Dar es Salaam: Onde ficar – Melhores bairros, regiões e hotéis pra se hospedar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on twitter
Share on pinterest

Veja o índice desse artigo

Dar Es Salam é a maior cidade da Tanzânia, porém, para turistas funciona mais como uma ponte para Arusha ou porto para os barcos que seguem para as ilhas de Pemba e Zanzibar. Preocupe-se em ficar próximo às barcas, caso você esteja ali só para isso, próximo ao bairro Kisutu. Essa é a área mais bonitinha e mais próxima dos pontos de interesse, qualquer coisa um pouco mais distante, já complica um pouco o deslocamento.

  • Endereço do Zanzibar Ferry: Sokoine Dr

Minha dica aqui não é olhar muito preço, porque a diferença de um sem estrelas pra um 5 estrelas não é muito grande, o que vai fazer diferença é realmente o hotel, o estilo, a limpeza. Se vocês olharem as fotos, notarão que existem estilos “locais” e estilso internacionais, mais cleans e espaçosos, cabe a você decidir o estilo que prefere.

Opções de Hotéis

:: Hong Kong Hotel ($): Essa foi a nossa escolha para Dar es Salaam. Escolhemos aqui pois achávamos que ficando nesse hotel estávamos super perto do porto. Engano nosso, Dar é enorme e tudo que parece perto, é longe. De qualquer forma acabou sendo bom, pois mesmo não estando colado no porto estávamos a 20 minutos à pé, e conhecendo a cidade percebemos que há hotéis muuuuuito mais afastados que isso. Chegando no porto todos os demais pontos de interesse são próximos.
O café da manhã era realmente bom, variado e é claro, em estilo chinês, com rolinhos primavera e tudo que tem direito, foi um dos melhores cafés de hotel pela viagem, os demais não tinham tanta variedade.
Além de estar ‘próximo’ aos pontos de interesse, o hotel está localizado no bairro que hospeda um dos maiores shoppings à céu aberto da cidade, é imenso! São incontáveis ruas com ambulantes, barraquinhas, lojas…uma loucura! Foi ótimo conhecer um pouco do dia-a-dia deles, observar como a cidade funciona para os locais.
Cobraram US$35 no translado do aeroporto para o hotel, é um trajeto de nem 15 minutos, achei bem caro, mas como chegamos de madrugada, aceitei. Quando chegamos no aeroporto, não encontramos o motorista e pegamos um táxi normal que cobrou mais e negociamos até pagar o mesmo. Minha dica aqui, use UBER! É o único lugar da Tanzânia que conseguimos usar e foi muuuuuuito, mas muuuito mais barato quando utilizamos nos demais dias, mais barato que tuk-tuk.

  • Pontos positivos: Café da manhã, preço (US$30 a diária casal com café), localização, ar-condicionado.
  • Pontos negativos: Falta cortina ou box no banheiro (A maioria dos hotéis são assim), poucas tomadas, barulho da rua de manhã, alguns quartos possuem banheiro do lado de fora, é privativo, mas é fora do quarto. O chuveiro demorava à esquentar, mas quando esquentava, era ótimo. Os metais do banheiro e demais itens do quarto não pareciam muito novos, mas não atrapalharam nada.

Clique aqui ou no título, para ver o hotel no booking.

:: Giraffe Ocean View **** ($$$): Afastado da muvuca, mas com piscina e um pouco mais arrumadinho que os do centrão. Clique aqui para vê-lo.
:: Tanzanite Executive Suites **** ($$$)Esse é na meiuca, mas é bem moderno, clean e arrumadinho, o preço é bom, vale dar uma olhada nele. Olha aí a foto e clica pra ver ele no Booking.


 
:: Harbour View Suites ($$$): Os quartos com vista para o porto (harbour) são maravilhosos. Estiloso e moderno. Fica no centro de Dar es Salaam. Preço não muito barato. Clica na foto dele ai embaixo pra ver ele no Booking.
 

:: Kunduchi Beach Hotel & Resort *** ($$$): Se você não liga de ficar um pouco afastado do centrão, essa opção aqui é ótima, o hotel é bem pitoresco e tem um parque aquático anexo. Clica na foto dele ai embaixo pra ver ele no Booking.


:: Ramada ***** ($$$$): Também distante do centro, mas super confortável, clean e um 5 estrelas, sem ser os olhos da cara. Clica na foto dele ai embaixo pra ver ele no Booking.

:: Colosseum Boutique Hotel & Spa **** ($$$$$): Esse aqui também é mais nível internacional, um pouco mais caro que os anteriores, mas bem limpo e com todas as necessidades básicas. Clica aqui pra ver ele no Booking.
:: Oyster Bay Hotel ($$$$$$$$$): Próximo a praia, o Hotel Oysterbay fica bem próximo ao centro da cidade e a 20 minutos de carro do Aeroporto Internacional de Dar es Salaam. Eles possuem piscina ao ar livre, jardim e academia. Os quartos são equipados com ar-condicionado, sala de estar, e algumas oferecem varanda com vista para a piscina ou o jardim.
Perto dos outros, esse é caríssimo, mas deixo sempre uma opção luxo aqui pois tenho leitores e clientes que pedem. Clica aqui pra ver ele no Booking.
:: Bônus: Friendly Gecko Guest House ($$): Essa é uma oportunidade maravilhosa de você fazer um trabalho social na África. Se você conseguir ficar pelo menos 2 semanas em Dar Es Sallam, uma opção é ficar no Friendly Gecko Guest House, que oferece estadia bem mais barata pra quem auxiliar no trabalho social help2kids que fica próximo à estadia. Eles oferecem 15 vagas e você precisa ter pelo menos 18 anos. As crianças adoram conhecer e receber ajuda de pessoas de todo mundo, e será uma baita história pra contar.
Para mais informações sobre o projeto, clique aqui: help2kids website.
Se você não tem tanto tempo e quiser só ficar no lugar sem realizar o trabalho social, eles também recebem, por tarifas regulares. De qualquer forma é bom dar preferencia para quem colabora com um projeto desse.


Booking.com

Sobre mim

Olá, meu nome é Ingrid.
Sou Engenheira, Foodie e Escritora de viagem :)

Tenho uma curiosidade infinita pelas diferentes formas de viver, culturas, tradições e sabores.

Já passei por mais de 30 países e hoje sou nômade digital, trabalho de qualquer lugar do mundo, mas escolhi o Porto como lar.

Conecta-te comigo
Planeje sua Viagem
Descubra os buscadores que usamos para pagar mais barato e viajar mais
Grátis

Autor desse artigo:

Compartilhe esse artigo com seus amigos
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

Que tal um 'até logo'?
Receba nossas dicas por email