Belize: Great Blue Hole – um dos mistérios mais lindos do mundo

Há um ponto no oceano que parece um portal para outro mundo.
Great Blue Hole, a cerca de 70 km ao largo do continente de Belize, é um sumidouro gigante perto do centro de Lighthouse Reef.
O círculo gigantesco, com cerca de 318 metros de diâmetro e 124 meetros de profundidade, foi formado após uma série de eventos glaciais, quando os níveis do mar eram muito mais baixos do que são hoje.
O lugar ficou famoso por Jacques Cousteau, que mapeou a profundidade do buraco. Ele declarou que é um dos cinco principais locais de mergulho do mundo. Todos os anos, os mergulhadores migram para os recifes para explorar suas águas cristalinas e descobrir as muitas variedades de peixes tropicais e vida marinha que vivem lá, incluindo o tubarão-recife do Caribe. Passeios de um dia para o buraco são atrações populares para turistas em Belize.

O Lighthouse Reef é um dos únicos quatro verdadeiros atóis* de coral no hemisfério ocidental, três dos quais situados ao largo da costa de Belize.
* Ilha oceânica em forma de anel com estrutura coralínea e de outros invertebrados, constituindo em seu interior uma lagoa, sem nenhuma aparente conexão com as rochas da Crosta.

No entanto, o Great Blue Hole não é um mergulho fácil, e mergulhadores sem experiência não devem tentar. O buraco em si é muito escuro e é um empate para os mergulhadores que querem ter um vislumbre das antigas estalactites da área, em vez de plantas e animais coloridos.
O buraco também faz parte do Sistema de Reserva da Barreira de Corais de Belize, que foi declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO devido ao seu significado científico e histórico.
Se você é um mergulhador experiente, as profundezas escuras são uma visão impressionante de se ver, e o recife ao redor é uma maravilha natural. E não se preocupe, você não vai cair em um universo paralelo – embora certamente pareça.

Deixe um comentário