Rick Steves dá um conselho para evitar ser furtado viajando

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on twitter
Share on pinterest
Veja o índice desse artigo

Rick Steves dá um conselho para evitar ser furtado viajando

Só porque algo nunca aconteceu com você não significa que nunca acontecerá.

O escritor de viagens americano Rick Steves, possui uma filosofia de viagem que encoraja as pessoas a explorar áreas menos turísticas de destinos e a imergir no modo de vida das pessoas locais. Já havia viajado mais de 4.000 dias e nunca havia sido roubado, até que essa série feliz, infelzimente terminou – ele foi vítima de um golpe de furto em Paris.

Segundo ele, a culpa foi dele. (Minha observação: Não! A culpa nunca é da vítima, gravem isso)

“Eu não estava usando meu cinto de dinheiro – uma pequena bolsa usada na cintura sob suas roupas. Perdi minha carteira de motorista, cartões de crédito e dinheiro. Voltei ao meu hotel, referi-me ao “em caso de emergência” no meu guia de Paris e comecei a cancelar meus cartões de crédito. Minha experiência só mostra que, mais cedo ou mais tarde, se você não estiver em guarda, usando um cinto de dinheiro – ou pelo menos mantendo tudo devidamente fechado e abotoado – você provavelmente será uma vítima.”

Cintos de dinheiro, Bolsas de cintura ou até pochetes para viagem são itens de moda que não agradam a todos, não tão sexys, mas ainda práticos.

Steves não detalhou mais sobre sua experiência com o batedor de carteiras, mas é provável que isso tenha acontecido em uma das linhas de metrô de Paris. Sabe-se que lá os ladrões têm como alvo os turistas, especialmente na Linha 1, que percorre os locais mais famosos da cidade.

Em defesa de Steves, os furtos em Paris estão notavelmente entre os piores do mundo e cada vez mais piorando, principalmente com a massiva imigração que estão sofrendo. Em 2018, a cidade enviou mais 5.000 policiais para proteger os turistas contra ladrões de malas, vendedores de rua ou golpistas gerais.

Se você estiver paranóico com a segurança de sua carteira, siga as dicas que demos nesse post. A melhor maneira de evitar ser roubado é criar dificuldades, o ladrão sempre vai preferir furtar quem estiver mais vulnerável.

E como medida extra de segurança, prepare-se também pra caso o furto ocorra. Faça cópias e digitalizações de documentos importantes, faça backup de dados digitais importantes e deixe-os acessíveis no exterior usando o Dropbox ou serviço similar. Garanta que todos os seus dispositivos estejam protegidos por senha.

Se você foi vítima de um batedor de carteiras, denuncie o crime à polícia como um assalto. Cancele todos os cartões de crédito e suspenda o serviço móvel se o telefone foi roubado.

É normal ficar mais relaxado quando viajamos, assim nos tornamos mais vulneráveis. Quase todos os crimes sofridos pelos turistas são evitáveis e não-violentos. Esteja ciente e alerto para as armadilhas da viagem, mas não deixe de relaxar e se divertir. Pode não ajudar no momento, mas se você for uma vítima, lembre-se de que sua perda será uma boa história quando você chegar em casa.

Sobre mim

Olá, meu nome é Ingrid.
Sou Engenheira, Foodie e Escritora de viagem :)

Tenho uma curiosidade infinita pelas diferentes formas de viver, culturas, tradições e sabores.

Já passei por mais de 30 países e hoje sou nômade digital, trabalho de qualquer lugar do mundo, mas escolhi o Porto como lar.

Conecta-te comigo
Planeje sua Viagem
Descubra os buscadores que usamos para pagar mais barato e viajar mais
Grátis

Autor desse artigo:

Compartilhe esse artigo com seus amigos
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

Translate »