Festa dos Tabuleiros em Tomar – Dicas Práticas

O que é a Festa dos Tabuleiros

A Festa dos Tabuleiros em Tomar acontece de quatro em quatro anos no mês de julho. É uma das maiores e mais antigas festas do país, a que mais recebe visitantes em Portugal. Recebe-se mais de meio milhão de pessoas apenas no dia do cortejo principal, no domingo. Também é considerada um dos ícones culturais de Portugal, com fama internacional de ser um dos maiores Festivais do Mundo.

Confesso que antes de conhecer, fiquei a me perguntar o porquê de acontecer apenas com essa frequência, mas essa dúvida é logo respondida ao chegar na festa. A cidade toda se empenha em abriga-la, todas as ruas do centro histórico são decoradas com flores de papel de diversos decorativos criativos. Cada rua tem um tema e um “título” explicativo, então você notará que cada rua estará preocupada em trazer alguma mensagem ou homenagem, com decorações combinadas.

A Festa dos Tabuleiros atualmente é uma festa de Ação de Graças Cristã, pois desde o século XIV ela é celebrada como uma festa de Culto do Espirito Santo, que manteve as suas características inalteradas desde o século XVII, mas há vestígios das antigas festas pagãs em celebração da colheita, da fartura e da fertilidade.

A tradição continua e a maioria das cerimônias permanece a mesma, entre elas o cortejo da chegada dos bois do Espírito Santo (Cortejo do Mordomo), o Cortejo dos Tabuleiros e sua benção, o formato do tabuleiro, os trajes dos participantes e a Pêza.

Veja mais festas tradicionais em Portugal aqui.

Tradições da Festa dos Tabuleiros em Tomar

Tabuleiros: É claro, os tabuleiros são as estrelas principais. Tradicionalmente ele deve ter a mesma altura da rapariga que o transporta, então quanto mais alta, maior o tabuleiro. Ele é decorado com flores de papel, folhas, espigas de trigo, 30 pães (400gr cada) enfiados em 5 ou 6 canas que saem de um cesto de vime embrulhado em um pano bordado banco. O topo do tabuleiro carrega também uma coroa com a Cruz de Cristo ou a Pomba do Espírito Santo.

Construir um tabuleiro não depende somente de criatividade. Há um rito bem estabelecido que deve ser seguido na montagem, desde colocar o cesto de molho por 12 horas antes da montagem, até a amarração com arame para travar os pães. Elas podem ser enfeitadas com papel, ou pintadas a dourado ou a prateado.

Desfile dos tabuleiros: É o mais característico da festa, o momento que todos aguardam. Cada bloco representa as freguesias do concelho e anda por 5km das ruas de Tomar. Inicia-se com gaiteiros e fogueteiros, depois o Pendão do Espirito Santo e as três Coroas dos Imperadores e Reis, e depois os Pendões e Coroas de todas as freguesias. 

Colchas: A população costuma pendurar nas janelas as colchas vermelhas como forma de prestígio a procissão. Isso é comum em muitas festas cristãs como o Corpus Christi.

Cortejos: O desfile dos tabuleiros é o ponto alto da festa, mas há outras cerimónias tradicionais como o Cortejo das Coroas, o Cortejo dos Rapazes, o Cortejo do Mordomo, a chegada dos Bois do Espírito Santo, Cortejos Parciais e os Jogos Populares.

  • Cortejo do Mordomo: Acontece na sexta feira antes do Cortejo dos Tabuleiros. Simboliza a entrada dos bois que antigamente eram abatidos como saacrificio para distribuição da carne.
  • Cortejo dos Bois do Espírito Santo: Atualmente é um cortejo de carruagens e cavaleiros.
  • Cortejo dos Rapazes: Parecido com o grande cortejo, mas aconteece no domingo anterior e as crianças dos Jardins de Infância e Escolas Básicas participam.
  • Desfile Parcial: Acontece no sábado antes do domingo principal. Esse eu considero o melhor dia para ver o desfile, pois é mais vazio, é possível ver todas as ruas enfeitadas e fazer refeições tranquilamente. Nesse parcial são centenas de tabuleiros que também estão presentes no desfile de domingo. A festa é linda e pouco caótica ao sábado.

Tapetes de Flores de Papel: Essa é uma das tradições mais antigas e que tem origem em Tomar. Várias ruas da cidade são ornamentadas, mas principalmente as ruas do centro histórico. São milhões de flores preparadas por vários meses para embelezarem a festa. Muitas outras cidades do país passaram a reproduzir em festas esses tapetees e decorações com flores de papel, mas nenhuma com tamanha dimensão.

Pêza: Acontece no dia seguinte ao Cortejo, na segunda feira, e consiste na partilha entre a população do pão, do vinho e da carne que foram benzidos no dia anterior pela população.

Trajes: O feminino tradicional é um vestido branco comprido, com fita colorida cruzando no peito e um Tabuleiros sendo carregado na cabeça. O masculino é uma calça escura, blusa branca com mangas dobradas, gravata da mesma cor da fita da mulher e barrete no ombro.

Jogos Populares Tradicionais: Acontece no sábado antees do desfile. São corridas de bilhas e pipas, tração de cordas, subida do pau ensebada, chinquilho e outros.


Como Chegar

Tomar é uma cidade Templária pertencente ao distrito de Santarém, na região do Centro e sub-região do Médio Tejo. Fica no meio entre Porto e Lisboa.

Saindo de Lisboa: Você pode pegar um trem na estação‘Lisboa Santa Apolónia‘ para Tomar e após 22 estações chegar. Demora umas 2h e é uma viagem operada pela CP. Custa 14€ o trecho na classe turística e 18,1€ na classe conforto. De carro é 1h e 30min.

Saindo do Porto: Você pode pegar um trem na estação de Campanhã para Tomar. Custa a partir de 17€ e demora umas 4h pra chegar. Outra alternativa é alugar um carro, que vai demorar 2h pra chegar.

Alugar Carro: Para qualquer outro destino e até para quem sai de Lisboa ou Porto, vale comparar com aluguel do carro, principalmente se for mais de uma pessoa, pois o valor a se pagar de comboio pode ser mais caro que ir de carro, e ainda chegar mais rápido, ter mais flexibilidade e conhecer outros sítios no caminho. Eu sempre alugo pela DiscoverCars, Rentalcars ou pela Rentcars, são comparadoras de preço que me fornecem sempre os preços mais baixos disponíveis.

A festa prevê que haverá muitos carros e existem parques de estacionamento grátis, veja aqui quais são e os mapas de onde encontrar cada um.

+ Você pode se interessar também: Cupom de desconto em Chip pra viajar


O que não perder em Tomar

Como só acontece de quatro em quatro anos, o ideal é que você se prepare para assistir um desfile/ procissão dos tabuleiros (clique aqui pra ver o mapa do cortejo), que é o evento principal e mais característico da festa. O ano de 2019 foi ano de festa e o Desfile percorreu 5km das principais ruas da cidade recebendo chuvas de pétalas, e casas decoradas tipicamente pelo caminho. As coroas saem de lugares específicos, você pode se posicionar próximo de alguma saída ou em algum ponto no meio do cortejo, fique tranquilo pois dá pra tirar foto tranquilo.

Minha dica é: Vá no sábado, que tem o desfile parcial dos tabuleiros, pois como citei lá em cima, a festa recebe mais de meio milhão de visitantes no domingo, então para visitar as ruas, ver o desfile, comer e tudo o mais pode ser bem caótico no domingo, que é o dia principal. Se você puder ir mais dias, melhor ainda. o/

Aproveite pra conhecer a cidade de Tomar, que abriga o Convento de Cristo, declarado Património Mundial.

Veja aqui a programação da festa que foi em 2019.

Aqui o site oficial da festa com todas as informações.

E aí, gostou de conhecer essa festa? Já foi alguma vez? Pensa em conhecer? Deixa seu comentário aí embaixo 🙂

3 comentários em “Festa dos Tabuleiros em Tomar – Dicas Práticas”

  1. Adorei o post! Muito e informativo, só me deixou com mais vontade de conhecer o local, mas amei mesmo as fotos. Obrigado pelas dicas.
    Quanto mais eu leio mas tenho vontade de ir morar em Portugal.

    Responder
    • Aí que felicidade ler isso! O objetivo era esse, trazer mais curiosos pra conhecer a cultura de Portugal.
      As fotos foram tiradas por amadores (nós), mas foi nosso olhar da festa, fico feliz de que transmitiu um pouquinho do encanto 🥰

      Responder

Deixe um comentário