Roteiro de 1 dia por Chaves, Portugal

Veja o índice desse artigo

Roteiro de 1 dia por Chaves, Portugal

Chaves fica junto ao Rio Tâmega e bem próximo da fronteira com a Espanha, tendo sempre importância do ponto de vista estratégico-militar. Acabou sendo palco de batalhas – resistiu heroicamente à anexação a Castela no séc. XVI e no séc. XIX, as tropas invasoras de Napoleão sofreram a sua primeira derrota em solo português aqui – e até hoje é guardiã de vestígios civilizacionais da história de Portugal.

É uma Terra de ocupações remotas que vão desde a pré-história até aos nossos dias, por aqui passaram grandes civilizações e culturas como a romana, a visigótica, e até mesmo a muçulmana.

De entre essas civilizações a que mais prosperou e deixou legado nestas terras de trás os montes foi sem dúvida a romana, de quem Aquae Flaviae foi a sua digna representante.

Na época da ocupação romana Chaves era conhecida por “Aquae Flaviae”, nome que lhe foi dado pelo Imperador Flávio Vespasiano, que reconheceu a qualidade das nascentes termais aqui situadas. As propriedades curativas destas águas, as mais quentes da Europa, e que nascem com uma temperatura de cerca de 73º C, continuam a ser apreciadas até hoje no Parque Termal.

Um destino turístico pra quem busca fugir do óbvio e desfrutar de paz e tranquilidade. É a segunda maior cidade do Distrito de Vila Real, e também é conhecida pela riqueza gastronómica, de que se destacam os enchidos e o presunto.

Quando visitar Chaves – Melhores épocas e Festas

A melhor época do ano para visitar Chaves é no verão, entre junho e setembro. Assim evita frios extremos, mas nunca deixe de levar um guarda-chuva e um casaquinho pois a noite é sempre fresquinho.

Se não te importas com o frio, vá fora dessas épocas onde tudo está mais vazio e menos concorrido de turistas.

Outras boas épocas para conhecer a cidade é em tempo de festas. Veja aqui todas as festas típicas que acontecem em Chaves.

Em um dia é possível conhecer os principais pontos de interesse da cidade, segue aqui nosso mapinha e nossa sugestão de roteiro de um dia pela cidade.


Onde estacionar

No mapa ai em cima eu marquei onde é possível estacionar de graça em Chaves, pra não precisar se preocupar em ficar renovando parquímetro.


Roteiro de um dia em Chaves

Veja aqui tudo que há de interessante para ver e fazer em Chaves.

Esse é o o percurso proposto pela Cidade de Chaves para ver e conhecer o essencial, desde a Ponte Romana até ao Castelo. Adicionamos alguns outros pontos no meio e no final que também achamos que merecem ser observados.

  1. Ponte de Trajano: O percurso inicia-se na Ponte de Trajano, uma Ponte única dos tempos romanos que permite atravessar o rio Tâmega desde há quase dois mil anos.
  2. Termas Romanas: De imediato surgem as Termas Romanas, uma das possíveis razões da origem de Aquae Flaviae, classificadas como Monumento Nacional desde 2012 e actualmente em fase de musealização.
  3. Rua Direita: Já no centro histórico, suba pela rua Direita, uma das ruas mais charmosas, com casas rústicas, varandas e janelas coloridas.pode-se ver lá no alto as típicas e coloridas varandas de madeira, que merecem um olhar atento ao seu trabalhado.
  4. Praça da República: Uma praça que já foi cemitério, já abrigou mercados, e já sofreu várias mudanças no último século.
  5. Pelourinho: Construído em 1515, foi símbolo de justiça em outras épocas, depois de passear por algumas localizações, voltou a seu lugar de origem.
  6. Praça de Camões: Mesmo ao lado, abre-se a Praça de Camões, que abriga alguns dos edifícios mais emblemáticos da cidade.
  7. Posto de Turismo: Ainda na Praça de Camões. Peça um mapa e se quiser um passaporte da N2, aí eles vendem.
  8. Câmara Municipal: Ainda na Praça de Camões. O que já foi o maior edifício particular de Chaves, hoje abriga a Câmara Municipal.
  9. Igreja de Santa Maria Maior: Ainda na Praça de Camões. Entre gratuitamente na Igreja para tentar encontrar os traços construtivos de cada geração.
  10. Igreja da Misericórdia: Ainda na Praça de Camões. Conheça a capela do Paço dos Duques de Bragança, restaurada e remodelada durante o domínio Filipino.
  11. Museu da Região Flaviense: Ainda na Praça de Camões. junto a Igreja, está o edifício do antigo Quartel da Guarda Principal, onde outrora se estabeleceu o Paço dos Duques de Bragança, e hoje sede do Museu da Região Flaviense, com a sua vasta e riquíssima coleção epigráfica do período romano.
  12. Torre de Menagem do Castelo de Chaves: Ainda na Praça de Camões. Mesmo ao lado, a firme e imponente Torre de Menagem do Castelo de Chaves acolhe no seu interior o Museu Militar e oferece uma linda vista sobre o Jardim do Castelo e todo o Vale de Chaves.
  13. Pastelaria Maria: Bem próximo ao Castelo, procure uma fachada colorida e florida com a placa “Pastelaria Maria”, peça um pastel de Chaves e complete a experiência com uma iguaria típica da cidade.
  14. Termas de Chaves: Desça pela Alameda do Tabolado em direção ao Rio, cruzando ruas estreitas e vendo um pouco mais do centro histórico. Quase chegando ao Rio, Veja as Termas de Chaves e pare pela fonte do povo, para provar as afamadas águas quentes de Chaves.
  15. Pequena Ponte Medieval das Caldas: Uma ponte que atravessava o Ribeiro de Ribelas e hoje já encontra-se em uma zona seca.
  16. Parque Infantil do Tabolado: Se está com crianças, deixe que se divirtam em um dos parques de diversõa públicos mais recentes de Portugal. Ele é foi construído há mais de 15 anos, mas foi reformado recentemente.
  17. Ponte Pedonal ou Poldras de Chaves: Depois siga pela margem do rio Tâmega e escolha uma ponte para atravessar – a Ponte Pedonal ou as Poldras para os mais corajosos. Essa é uma das melhores vistas da ponte romana. Depois siga pelo caminho pedonal ainda na margem do Tâmega, mas pelo outro lado. Veja o Banco da Matemática do outro lado da Ponte Pedonal.
  18. Jardins Públicos de Chaves: Já do outro lado da margem, caminhe pelos trajetos que margeiam o Tâmega e chegue até os jardins públicos em um agradável passeio atravessando até o próximo ponto.
  19. Quilometro Zero da Estrada Nacional 2: Encontre o marco do Quilometro zero da Estrada Nacional 2
  20. Ponte Trajano: Você pode retornar pela ponte Trajano.

Adicione mais um dia

Pra quem pretende ficar mais dias, temos sugestões de passeios super interessantes para serem feitos:

Excursão a Tresminas e Pedras Salgadas

Descubra a maior mina de ouro do Império Romano com esta excursão de Chaves a Tresminas, e visite também o parque Pedras Salgadas!

No Parque Arqueológico de Tresminas, o guia te leva a entrar nas minas de ouro da época romana. Peguem as lanternas, coloquem os capacetes e descobram esse complexo mineiro que foi a maior mina de ouro do Império Romano até o século III. A visita encerra no Centro de Interpretação de Tresminas para conhecer o passado e presente desse complexo e o valor cultural e artístico que possui hoje em dia.

Depois seguem ao parque Pedras Salgadas, um lugar muito tranquilo e que é famoso por suas termas. O parque conta também com um resort de casas ecológicas e desenhos futuristas. Um belo contraste entre natureza e modernidade!

Veja aqui a informação completa desse passeio.

Tour pela Rota da Água

Passe por Vidago, uma pequena vila cujas águas medicinais são recomendadas pelos especialistas para tratar doenças como a gota ou diabetes. Visite o balneário e faça uma degustação da água mineral de Vidago, que é engarrafada desde 1886.

Depois volte a Chaves, capital da região de Alto Tâmega e visite as termas romanas, usadas para tratar doenças como o reumatismo ou problemas de pele graças ao seu alto conteúdo em sílica.

Continue pela Rota da Água e cruze a fronteira com a Espanha para visitar o castelo de Monterrey, uma fortaleza-palácio do século X, depois siga à cidade galega de Verín. Esse povoado é conhecido por seus mananciais naturais, dos quais é extraída a água comercializada em toda a Península Ibérica por marcas como Cabreiroá, Fontenova e Sousa. Visite seus balneários e de prove essas águas, além das da Fonte do Sapo e Caldeliñas.

Veja aqui a informação completa desse passeio.

Outras Opções de passeios


Onde ficar em Chaves

Pra quem quer conhecer o centrinho de Chaves, a melhor opção é que opte por alojamentos no centro histórico, como o Residencial Bem Estar, que foi onde ficamos a primeira vez que fomos.

Se quer ficar pelo centrinho mas quer algo mais moderno sem arriscar, há o Ibis Styles Chaves.

Se quer algo mais barato, olhe a Ester Guest House ou o Alojamento Central.

Se quer mais espaço ou viaja com a família, veja o Km 0 – Charming House, onde cabem até 6 pessoas em um apartamento com 3 quartos e 2 casas de banho. Ou o AQUACHAVES – Apart Studios que abriga até 4 pessoas.

Mas pra quem quer algo mais luxuoso e confortável, nossas sugestões é que olhe o Forte de São Francisco Hotel Chaves – situado num edifício histórico do século XVII, classificado como Monumento Nacional. Dispõe de um jardim de 15 000 m² com uma piscina exterior de frente para a cidade e para as montanhas circundantes. Ou outras opções como o Hotel Premium Chaves – Aquae Flaviae, o Castelo Hotel – ambos com café da manhã incluído em todas as tarifas.

Se não se importa de afastar um pousco, dê uma espiada no Hotel Casino Chaves, que fica dentro de um casino com jogos de mesa e 300 slot machines, restaurante com vista para as montanhas e 3 bares. O hotel fica a 5 minutos de carro do centro da cidade de Chaves.

Para os que buscam uma experiência imersiva naquilo que atrai as pessoas até Chaves a mais de 2000 anos, ou seja, as águas termais, sugerimos que desçam um pouco até Vidago, onde há um dos hotéis mais luxuosos do país desde 1910.

O Vidago Palace é um hotel de 5 estrelas que combina o estilo Belle Époque com luxos modernos, e conta com um spa, piscina e campo de golfe. Dentro do hotel há também 4 restaurantes, incluindo o elegante restaurante principal, o bar do spa e o bar e churrasco da piscina.

É possível escolher entre piscinas de interior e exterior, ou experimentar alguns tratamentos rejuvenescedores de beleza no spa. A hidroterapia utiliza águas minerais locais e óleos essenciais de plantas cultivadas nos jardins do Palace.


Onde comer em Chaves

Caso precise de sugestão de onde comer, procure a Taberna Benito e peça uma posta.

Ou vá a Adega Faustino, um restaurante bem típico.

E não deixe de provar um Pastel de chaves na Pastelaria Maria.


Fica aqui um vídeo aéreo da cidade feito pelo 360 Portugal:

Espero que esse conteúdo tenha te ajudado a planejar sua viagem. Se não quer perder tempo na fila das atrações, compre seu ingresso antecipado aqui.

Caso precise alugar um carro para sua viagem, veja aqui os buscadores por onde encontramos os melhores preços. Aqui tem também uma página secreta no Booking com hotéis com até 50% de desconto, vai que tem um pra sua viagem? Ou reserve pelo Hoteis.com e ganhe diárias gratuitas a cada dez. E não esqueça de fazer um seguro viagem pra não ter dor de cabeça.

Não esqueça da lista de bagagem e de comprar um chip de internet pra usar viajando.

Se tiver dúvidas, sugestões ou contribuições para compartilhar com outros viajantes, deixa nos comentários ai no final 🙂

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Clique aqui para receber grátis a cotação diária do Euro e Dólar

Já existem formas mais inteligentes e baratas que enviar pelo banco.

Envie dinheiro com segurança pela melhor taxa de câmbio do Brasil

Clique aqui pra fazer a sua simulação e use o cupom: 5CANTOS

Sobre mim

Olá, meu nome é Ingrid.
Sou Engenheira, Foodie e Escritora de viagem :)

Tenho uma curiosidade infinita pelas diferentes formas de viver, culturas, tradições e sabores.

Já passei por mais de 30 países e hoje sou nômade digital, trabalho de qualquer lugar do mundo, mas escolhi o Porto como lar.

Conecta-te comigo
Planeje sua Viagem
Descubra os buscadores que usamos para pagar mais barato e viajar mais
Grátis
Você também pode se interessar por esses artigos
Compartilhe esse artigo com seus amigos

É mais fácil planejar sua viagem com a ajuda do Cinco Cantos

Quando você usa os serviços que usamos e recomendamos, nós ganhamos uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso :)
Essa pequena comissão nos motiva a produzir cada vez mais conteúdos úteis para te ajudar

Autor desse artigo:

Deixe um comentário

Translate »