Quanto custa viajar pra Copenhagen – Dicas para gastar pouco

Veja o índice desse artigo

Quanto custa viajar pra Copenhagen – Dicas para gastar pouco

Dinamarca é o país mais caro da União Europeia e Copenhague é uma das cidades com os preços mais altos.

Pense em ‘viagens econômicas’ e Copenhague provavelmente não é o primeiro lugar que vem à mente.

Afinal, a reputação da capital dinamarquesa foi construída em restaurantes chiques e lojas de design, em vez de restaurantes acessíveis e lojas de segunda mão. Jantar fora é caro, e mesmo uma noite em um quarto de hotel bastante chato pode custar um braço e uma perna.

Por que Copenhague é tão caro? Bem, parte da culpa recai sobre os salários locais saudáveis ​​e os impostos altíssimos da Dinamarca.

Mas, apesar dos preços relativamente altos, você pode visitar Copenhague com um orçamento surpreendentemente pequeno. E sabe de uma coisa? Você pode se divertir muito enquanto faz isso.

Todo mundo diz que é uma viagem cara, mas há boas opções de hotel a bom custo e as passagens podem ser bem baratas se usar ryanair. A maioria das atrações são grátis e as que não são, possuem preços similares ao restante da Europa.

Ainda não sabe onde se hospedar em Copenhagen? Veja aqui onde ficamos (e amamos pelo preço e pelo lugar) e outros lugares que indicamos: Onde se hospedar em Copenhagen

Encontrando uma hospedagem com bom preço como encontramos, o que acaba encarecendo uma viagem para Copenhagen é a comida, que aí sim é um pouco mais caro que no restante da Europa. Mas isso não é motivo para cair nos fast-foods, principalmente pq eles tbm são caros 😅 Se quer comer mais barato, prove os cachorros quentes de rua que são baratinhos e típicos, e tente tbm lanches em outros lugares baratos como mercados ou outros “podroes” que recomendamos no blog 😜

Há uma grande e animada cena de mochileiros em Copenhague, e há um monte de atividades divertidas para desfrutar sem precisar abrir sua carteira. O melhor de tudo é que as opções para explorar a baixo custo continuam se expandindo o tempo todo.


Todos os pontos de interesse estão no nosso mapa de Copenhagen pra você usar até offline. Veja tudo que escrevemos sobre Copenhagen aqui.

Quanto custam as coisas em Copenhague 

Às vezes você só quer saber quanto custam as coisas. Esta tabela simples lhe dará uma ideia dos preços em Copenhague e o ajudará a gerenciar seu orçamento.

Custo aproximado
Noite em hostel (dormitório compartilhado)190 DKK
Quarto duplo em um albergue800 DKK
Refeição básica em um refeitório70 DKK
Entrada para o Museu Nacional da Dinamarca75 DKK
Cerveja de pressão em um bar60 DKK
Trem do Aeroporto de Copenhague-Copenhague36 DKK
Aluguel de bicicletas (um dia)80 DKK

Coloquei aqui alguns preços que vimos em 2022 para você conseguir ter base de valores:

Orçamento diário para Copenhague 

É difícil chegar a um valor exato de quanto você pode esperar gastar por dia em Copenhague.

Se você se focar nas comidas baratas e dormir em albergues (e não gastar quantias loucas em festas), você deve conseguir sobreviver com cerca de 450-500 DKK por dia. Você pode gastar ainda menos se fizer Couchsurf e preparar a maioria de suas refeições sozinho.

Se você quer um quarto de hotel privado e gosta de comer pelo menos algumas de suas refeições em restaurantes adequados, conte com gastar cerca de 800 DKK por pessoa por dia.

Comida e bebida

  • Garrafa de água: €1,50.
  • Café com leite: €4,50.
  • Salada de salmão: €18.
  • Prato principal e sobremesa: €25

Transporte

  • Bilhete simples de ônibus ou metrô: €4,80.
  • Passeio de barco pelos canais: €13,20.

Alojamento

  • Habitação dupla num hotel do centro: entre €90 e €130 por noite.

Nós pagamos 250€ para o casal em 4 noites em quarto exclusivo, veja aqui nossa lista de opções e onde ficamos.

Visitas turísticas

  • Ingresso da Galeria Nacional da Dinamarca: €13,30.
  • Excursão a Malmö: €77,30.
  • Subida à Torre da Prefeitura: €4.

Dicas para economizar em Copenhagen

Algumas dicas para economizar em sua viagem para Copenhagen e não falir.

Quando é mais barato visitar Copenhague

Não existe uma melhor época para viajantes com orçamento limitado visitarem Copenhague, mas vale a pena ter em mente que os preços das acomodações tendem a aumentar no período que antecede o Natal e durante a principal temporada de verão.

Uma preocupação muito maior é o clima: dependendo da época do ano que você escolher visitar, você pode ser abençoado com um sol glorioso, uma neve linda… ou muita chuva.

É possível conhecer Copenhagen no inverno se você não se incomoda muito com frio. Evite o período entre final de dezembro e inicio de janeiro, quando há muita neve e aí sim pode atrapalhar conhecer a cidade. Mas se for já pra final de fevereiro basta levar uma capa de chuva ou um guardachuvinha que tá resolvido. No Invernos os hotéis são mais baratos.

De um modo geral, os melhores meses para visitar Copenhague são junho, julho e agosto. Estes são os meses mais brilhantes e quentes e no auge do verão não é inédito que as temperaturas ultrapassem os 25°C.

Um grande benefício para os viajantes com orçamento limitado que visitam durante o verão é que há muito mais coisas para ver e fazer: eventos ao ar livre acontecem durante todo o verão (muitos deles gratuitos) e os parques da cidade também se destacam, oferecendo espaço para piqueniques baratos e cervejas.

Visite Copenhague durante o inverno e você pode esperar temperaturas baixas. A temperatura média diária em janeiro está um pouco acima do ponto de congelamento. A neve é ​​uma possibilidade, mas não acontece tanto quanto você imagina – e certamente com menos frequência do que no norte da Escandinávia.

As estações da primavera e do outono são boas para viajantes com orçamento limitado. O clima tende a ser um pouco ruim (planeje para o tempo chuvoso), mas muitas vezes você pode encontrar ofertas mais baratas em lugares para ficar.

Quanto tempo ficar em Copenhagen

Uma cidade encantadora como Copenhagen possui atrativos para uma vida, mas para conhecer os lugares turísticos ou ter uma noção de ocmo é Copenhagen, nós sugerimos no mínimo 2 dias.

Nós ficamos quase 5 dias por lá, mas caso não queira gastar muito, 2 dias inteiros são suficientes pra conhecer Copenhagen. Se quiser conhecer Malmö, adicione um dia.

O que fazer de graça em Copenhague 

Os passeios turísticos podem ter um enorme impacto no valor que você gasta em Copenhague e, infelizmente, alguns dos melhores museus e atrações começaram recentemente a cobrar taxas de entrada.

No entanto, ainda existem muitas coisas gratuitas para ver e fazer. Confira este guia super detalhado, que tem ideias para atividades gratuitas em Copenhague.


Cartões de desconto – vale a pena comprar? 

Como várias outras cidades nórdicas, Copenhague tem um cartão de desconto especial para turistas. 

A ideia é que você pague o cartão à vista e depois ganhe grandes descontos em algumas das principais atrações (ou entrada totalmente gratuita). 

Mas será que vale mesmo a pena comprar? Fizemos as contas e comparamos pra te contas: Clique aqui para ver se você vai economizar dinheiro.


Se deslocar gastando pouco

Transporte público não é caro, mas se quer economizar e de quebra conhecer cada cantinho da cidade, use os pés.

A cidade é pequena e os principais pontos são fáceis de fazer a pé. Nós andávamos mais de 20km por dia e nem percebíamos 😵‍💫 A cidade possui dimensões humanas e se você separar por zonas por dia, é super possível conhecer tudo andando.

Você também pode alugar uma bicicleta em uma das muitas lojas de bicicletas particulares espalhadas pela cidade. Uma boa opção barata é Baisikeli em Ingerslevsgade 80, que aluga bicicletas de segunda mão por cerca de 80 DKK por dia. Os rendimentos vão para projetos de desenvolvimento baseados em bicicletas na África.

Para viagens curtas de ida dentro da cidade, você pode embarcar em uma das bicicletas urbanas Bycyklen , que vêm equipadas com luzes, pedaladas assistidas por bateria e um sistema GPS a bordo para ajudá-lo a navegar entre as atrações. Os aluguéis são cobrados em torno de 30 DKK por hora.

Tenha em mente que o “transito” de bicicletas em Copenhagen não é tão fácil. Há toda uma sinalização entre eles, sinais são respeitados como se fossem automóveis e a ciclovia pode ser bem disputada.


Hospedagem econômica em Copenhague 

A acomodação quase certamente será seu maior custo em Copenhague. Mesmo em momentos de baixa temporada, os preços são surpreendentemente altos. Como um viajante com orçamento limitado, você deve reservar o mais cedo possível para garantir as melhores tarifas.

Copenhague tem uma das melhores cenas de hostels em toda a Escandinávia. Existem alguns lugares incríveis para se hospedar com orçamento limitado, e alguns albergues podem ser surpreendentemente bons.

Nós optamos por dormir em um HUB e foi uma das experiências em hostel mais legais que já tivemos!

Nós pagamos 250€ para o casal em 4 noites em quarto exclusivo, veja aqui nossa lista de opções e onde ficamos.

Veja aqui toda a seleção de hospedagens com melhores custo-benefício que fizemos.


Comidas baratas em Copenhague 

De cachorros-quentes a sanduíches abertos: não há escassez de comida deliciosa para se virar em Copenhague.

Alguns dos restaurantes mais caros da Escandinávia são encontrados na capital dinamarquesa, mas ainda é possível comer como um rei com um orçamento mais apertado, seja em food trucks, buffets all you can eat ou em um dos mercados ou refeitórios da cidade.

Nørrebro tem opções mais baratas de café e comida e a Rua Instadgade bem legal de bares e lanchonetes.

O preço médio de uma refeição em Copenhague varia dependendo do tipo de restaurante que você escolher, mas se você escolher com sabedoria, poderá comer um jantar decente com bebidas por cerca de 150 DKK. 

Se cansar de lanchinhos e quiser fazer uma refeição completa, tem uma rede de restaurantes chamada Dalle Valle, que serve buffet ‘all you can eat’ e que tem sempre cupons de desconto no app deles. Nós pagamos 129kr o casal pra comer a vontade no almoço, é o preço de um combo no fast food.

Busque pelos centros de comida como o mercado municipal. Não são baratos, mas são mais acessíveis.

Os principais mercados de Copenhagen, e onde achávamos mais opções de comida eram: Føtex Food, Aldi, Irma, Netto, Lidl e SuperBrugsen.

Este guia está repleto de recomendações de lugares baratos para comer em Copenhague.


Beber barato 

Se você vem da Suécia ou da Noruega, a atitude dinamarquesa em relação à bebida é uma surpresa – as coisas são muito mais liberais aqui e é perfeitamente normal ver pessoas tomando cervejas na hora do almoço no canal.

Também não há monopólio do álcool na Dinamarca, o que torna muito mais fácil conseguir bebidas baratas. Os frequentadores de albergues e outros viajantes com orçamento limitado tendem a se abastecer nos supermercados de Copenhague, que têm uma seleção decente de cervejas, vinhos e destilados. Às vezes, eles fazem ofertas especiais. Experimente uma das filiais da rede de supermercados Netto no centro da cidade (há uma na Landemærket 11, a cinco minutos a pé ao norte de Strøget).

Bares, por outro lado, tendem a ser bastante caros para os padrões europeus. Você pode esperar pagar cerca de 60 DKK por um copo de cerveja de 50cl em um bar – ou mais se você for a uma boate ou a um coquetel chique. Uma taça de vinho da casa geralmente custa de 70 a 80 DKK.

Veja aqui nossa lista de lugares para beber sem falir na capital dinamarquesa.


Sobre dinheiro e Câmbio

A moeda usada na Dinamarca é a coroa dinamarquesa, que só é usada lá, e isso significa que você terá que fazer câmbio de dinheiro.

Nós fizemos vários testes para saber qual seria a forma mais barata de fazer os pagamentos. Levamos um cartão do Eurobic, um do Activo, um do Revolut e também trocamos o dinheiro em espécie.

Se tiver cartão em euro, sai mais barato passar o cartão do que trocar o dinheiro em espécie.

A forma mais barata foi com o cartão da Revolut. Não precisa converter a moeda por dentro do app, basta usar o cartão direto e pronto, o valor será convertido sem taxas de selo ou outros custos.

Quase todos os lugares aceitam cartão, mas houve apenas uma barraquinha de cachorro quenet que só aceitava dinheiro e tivemos que sacar.

Definitivamente, evite as casas de câmbio que possuem taxas fixas altíssimas, nós testamos e pagamos 6€ só de taxa de troca além do câmbio ruim que eles anunciam.


Bate Volta em Malmo

Além da experiência de passar pela Ponte, a visita em Malmö vale muito a pena pois a cidade é bem fofinha.

Saindo da Dinamarca a gente acha que não tem como um lugar ser mais limpo e organizado até chegar na Suécia. Além de tudo, é mais barata pra comer, aproveite pra provar lá os doces (Samla) e o waffle de stick caso te apeteça, porque me recusei a pagar mais de R$50 em um stick no Rajissimo que é super recomendado no Nyhavn.

Em Malmö tem uma loja de conveniência chamada pressbyran bem na rua principal que comemos cachorro quente e tomamos café com leite bem baratinho e gostoso.

Se for pra Malmö e estiver em duas pessoas, quando for comprar o bilhete peça o família, sai mais barato que comprar 2 adultos. Sugiro que vá direto no balcão com atendente no fim da estação central de Copenhagen, pois a máquina não aceitou nossos cartões, mas apareceu no extrato mesmo assim e depois tivemos que ir ao balcão resolver. Nós concluímos que os trens que vão pra Malmö são os que tem C no final, mas confirme quando comprar.

De trem demora 35 minutos e custa uns €13, costuma sair de meia em meia hora. Mas se quiser gastar menos, opte por ir de ônibus, que custa de €5 e €10 e a duração do trajeto é de aproximadamente uma hora.

Indo embora de Malmö, passe no mercado Coop que fica dentro da estação, e aproveite pra levar o jantar ou o lanche da viagem. O melhor sanduíche de mercado que provamos foi ali, pegamos na geladeira um recheado com camarão maravilhoso, e também um salgado folhado em formado de trança enrolada. Os preços são muito melhores que em Copenhagen.


Água

Muita gente me escreveu falando do preço da água, que foi a mais cara que já pagou na vida, e sim, água engarrafada é cara mesmo.

Não se engane com o preço na etiqueta, você ainda pagará um fixo pela embalagem (pant) que não está incluso no preço mostrado. Embalagem vale ouro na Dinamarca e é por isso que as lixeiras públicas tem até um espaço específico para colocá-las e assim facilitar o trabalho dos catadores de latinha e garrafa.

Mas o que muitos não te contam é que a Escandinávia possui uma das mais limpas e puras águas de torneira do mundo, sendo, inclusive, até premiada. É possível que sua hospedagem disponibilize água gratuitamente, a nossa deixava água saborizada no Lounge.

Não gaste coroas dinamarquesas à toa! Beba tap water (água da torneira) sem medo de ser feliz!


Café

Já sobre o café, testamos algumas cafeterias e concluímos que café estilo starbucks é caro mesmo. Como era inverno, acabamos pegando um copão do maior que tinha pra dividir pra nós dois e aproveitávamos um tempinho sentados pra descansar as pernas e carregar os telefones nas tomadas do café. O que a maioria faz é isso, passar o dia todo em um café fazendo reuniões e trabalhando.

Tem uma rede de cafeteria tipo starbucks lá, que se chama Expresso House, tem em todo lugar. Nessa nós pagamos 36kr em um americano grande, isso equivale a 4,84€ – em Portugal um café desse 3,20€, que já é um preço acima do padrão quando comparado aos cafés de rua, que cobram em média 1€ em um café.

O café me um Mc’Donalds e no Burger King já ficava em torno de 10kr, que equivalem a uns 1,34€ que ok, apesar do café não ser dos melhores.

No trailer de café em frente a pequena sereia nós pagamos 20kr no café, que equivale a 2,7€. Era um copo pequeno, igual do Burger King.

Nos mercados costuma ter um balcão só pra café rápido também, achamos no Netto por 16kr o café grande, que equivale a 2,15€.


Ainda não sabe onde se hospedar em Copenhagen?

Veja aqui onde ficamos (e amamos pelo preço e pelo lugar) e outros lugares que indicamos: Onde se hospedar em Copenhagen

Pegar o IVA de volta

O imposto de IVA na Dinamarca é de 25%. Se você não for cidadão da União Europeia, não esqueça de pedir o Tax Free na hora de fazer compras. Assim, você recupera parte dos impostos na alfândega no aeroporto de Copenhage. Depois de voltar, fiquei me perguntanso se apresentando o passsaporte brasileiro eu pegava algo de volta, até que me lembrei que não comprei nada além de comida kkk


Todos os pontos de interesse estão no nosso mapa de Copenhagen pra você usar até offline:


Espero que esse conteúdo tenha te ajudado a planejar sua viagem. Se não quer perder tempo na fila das atrações, compre seu ingresso antecipado aqui.

Caso precise alugar um carro para sua viagem, veja aqui os buscadores por onde encontramos os melhores preços. Aqui tem também uma página secreta no Booking com hotéis com até 50% de desconto, vai que tem um pra sua viagem? Ou reserve pelo Hoteis.com e ganhe diárias gratuitas a cada dez. E não esqueça de fazer um seguro viagem, que além de obrigatório pra muitos países, pode te livrar de uma baita dor de cabeça e evitar que sua viagem se torne um pesadelo.

Não esqueça de verificar se não esqueceu de empacotar nada com a nossa lista de bagagem e de comprar um chip de internet pra usar viajando.

Se tiver dúvidas, sugestões ou contribuições para compartilhar com outros viajantes, deixa nos comentários ai no final 🙂

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Clique aqui para receber grátis a cotação diária do Euro e Dólar

Já existem formas mais inteligentes e baratas que enviar pelo banco.

Envie dinheiro com segurança pela melhor taxa de câmbio do Brasil

Clique aqui pra fazer a sua simulação e use o cupom: 5CANTOS

Sobre mim
Author picture

Olá, meu nome é Ingrid.
Sou Engenheira, Foodie e Escritora de viagem :)

Tenho uma curiosidade infinita pelas diferentes formas de viver, culturas, tradições e sabores.

Já passei por mais de 30 países e hoje sou nômade digital, trabalho de qualquer lugar do mundo, mas escolhi o Porto como lar.

Conecta-te comigo
Planeje sua Viagem
Descubra os buscadores que usamos para pagar mais barato e viajar mais
Grátis
Compartilhe esse artigo com seus amigos

É mais fácil planejar sua viagem com a ajuda do Cinco Cantos

Quando você usa os serviços que usamos e recomendamos, nós ganhamos uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso :)
Essa pequena comissão nos motiva a produzir cada vez mais conteúdos úteis para te ajudar

Autor desse artigo:

Deixe um comentário

Translate »