Santiago de Compostela – Dicas práticas

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on twitter
Share on pinterest

Veja o índice desse artigo

Santiago de Compostela é o destino final de todos que percorrem o Caminho de Santiago, mas ela também recebe muitos visitantes que vão para passar um dia ou mais, mesmo que não tenham feito o caminho. A cidade é fofa, cheia de história e merece ser conhecida caso sua viagem passe por perto.

Como chegar em Santiago de Compostela

Depende de onde você vem.

Aeroporto: Essa é a opção pra quem vem de longe. O aeroporto é o Lavacolla e fica a pouco mais de 10km de distancia da cidade. De taxi para o centro custa uma média de 20€, ou 3€ de ônibus.

Carro: Se você estiver no norte de Portugal ou na Galícia, ir de carro pode ser a melhor opção. Todas as vezes que eu fui, foi assim. Te traz mais flexibilidade e te permite conhecer cidades no caminho como Pontevedra, Tui, e outras. Do Porto até lá demora umas 3h, mas sugerimos que parem em Tui pra abastecer, conhecer a cidade e comer. Clique aqui pra ver os alugueis de carro mais baratos com a Rentcars e com a RentalCars.

Transporte Público: De Porto à Santiago demora umas 4h de autocarro (ônibus) e custa a partir de 15 euros. Você pode usar o Rome2Rio pra consultar os melhores horários e empresas que fazem o trajeto. A Rede Expressos, a Alsa e a FlixBus fazem esse trajeto. Você também pode ir de trem, saindo da estação de Campanhã e trocando de comboio em Vigo.

Como se deslocar em Santiago de Compostela

Já te adianto que você terá que fazer tudo à pé. Não há passagem de carro no centro histórico de Santiago. As ruas são muito estreitas e estão sempre cheias de pedestres, então a única alternativa pra conhecer tudo no centro histórico é à pé. Caso queira conhecer mais lugares como o campus universitários e pontos mais afastados, aí sim é possível pedir um Uber ou ir de carro.

Onde estacionar em Santiago de Compostela

Se você vai de carro, meu conselho é que estacione em algum estacionamento subterrâneo ou pare em alguma zona permitida de estacionamento. A cidade tem um app de estacionamento que funciona bem. Expliquei melhor aqui nesse post as melhores regiões, valores e outras informações.

Quanto tempo preciso para conhecer Santiago de Compostela

Muita gente faz bate-volta em Santiago e passa apenas um dia por lá. Com um dia você verá os pontos principais, como a Catedral e andar pelas ruelas. Se você conseguir dois ou três dias, já será possível conhecer os pontos com mais calma e conhecer mais abrangentemente a cidade, pois saindo do centrinho histórico há sítios interessantes a conhecer. Veja os principais no mapa à seguir.

O que fazer em Santiago de Compostela

Esse já é um tópico que merece um post só pra ele, por isso fizemos um post dobre o que fazer em Santiago, clique aqui pra ver.

Onde ficar em Santiago de Compostela

Se você for de carro, busque por lugares que tem vaga de estacionamento. Se você não ligar de deixar o carro na rua ou em algum estacionamento fechado, busque então no centro histórico. Nós ficamos na rua da República de El Salvados da última vez que fomos, e ali já encontramos valores atrativos. Veja aqui também todos os hotéis disponíveis que ficam próximos o suficiente para ir sempre andando pra cidade, sem esforço.

Veja aqui todas as opções de hospedagem em Santiago de Compostela

Infomações básicas sobre o Caminho de Santiago

Já que você vai conhecer aquela que é a cidade mais importante pra todos que percorrem o caminho, o mínimo é você saber um pouquinho que seja sobre o caminho de Santiago, então vamos te passar algumas informações relevantes.

  1. Os Caminhos de Santiago são os percursos que partem de vários lugares em direção a Santiago de Compostela. São percorridos desde o século IX para venerar as relíquias do apóstolo Santiago Maior, que crêem que esteja na Catedral de Santiago.
  2. Alguns anos após a crucificação de Jesus, São Tiago foi até a Península Ibérica para falar das boas novas do Evangelho por toda Galícia.
  3. Existem mais de 100 caminhos oficiais de Santiago. O Caminho Francês é o mais popular, ele começa nos Pirineus e passa por Navarra, La Rioja, Aragão, Leão e Castela e Galícia. Assim como todos, nenhum caminho pode se denominar exclusivamente como O Caminho de Santiago, mas em 1993 a Unesco concedeu o título de mais transitado ao Francês. O caminho português é muito famoso também.
  4. Existem vários caminhos pois desde a descoberta do suposto sepulcro de São Tiago, cada peregrino fez seu próprio caminho. Algumas rotas sobreviveram e se tornaram importantes por segurança e estrutura no percurso, mas na verdade, o Caminho de Santiago começa na porta da sua casa.
  5. A peregrinação ficou esquecida por vários anos e só voltou a ser popular em 1980, porém grande parte das pessoas não a faz por motivos religiosos. A peregrinação se tornou para muitos, um desafio com objetivo espiritual, cultural e pscicologico.
  6. Os meses de Maio, Junho, Setembro e Outubro são os que mais há peregrinos.
  7. O Caminho de Santiago é sinalizado com setas amarelas e conchas, elas são pintadas nos mais diversos lugares. Preste atenção em Portugal e em cidade próximas, você verá várias delas. Essa forma de sinalização foi criadas entre 1950 e 1980 para direcionar quem fazia o Caminho sem mapa.
  8. Quem percorre os últimos 100km a pé (ou à cavalo) ou 200km de bicicleta, está apto a receber o certificado de peregrinação, chamado de Compostelana ou Compostela. Ele é concedido pela Igreja Católica apenas para quem fez a peregrinação por motivos religiosos. Quem não fez por motivos religiosos pode solicitar o certificado de visita à cidade de Compostela, que é uma espécie de certificado de peregrinação civil.
  9. O caminho costuma passar por pontos religiosamente e culturalmente relevantes.
  10. Santiago de Compostela é o terceiro mais importante centro de peregrinação cristã do mundo, sendo vencido apenas por Jerusalém e Roma.
  11. Acredita-se que quem percorre o caminho, tem seus pecados perdoados.
  12. Foi declarado Primeiro Itinerário Cultural Europeu em 1987 e Património da Humanidade (na Espanha em 1993 e na França em 1998).
  13. O caminho fez surgir várias hospedagens e comercios que existem em função dele. O vilarejo Foncebadón, em León, se transformou de um vilarejo abandonado a uma cidade de parada de peregrinos. As construções foram restauradas e agora surgiram novos estabelecimentos que ajudam na subsistencia dos que ali vivem.
  14. Dentro da catedral há um incensário (Botafumeiro) que simboliza a purificação espiritual.
  15. Dentro da Catedral há também uma estátua de São Tiago, que fica sobre a cripta com suas relíquias, no maior altar da Catedral. Os antigos rituais jajacobeus criaram a tradição de abraçar ao apóstolo, que traria aproximação com o apóstolo. Essa tradição é repetida pelos peregrinos desde 1211.
  16. Um dos símbolos do caminho é a cruz de Santiago. Acredita-se que a origem seja das cruzadas, pois os cavaleiros usavam cruzes afiadas para fixa-las no chão e fazer as orações. A espada também relembra a decapitação de São Tiago, que foi morto como mártir.
  17. Outro símbolo mais popular ainda é a concha. Existem várias lendas para explicar o surgimento desse símbolo, mas atualmente já virou um amuleto e identificador para os peregrinos. Há vários outros símbolos, como o bastão, a cabaça, o botafumeiro e outros, veja todos aqui.
  18. Os anos Compostelanos são os que o dia 25 de julho cai em um domingo. Nesses anos o número de peregrinos é maior, pois acredita-se que quem faz o caminho, ora e comunga nesses anos recebe indulgência completa de seus pecados.
  19. Existem albergues públicos e privados durante o caminho. Todos são pagos e não costumam ser baratos.

Espero que essas informações ajudem na sua viagem e conhecimento do lugar.

Boa Viagem!

Planeje sua viagem conosco

Sobre mim

Olá, meu nome é Ingrid.
Sou Engenheira, Foodie e Escritora de viagem :)

Tenho uma curiosidade infinita pelas diferentes formas de viver, culturas, tradições e sabores.

Já passei por mais de 30 países e hoje sou nômade digital, trabalho de qualquer lugar do mundo, mas escolhi o Porto como lar.

Conecta-te comigo
Planeje sua Viagem
Descubra os buscadores que usamos para pagar mais barato e viajar mais
Grátis

Autor desse artigo:

Compartilhe esse artigo com seus amigos
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Você também pode se interessar por esses artigos

Deixe um comentário

Que tal um 'até logo'?
Receba nossas dicas por email