Tanzânia: O que fazer
África Tanzânia Todos (África) Tips Trips

Tanzânia: O que fazer

Reunir em um só lugar praias paradisíacas, natureza exuberante, montanhas cobertas de neve e os melhores safaris do mundo é um privilégio que só a Tanzânia tem.

Localizada na África Oriental, o país faz fronteira com o Quênia e Uganda ao norte, a leste pelo Oceano Índico, ao sul por Moçambique, Malauí e Zâmbia e a oeste pela República Democrática do Congo, Burundi e por Ruanda.

Uma viagem à Tanzânia com certeza será inesquecível. O país é cheio de belezas naturais e passeios culturais, seja explorando os Parques Nacionais, as praias paradisíacas na Ilha de Zanzibar ou subindo o Monte Kilimanjaro, o pico mais alto da África, todos eles vão te surpreender.

O que fazer em cada lugar:

Arusha

  • Fazer um passeio em Arusha para conhecer a cultura da população local. A cidade é base para os safáris e mais próxima do Kilimanjaro.
  • Visitar o Museu de História Natural em Arusha.
  • Explorar alguns dos Parques Nacionais.
  • Fazer um Safári pelo Serengueti, o parque que abriga mais de 35 espécies de grandes mamíferos além de mais de 500 espécies de pássaros.
  • Explorar a cratera de Ngorongoro, uma das maiores atrações da Tanzânia. A cratera vulcânica com 18 quilômetros de diâmetro que abriga milhares de animais selvagens.
  • Fazer um Safari no Tarangire e almoçar cercado por elefantes.
  • Conhecer uma tribo Masai, dançar com eles e aprender seus costumes.
  • Se hospedar em um Lodge no meio da mata e dormir ao som selvagem da natureza.

Zanzibar

  • Conhecer a paradisíaca ilha de Zanzibar.
  • Explorar Stone Town, a capital ilha de Zanzibar que é Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO.
  • Desfrutar das praias paradisíacas repletas de palmeiras, coqueirais, bananeiras, mangueiras, pimenteiros.
  • Mergulhar na impressionante barreira de corais do Oceano Índico que possui uma profundidade de 10 a 12 metros de águas cristalinas que revelam recifes com as mais variadas formas e centenas de habitantes.
  • Visitar a Reserva Jozani, a floresta dos macacos que fica no Zanzibar. Lar do macaco vermelho Colobus de Zanzibar, só encontrado no local. É um dos mais dóceis e curiosos primatas da África.
  • Ir ao Santuário das Tartarugas em Aldabra, na paradisíaca ilha de Zanzibar. As tartarugas gigantes ameaçadas de extinção que vieram da Ilha Seycheles como presente de um sultão para o governo de Zanzibar.
  • Fazer o Spice Tour, o passeio para conhecer os principais temperos e pimentas utilizados na culinária local.
  • Contemplar a Catedral católica em Zanzibar.
  • Fazer o Dhow Cruising, um passeio nos dhows, uma espécie de barco de madeira tradicional.
  • Visitar a Ilha de Tumatu, que guarda ruínas de uma mesquita do século XIV e casas feitas de pedra no século XII. Para visitá-la, é necessária uma permissão que pode ser solicitada com as agências de turismo.
  • Fazer um passeio pelas Ruínas de Zanzibar, e ver o que sobrou de diversos palácios construídos pelos sultões, como por exemplo, o Maruhubi Palace Ruins, Dunga Ruins e Mtoni Palace Ruins.
  • Visitar o Sultan Palace Museum que serviu de residência oficial dos sultões em Zanzibar.
  • Conhecer o Peace Memorial Museum, que conta a história de Zanzibar, com relatos da época da escravidão, o local abriga também um pequeno museu de história natural.

Dar es Salaam

  • Ver os poucos arranha-céus da cidade de Dar es Salaam.
  • Conhecer o Parque Mnazi Mjoja em Dar es Salaam, o parque fica repleto de nativos que dançam e cantam o tempo todo, além de bruxos das tribos que vendem remédios contra qualquer doença.
  • Visitar o Museu Nacional em Dar es Salaam que abriga restos arqueológicos e roupas e instrumentos musicais de diversas tribos.
  • Visitar a Nyumba Ya Sanaa, a Casa da Arte, onde se produzem esculturas, pinturas, instrumentos musicais e roupas típicas de Tanzânia.
  • Contemplar o estilo árabe e africano da Casa do Estado, a residência do presidente em Dar es Salaam.
  • Visitar a Galeria Karibu, em Bagamoyo Road, para comprar ou apreciar artesanato tanzaniano.
  • Ir ao sitio arqueológico Garganta de Olduvai, conhecido como o Berço da Humanidade.

Kilimanjaro

  • Explorar as três zonas do Parque Nacional da Cráter Ngurdoto Arusha: o Cráter Ngurdoto, os Lagos Momela e o Monte Meru um vulcão inativo de 4.566 metros de altitude.
  • Conhecer o Parque Nacional Do Kilimanjaro, Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.
  • Subir ou contemplar o Kilimanjaro, o ponto mais alto da África com seus quase 6 mil metros de altura.
  • Passar por Moshi, cidade que é muito utilizada por quem vai subir o Kilimanjaro.

Proximidades

  • Ir de barco até Mombasa, capital do Quênia.
  • Percorrer as pequenas aldeias para ver a mistura dos costumes africanos, asiáticos e tribais.
  • Conhecer a cidade de Bagamoyo, local de sepultamento do Livingstone antes de ser trasladado à Abadia de Westminster na Grã Bretanha.

Mwanza

  • Visitar o Porto de Mwanza o mais importante do Lago Vitoria.
  • Visitar o Sukuma Museu, também conhecido o Bujora Museu em Mwanza
  • Visitar o povoado da Tribo Wasukuma em Mwanza.
  • Em Bukoba fazer um passeio de barco pelo lago até Mwanza.

Mafia

  • Conhecer a colorida Kilindoni, a pequena capital da ilha de Mafia.
  • Conhecer as praias paradisíacas de águas transparentes da Ilha de Mafia.

Deixe um comentário ou pergunta