Chile: Comidas típicas – O que comer e beber

Com os Andes montanhosos e as ricas regiões da Patagônia, Santiago e sua população populosa, e as incontáveis ​​cidades e cidades portuárias costeiras, o Chile é um dos países mais diversificados da região da América do Sul. Na riqueza do solo chileno nascem alimentos impregnados com o sabor da natureza que se estendem para o mundo.
Os ingredientes levam impresso em cada sabor os mais de 4.000 quilômetros de litoral e do desenvolvimento de 17 climas, fazendo-os únicos. Destes produtos preparados com técnicas locais surgem preparações originais, dando uma identidade própria e nova vida aos alimentos.
Cada área do país oferece aos viajantes ambientes únicos, e a cozinha chilena é igualmente variada. Há uma abundância de receitas em cada região, mas existem alguns pratos chave que você pode encontrar, não importa onde sua jornada pelo Chile o leve.


Ingredientes típicos

:: Quínoa: Deleite-se com os pratos ricos em quínoa, que oferecem as culturas e terras do norte;
:: Frutas tropicais: Você encontrará nos vales férteis no meio do deserto.
:: Peixes e mariscos: Inquestionáveis protagonistas da extensa costa chilena.
:: Machas a la parmesana: Mexilhões
:: Catutos: massa feita com grãos triturados


Pratos típicos

:: Mote con huesillo: Atravessando Santiago ou outras cidades do Chile, você pode ver pessoas bebendo o que parece um coquetel de bronzeado de vendedores ambulantes. Na verdade, é uma bebida sem álcool que é tradicional para os chilenos no verão chamado mote con huesillo . É feito de pêssegos secos embebidos durante a noite em um xarope de néctar e misturado com trigo fresco, água e açúcar mascavo.

Mote con Huesillo

:: Pastel de Choclo: Se traduz em “torta de milho”. Muito presente na zona central do Chile, nas tradições rurais ou huasas (similar a gaúchas). É como um escondidinho, mas com grãos de milho doce no lugar da batata ou aipim, e o “recheio” normalmente é feito com ovo cozido, azeitonas e carne moída ou frango.
Pastel de Choclo ao fundo

:: Empanada de Pino: Uma massa recheada que pode ser cozido ou frito. Há uma variedade de recheios utilizados, mas o mais tradicional é pino, carne moída misturada com cebolas, passas, azeitonas e ovos cozidos. No Chile as empanadas são grandes o suficiente pra servirem como refeição, então cuidado com a quantidade. Comemos alguns fritos que pareciam muito com nosso pastel, só que a massa era bem mais grossa. Em Santiago, você pode encontrar empanadas por todos lados, mas no Mercado Central é uma ótima opção!
:: Sanduíche Churrasco: Feito com diferentes tipos de carne – bovina, cordeiro, cabra e até de lhama podem compor esse prato. Um corte fino de bife, grelhado e servido em um pão local e pode ser acompanhado de tomate, abacate e maionese. Você pode encontrá-lo tarde da noite de com vendedores ambulantes. Servido com batatas fritas e um ovo frito no topo, também pode ser servido como uma refeição completa no típico estilo andino “a lo pobre”.
:: Arrollado de huaso: Um Anthony Bourdain favorito do Chile, arrollado de huaso é um rolo de porco que foi cortado, misturado com fatias de bacon, chilis e especiarias, enrolado em pele de porco e depois fervido. Servido com salsa de abacate e outros vegetais, é um prato chileno do sul.
:: Erizos del mar: Como este é um país costeiro, o marisco desempenha um papel tão importante na dieta chilena como a carne. Amêijoas cobertas com tortas de parmesão e caranguejo para pratos de lagosta e lulas, há pratos de frutos do mar que são amados pelos chilenos.
:: Sopa Patagonica: Um prato de sopa tradicional do arquipélago de Chiloé, uma região de várias ilhas ao largo da costa central do Chile, a carne de porco é misturada com frutos do mar, como camarão e mexilhão e batatas chilenas.
:: Caldo de Congrio: Caldo de congrio, com um pedaço grande no meio. A versão do poeta Pablo Neruda possui camarões e creme de leite.
:: Humita: É a nossa famosa pamonha.
:: Ostiones al pil pil: Ostras com tempero apimentado.
:: Cazuelas: Sopa de legumes com uma carne – frango, carne ou cordeiro. Comida de inverno.
:: Tortillas de rescoldo: Empanada feita sob brasa e cinzas, provinda da cozinha mapuche.
:: Curanto de Chiloé: Em Chiloé, maravilhe-se com a preparação do curanto, cozimento de mariscos, carnes, batatas, frutos do mar, linguiça, frango e as algas, que além do sabor, servem pra separar as camadas de comida. A forma tradicional de cozinhar é em brasas e pedras, diretamente em um buraco na terra. Esse é dificil achar em restaurante, pois a preparação é basicamente um evento, então a forma mais provável de comer será visitando Chiloé e época de festival.
:: Curanto a la olla ou Pulmay: A versão mais prática do Curanto de Chiloé, que é feito na panela.
:: Centolla: Se a Patagônia é o seu destino, não deixe de provar esse cobiçado caranguejo real austral.
:: Cordeiro magalhânico: Também tradicional da Patagônia, coma “no espeto”, um verdadeiro festival para seus sentidos!

:: Carbonada: Prato de inverno, caldo com carne picada, batata e macarrão.
:: Porotos granados: Feijão chileno, preparado com vários legumes, principalmente milho. Mais feito no verão.
:: Poroto com rienda: Versão inverno do ‘Poroto granado’, que é com macarrão ao invés do milho verde.
:: Chupes: Torta com massa de pão, cebola, batata e creme de leite e é sempre servida em greda (potes de barro). O recheio pode ser de jaiba (caranguejo), guatitas (entranhas de vaca), centolla (caranguejo gigante) ou de loco (típico fruto do mar do sul).
:: Lomo/ Bistec a Lo Pobre: Apesar de ter nome pobre, é sempre cara. Bife com batata frita, ovo e cebola frita. Tem a versão pollo (frango), salmão, ou outra carne. Pra você saber, o lomo é carne de porco e a Bistec é carne de vaca.
:: Completos: Trash food dos pratos típicos. Pão, salsicha, chucrute, tomate picadinho, abacate, maionese.
:: Sopaipilla passada: Sobremesa, massa de pão frita com uma calda doce (tipo rapadura) com especiarias.
:: Cancato: Prato de peixe grelhado com queijo, tomate e linguiça.
:: Calzones rotos: Igual a cueca furada, uma massinha doce frita que se come com açúcar.
:: Chapalele: Massa de batata, similar ao noque, porém maior.
:: Chicharrón: carne de porco frita, parecida com o torresmo.
Eita, é muita comida hein?! Não é tão fácil encontrar todos, mas aposto que é um delicioso desafio. Já provou algum? Gostou? Não gostou? Comenta aí.

Deixe um comentário