os Po-Boys custam entre US$ 6 e 9.

Endereço: 511 Saint Louis Street – French Quarter – Funcionamento: Diariamente, das 8h às 16h30. Clique aqui pra ver o site oficial deles.

Curiosidade final: Origem do nome Po-Boy

A origem do nome do sanduiche mais famoso de Nola possui uma história curiosa e triste.

No final dos anos 1800, sanduíches de ostra fritos em pães franceses eram conhecidos em New Orleans e San Francisco como ‘oyster loaves’ (pães de ostra), um termo ainda em uso no século XXI. Um sanduíche contendo camarão frito e ostras fritas é muitas vezes chamado de “peacemaker” (pacificador) ou “La Mediatrice” (Mediadora).

A história mais comum sobre a origem do termo “po’boy” é que em 1929, durante uma greve de quatro meses contra a companhia de bonde, os irmãos Martin (Ex condutores de bonde e na época donos de restaurante) serviram aos seus ex-colegas sanduíches grátis.

Os trabalhadores dos restaurantes de Martins, em brincadeira, se referiam aos grevistas como “poor boys” (meninos pobres), e logo os próprios sanduíches assumiram o nome, que no dialeto da Louisiana, ‘poor’ é naturalmente encurtado para “po”.

Fizemos uma seleção das cervejarias imperdíveis em NOLA, então se você também gosta de uma cerveja artesanal, clica aqui pra ler mais sobre o que tem por lá.


Espero que esse conteúdo tenha te ajudado a planejar sua viagem. Se tiver dúvidas, sugestões ou contribuições para compartilhar com outros viajantes, deixa nos comentários ai no final 🙂

Sobre mim

Olá, meu nome é Ingrid.
Sou Engenheira, Foodie e Escritora de viagem :)

Tenho uma curiosidade infinita pelas diferentes formas de viver, culturas, tradições e sabores.

Já passei por mais de 30 países e hoje sou nômade digital, trabalho de qualquer lugar do mundo, mas escolhi o Porto como lar.

Conecta-te comigo
Planeje sua Viagem
Descubra os buscadores que usamos para pagar mais barato e viajar mais
Grátis

Autor desse artigo:

Compartilhe esse artigo com seus amigos
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

Que tal um 'até logo'?
Receba nossas dicas por email