Chile: Comidas típicas – O que comer e beber

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on twitter
Share on pinterest

Veja o índice desse artigo

Com os Andes montanhosos e as ricas regiões da Patagônia, Santiago e sua população populosa, e as incontáveis ​​cidades e cidades portuárias costeiras, o Chile é um dos países mais diversificados da região da América do Sul. Na riqueza do solo chileno nascem alimentos impregnados com o sabor da natureza que se estendem para o mundo.
Os ingredientes levam impresso em cada sabor os mais de 4.000 quilômetros de litoral e do desenvolvimento de 17 climas, fazendo-os únicos. Destes produtos preparados com técnicas locais surgem preparações originais, dando uma identidade própria e nova vida aos alimentos.
Cada área do país oferece aos viajantes ambientes únicos, e a cozinha chilena é igualmente variada. Há uma abundância de receitas em cada região, mas existem alguns pratos chave que você pode encontrar, não importa onde sua jornada pelo Chile o leve.


Ingredientes típicos

:: Quínoa: Deleite-se com os pratos ricos em quínoa, que oferecem as culturas e terras do norte;
:: Frutas tropicais: Você encontrará nos vales férteis no meio do deserto.
:: Peixes e mariscos: Inquestionáveis protagonistas da extensa costa chilena.
:: Machas a la parmesana: Mexilhões
:: Catutos: massa feita com grãos triturados


Pratos típicos

:: Mote con huesillo: Atravessando Santiago ou outras cidades do Chile, você pode ver pessoas bebendo o que parece um coquetel de bronzeado de vendedores ambulantes. Na verdade, é uma bebida sem álcool que é tradicional para os chilenos no verão chamado mote con huesillo . É feito de pêssegos secos embebidos durante a noite em um xarope de néctar e misturado com trigo fresco, água e açúcar mascavo.

Mote con Huesillo

+ Você pode se interessar também: Cupom de desconto em Chip pra viajar

:: Pastel de Choclo: Se traduz em “torta de milho”. Muito presente na zona central do Chile, nas tradições rurais ou huasas (similar a gaúchas). É como um escondidinho, mas com grãos de milho doce no lugar da batata ou aipim, e o “recheio” normalmente é feito com ovo cozido, azeitonas e carne moída ou frango.
Pastel de Choclo ao fundo

:: Empanada de Pino: Uma massa recheada que pode ser cozido ou frito. Há uma variedade de recheios utilizados, mas o mais tradicional é pino, carne moída misturada com cebolas, passas, azeitonas e ovos cozidos. No Chile as empanadas são grandes o suficiente pra servirem como refeição, então cuidado com a quantidade. Comemos alguns fritos que pareciam muito com nosso pastel, só que a massa era bem mais grossa. Em Santiago, você pode encontrar empanadas por todos lados, mas no Mercado Central é uma ótima opção!
:: Sanduíche Churrasco: Feito com diferentes tipos de carne – bovina, cordeiro, cabra e até de lhama podem compor esse prato. Um corte fino de bife, grelhado e servido em um pão local e pode ser acompanhado de tomate, abacate e maionese. Você pode encontrá-lo tarde da noite de com vendedores ambulantes. Servido com batatas fritas e um ovo frito no topo, também pode ser servido como uma refeição completa no típico estilo andino “a lo pobre”.
:: Arrollado de huaso: Um Anthony Bourdain favorito do Chile, arrollado de huaso é um rolo de porco que foi cortado, misturado com fatias de bacon, chilis e especiarias, enrolado em pele de porco e depois fervido. Servido com salsa de abacate e outros vegetais, é um prato chileno do sul.
:: Erizos del mar: Como este é um país costeiro, o marisco desempenha um papel tão importante na dieta chilena como a carne. Amêijoas cobertas com tortas de parmesão e caranguejo para pratos de lagosta e lulas, há pratos de frutos do mar que são amados pelos chilenos.
:: Sopa Patagonica: Um prato de sopa tradicional do arquipélago de Chiloé, uma região de várias ilhas ao largo da costa central do Chile, a carne de porco é misturada com frutos do mar, como camarão e mexilhão e batatas chilenas.
:: Caldo de Congrio: Caldo de congrio, com um pedaço grande no meio. A versão do poeta Pablo Neruda possui camarões e creme de leite.
:: Humita: É a nossa famosa pamonha.
:: Ostiones al pil pil: Ostras com tempero apimentado.
:: Cazuelas: Sopa de legumes com uma carne – frango, carne ou cordeiro. Comida de inverno.
:: Tortillas de rescoldo: Empanada feita sob brasa e cinzas, provinda da cozinha mapuche.
:: Curanto de Chiloé: Em Chiloé, maravilhe-se com a preparação do curanto, cozimento de mariscos, carnes, batatas, frutos do mar, linguiça, frango e as algas, que além do sabor, servem pra separar as camadas de comida. A forma tradicional de cozinhar é em brasas e pedras, diretamente em um buraco na terra. Esse é dificil achar em restaurante, pois a preparação é basicamente um evento, então a forma mais provável de comer será visitando Chiloé e época de festival.
:: Curanto a la olla ou Pulmay: A versão mais prática do Curanto de Chiloé, que é feito na panela.
:: Centolla: Se a Patagônia é o seu destino, não deixe de provar esse cobiçado caranguejo real austral.
:: Cordeiro magalhânico: Também tradicional da Patagônia, coma “no espeto”, um verdadeiro festival para seus sentidos!

:: Carbonada: Prato de inverno, caldo com carne picada, batata e macarrão.
:: Porotos granados: Feijão chileno, preparado com vários legumes, principalmente milho. Mais feito no verão.
:: Poroto com rienda: Versão inverno do ‘Poroto granado’, que é com macarrão ao invés do milho verde.
:: Chupes: Torta com massa de pão, cebola, batata e creme de leite e é sempre servida em greda (potes de barro). O recheio pode ser de jaiba (caranguejo), guatitas (entranhas de vaca), centolla (caranguejo gigante) ou de loco (típico fruto do mar do sul).
:: Lomo/ Bistec a Lo Pobre: Apesar de ter nome pobre, é sempre cara. Bife com batata frita, ovo e cebola frita. Tem a versão pollo (frango), salmão, ou outra carne. Pra você saber, o lomo é carne de porco e a Bistec é carne de vaca.
:: Completos: Trash food dos pratos típicos. Pão, salsicha, chucrute, tomate picadinho, abacate, maionese.
:: Sopaipilla passada: Sobremesa, massa de pão frita com uma calda doce (tipo rapadura) com especiarias.
:: Cancato: Prato de peixe grelhado com queijo, tomate e linguiça.
:: Calzones rotos: Igual a cueca furada, uma massinha doce frita que se come com açúcar.
:: Chapalele: Massa de batata, similar ao noque, porém maior.
:: Chicharrón: carne de porco frita, parecida com o torresmo.
Eita, é muita comida hein?! Não é tão fácil encontrar todos, mas aposto que é um delicioso desafio. Já provou algum? Gostou? Não gostou? Comenta aí.

Sobre mim

Olá, meu nome é Ingrid.
Sou Engenheira, Foodie e Escritora de viagem :)

Tenho uma curiosidade infinita pelas diferentes formas de viver, culturas, tradições e sabores.

Já passei por mais de 30 países e hoje sou nômade digital, trabalho de qualquer lugar do mundo, mas escolhi o Porto como lar.

Conecta-te comigo
Planeje sua Viagem
Descubra os buscadores que usamos para pagar mais barato e viajar mais
Grátis

Autor desse artigo:

Compartilhe esse artigo com seus amigos
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

Que tal um 'até logo'?
Receba nossas dicas por email