Benelux e Alemanha: Roteiro de 17 dias

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on twitter
Share on pinterest

Veja o índice desse artigo

Esse roteiro é uma pincelada do que fizemos, aos poucos vou atualizando com o ideal e com explicações mais aprofundadas, mas à principio, já fica esse rascunho aqui pra você ter uma ideia do que pode ser feito.

Dia 1: Chegada e Luxemburgo

  • Alugar carro
  • Ida pra Luxemburgo
  • Jantar Joelho de porco, porco e salsichas e tomar Clausel no Mousel’s Cantine
La Roche en Ardenne
La Roche en Ardenne – Photo by Quenten Janssen

Dia 2: Luxemburgo e La Roche-en-Ardenne

  • Estacione no centro de Lux
  • Passe pela baixa e no centro de escritórios
  • Café da manhã em Luxemburgo no Shumacker
  • Ida pra La Roche-en-Ardenne
  • Cervejas em La Roche, no Avi Tchesce
  • Castelo – Chateau Feodal
  • Entre na Igreja de St.
  • La Cave du Venitien – Lojinha de cervejas belgas
  • Coma batatas fritas numa Friterie
  • Passeie a pé pela cidade. Passe pelo beira rio, veja o tanque de guerra e outros monumentos.
  • Compre Jambon d’Ardenne – Maison Bouillon Et Fils
  • Veja a Les Grès De La Roche – Local que é especializado na utilização da argila local. Lojinha.
  • Cyril Chocolat – Loja de chocolate. (Um pouco afastada)
    • Compre chocolate, visite o museu e tome cafés e chocolates quentes.
  • Vá até Durbuy
  • Passeio a pé pela cidade, pelas ruazinhas
  • Prove Pizzas e cervejas no La Piaza
Dinan
Dinan – Photo by Alex Vasey

+ Você pode se interessar também: Cupom de desconto em Chip pra viajar

Dia 3 – Dinant, Spontin e Bruxelas

  • Check-out de Luxemburgo – Manhã em Luxemburgo
  • Tome café no Bakes
  • Passeie perto das casamatas
  • Assista a Troca de guarda
  • Ande até a ponte
  • Dirija até Dinant
  • Visite as Grottes
  • Coma batatas e frituras no Miam, um friterie.
  • Visite a Igreja.
  • Ande na Ponte – Tire foto nos Saxes
  • Vá até o Museu do Sax
  • Veja a Estátua do Adolph Sax
  • Suba na Citadela
  • Prove um Biscoito típico – Couques de Dinant – Não é bom, mas é típico rs
  • Vá para Bruxelas
  • Passe a noite em Spontin e veja o castelo
  • Chegue no hotel em Bruxelas
  • Se tiver pernas ainda, passe em frente ao
    • Royal Palace (Palais Royal),
    • Grand-Place de Bruxelas iluminado de vermelho,
    • Town Hall (Hotel de Ville)
    • Catedral de São Miguel e Santa Gúdula
  • E jante no Fin de Siecle, um purê com salsicha, um Jambonneau e costelinhas, tomando alguns chopes.

Dia 4: Bruxelas

  • Vá para o centro de Bruxelas
  • Tome café no Waffle House. Wafles salgados e doces.
  • Veja o Manequinho
  • Vá até o Grand Place
  • Entre na Igreja de São Miguel Santa Gudula
  • Visite o Museu das Histórias em quadrinhos
  • Prove algumas muitas cervejas no Delirium Café
  • Visite o Atom
  • Almoce/Jante no 9 at Voisins. Comida belga e cervejas.
Brugge Belgica
Brugge – Photo by Libby Penner

Dia 5: Gante e Brugge

  • Café no Chaplin
  • Prove dos doces da praça (nariz de Gent)
  • Passeie a pé pela Beira do rio e pontes
  • Veja as 3 Torres
  • Vá para Brugge
  • Macarrão Bocca
  • Cervejas das 100 torneiras
  • 2be, cervejas finais
Bruxellas
Bruxellas – Photo by Alvaro Polo

Dia 6: Bruxelas

  • Place le jue de balle (feirinha das pulgas). Feira 7 as 14h
  • Ida pra Leuven – Louvain é a capital da cerveja. Muitas marcas surgiram na cidade, mas duas delas são bem conhecidas por nós, brasileiros, a Stella Artois e a Domus. Pode-se fazer uma visita guiada a uma das fábricas da cidade, a Domus ou a Stella Artois e cada visita leva em média 30 minutos. Tem o bar mais longo do mundo, na Oude Markt.
  • Fábrica da Stella
  • Prefeitura
  • Almoce no Ellis, hambúrgueres
  • Cervejas no Domus
  • Volte pra Bruxelas
  • Veja o Atom de noite
Antuérpia
Antuérpia – Photo by Zoë Gayah Jonker

Dia 7: Antuérpia

  • Check-out
  • Ida pra Antuérpia
  • Castelo da beira do rio
  • Estátua do gigante matador de bêbados
  • Igreja de uma torre só.
  • Estação de trem
  • Rua famosa (Tá ótimo isso aqui né gente? Mas falei que eram minhas anotações só, juro que um dia conserto)
  • Waffles na rua. The smallest wafle shop
  • Estátua da mão
  • Cozinha do Napoleão/ Loja de chocolates
  • Comprar chocolates no Leônidas
  • Sopas no foodmaker
  • Cabron. Cervejas
  • Ida pra Roterdã
Kinderdijk
Kinderdijk – Photo by Giuseppe Bandiera

Dia 8: Roterdã e Kinderdijk

  • Roterdã
  • Vá para o centro e aproveite as Feirinhas e comidas das praças. Peixe frito, chocolates, frutas
  • Veja as Casas cubistas
  • Veja o Porto velho e arranha céu
  • Igreja São Lourenço
  • Loja de cervejas
  • Dougnuts
  • Vá para Kinderdijk
  • Travessia na barca de carro
  • Fotos dos moinhos
  • Visite pelo menos um Museu dentro de um moinho
  • Volte para Roterdã

Dia 9: Delft e Haia

  • Check-out de Roterdã
  • Vá para Delft
  • Igreja velha
  • Igreja antiga
  • Delft Velho
  • Compre queijos na lojinha depois de provar um monte
  • Museu da Porcelana
  • Vá pra Haia
  • Scheveningen. Praia.
  • Passe por dento do parque
  • Coma Pão com croquete na galeria
  • Casa do Maurício. Mauritshuis
  • Museu do Escher
  • Cervejas no Bodega
  • Vá pra Amsterdã e faça Check-in no hotel

Dia 10: Amsterdã

  • Vá ao centro de Amsterdã
  • Prove um Haring
  • Ande pelos Canais
  • Prove a Apple Pie
  • Visite a casa de Anne Frank se não estiver com fila de virar quarteirão
  • Vá na Igreja escondida.
  • Coma uma Batata frita no Vleminckx
  • Suba no Blue. Vista panorâmica, croquetes e cervejas.
  • Visite o Mercado das flores
  • Praça com Xadrez e inscrição em Latim
  • Parque Vondelpark
  • Praça dos Museus
  • I Amsterdam (Tire foto ao contrário e inverta a foto pra ter uma foto sem ninguém na frente)
  • Heineken Experience
  • Jante no Bier Fabriek. Galeto e cervejas da casa. Restaurante dos amendoins no chão.
  • Ande no Red Light Dictrict

Dia 11: Volendam e Markt

  • Muiderslot
  • Castelo
  • Volendam
  • Chegada em Volendam e caminhada pelo porto
  • Estátuas
  • Almoce frutos do mar fritos, Hering e enguia, e tomamos uma Heineken – Finest Food corner
  • Fábrica e museu do queijo
  • Fotos nas pontes
  • Hotel Spaander. Clientes pagavam com obras de arte.
  • Mercado antes de ir embora
  • Marken – Onde as casas era palafitas e tiveram o andar de baixo fechado. Cidade fica a 3 m abaixo do mar. Dique.
  • Ida a Marken – feita a barco, 45 min de travessia. Cervejas no barco.
  • Fábrica de sapatos
  • Lanche e cerveja na De verkeerde wereld.
  • Alkmaar
  • Jante no Portofino Italiano

Dia 12 – Haarlem, Utrech

  • Haarlem
  • Foto na ponte
  • Passe no Noord-Hollands Archief, por sorte alguém explicará sobre o arquivo e história da Holanda no local.
  • Bata perna na cidade
  • Cervejaria. Hambúrgueres e cervejas. Jopen. Era uma igreja e hoje é uma cervejaria.
  • Utrech
  • Torre separada da igreja
  • Dontorem
  • Cervejaria Oudaem. Cervejas e croquetes

Dia 13 – Amsterdam

  • Check out de Amsterdam
  • Heineken Experience
  • Almoço no Moeders
  • Ida pra Colônia

Dia 14 – Koln

  • Colônia
  • Catedral. Relíquias dos três reis magos.
  • Ponte dos cadeados. Foi a ponte onde isso começou.
  • Suba no mirante. Triangle
  • Almoce do outro lado da ponte com Joelho, salsicha e cerveja Kolsch. Restaurante tipicamente alemão.
  • Loja com a fonte de perfume.
  • Museu do perfume. Farina.

Dia 15 – Heidelberg

  • Check out de Colônia
  • Heidelberg
  • Almoço no Vetter. Cervejas da casa. Cerveja mais pesada do mundo, Vetter 33. Salsicha, Scnitzel e Queijo frito.
  • Subida no funicular
  • Castelo
  • Tonéis de vinho gigantes
  • Museu do remédio
  • Torre quebrada
  • Ponte e estátua do macaco
  • Doce do Café Gundel
  • Bad Marghentein
  • Dormir em Uffenheim

Dia 16 – Rothemburg, Wurzburg

  • Rothemburg
  • Praça central
  • Mapa no centro turístico
  • Siga a rota do mapa
  • Doces típicos. Schneeballen.
  • Museu da tortura.
  • Loja de Natal
  • Wurzburg
  • Subida na Kapelle
  • Compre vinho do Juliusspital
  • Igreja de Maria
  • Praça
  • Fotos na beira do rio Main
  • Ponte
  • Vinhos na Ponte
  • Ida pra Frankfurt e Checkin

Dia 17 – Frankfurt

  • Frankfurt
  • Vá para a praça principal
  • Praça Romer (Römerberg) – É a praça central da cidade velha. Depare com todo o estereótipo alemão e estilo germânico. As construções da praça são réplicas, recuperado o que foi destruído no passado.
  • Igreja de São Bartholomeu – A principal de Frankfurt, e que foi erguida nos séculos 14 e 15, em estilo gótico. A Catedral de Frankfurt foi construída nos anos 1300, mas já foi destruída e reconstruída algumas vezes. A última reconstrução foi durante a II Guerra Mundial. Hoje ela apresenta um estilo neogótico e está bastante conservada. Era na verdade uma capela, mas como nos anos 1500 as coroações dos reis passaram a acontecer em Frankfurt (e nessa capela), acabaram dando a ela o título maior.
  • Almoço
  • Memorial com as plaquinhas. Busque pela de Anne Frank. Memorial às vítimas do Holocausto, o Jewish Holocaust Memorial Wall.
  • Região de Zeil.
  • Bolsa de Valores de Frankfurt. Urso e Touro
  • Fotos na beira do Rio
  • Paulaner. Salsicha branca e doce.
Sobre mim

Olá, meu nome é Ingrid.
Sou Engenheira, Foodie e Escritora de viagem :)

Tenho uma curiosidade infinita pelas diferentes formas de viver, culturas, tradições e sabores.

Já passei por mais de 30 países e hoje sou nômade digital, trabalho de qualquer lugar do mundo, mas escolhi o Porto como lar.

Conecta-te comigo
Planeje sua Viagem
Descubra os buscadores que usamos para pagar mais barato e viajar mais
Grátis

Autor desse artigo:

Compartilhe esse artigo com seus amigos
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

Que tal um 'até logo'?
Receba nossas dicas por email