Portugal Trips

15 castelos em Portugal para adicionar à sua Bucket List

Seria possível planejar uma viagem pra Terrinha só pra conhecer esses castelos. Todos são cheios de histórias e mistérios e com certeza aguçarão o fotógrafo dentro de você.

Há os já conhecidos, como o Palácio da Pena, que os viajantes lotam ano após ano. Mas há muitos outros que não fazem parte dos roteiros basicões de Portugal.

Sugerimos um itinerário que conheça todos desta lista. Assim, não só você terá conhecido um pouco de todo o país, como terá feito uma imersão na história e na arquitetura das fortalezas do passado.

Castelo de Almourol

Localizado nas margens do rio Tejo, no centro de Portugal, o Castelo de Almourol foi uma vez uma base militar para os Templários. Embora os historiadores não tenham certeza exatamente quando este castelo medieval foi construído, eles sabem que data de pelo menos 1129. Depois que os Templários se dissolveram no século 14, o castelo foi deixado para coletar poeira. Foi revitalizado no século 19 e continua a ser um local importante para eventos e itinerários de viagem.

Castelo de Marvão

Você pode encontrar o Castelo de Marvão na fronteira central de Portugal e Espanha. O castelo pode ser visto por kilometros, graças a sua construção em um dos pontos mais altos da Serra de São Mamede. A crista circundante era a defesa natural perfeita contra os inimigos quando este castelo estava em seu auge no século 12 – a localização era usada principalmente para rastrear forças inimigas de Valência de Alcántra na Espanha. Hoje, você pode caminhar pelas paredes incrivelmente preservadas e ter vistas panorâmicas de dois países impressionantes.

Castelo de Guimarães

Localizado na região noroeste de Portugal, o Castelo de Guimarães é o lugar onde foi planejado o futuro do país. O castelo foi construído em 968 por ordem de Mumadona, condessa de Galacia, para que os cidadãos tivessem um lugar de refúgio contra ataques de Vikings que viajavam a Europa. Este castelo é também um dos projetos pioneiros aos que você vê agora espalhados por todo o país – a parede defensiva com uma torre em cada esquina. Alfonso VI de León promoveu o Castelo de Guimarães para incluir tal design, o que se mostrou frutífero dado o número de batalhas ocorridas no castelo nos próximos anos.

Castelo de São Jorge

Este castelo mourisco tem vista para Lisboa e os rios do Tejo – duas regiões importantes da história medieval do país. Esta localização serviu como uma fortaleza no século 11, principalmente como um lugar seguro para os administradores da cidade que viviam na cidadela (você ainda pode ver as casas dessas pessoas no sítio arqueológico próximo). O castelo tem sobrevivido a muitas transições culturais e um terremoto desde a sua fundação, e agora é um destino turístico popular.

Castelo dos Mouros

É quase impossível andar em Sintra sem detectar uma ruína ou um castelo de algum tipo. A área montanhosa é vista com palácios reais e castelos, um dos quais é o Castelo dos Mouros. Construídos no século 10, essas ruínas se estendem por cumes montanhosos, proporcionando vistas deslumbrantes sobre as cidades abaixo. O Lonely Planet compartilha que a melhor maneira de acessar este castelo (isto é, se você está procurando uma caminhada temperamental com vistas) é ao longo da Rua Marechal Saldanha, ao contrário da estrada principal mais fácil de encontrar.

Castelo de Alcoutim

Dirija-se à cidade sudeste do Algarve para encontrar este castelo medieval. Construído no século 13, este castelo tem elementos de dois estilos diferentes de arquitetura: castelos medievais e fortes medievais. Você encontrará uma antiga parede protetora acompanhada de baterias de artilharia modernas na mesma cena.

Castelo de Óbidos

Este castelo é mais conhecido por seu papel como presente de casamento do rei Dinis para sua noiva dona Isabel. É considerado um castelo muito “feminino” e agora é possível até dormir nas torres, já que há um hotel boutique (clique aqui para ver valor de hospedagem lá). O castelo é um tesouro de design medieval, até o design da escada com economia de espaço. Hoje, cada quarto tem um código QR na entrada, onde você pode aprender mais sobre os governantes passados ​​da região.

O Palácio Nacional da Pena

Não é surpresa que Hans Christian Andersen tenha sido inspirado por Sintra, e mais especificamente pelo Palácio da Pena, ao escrever suas histórias famosas. O palácio é visível de qualquer lugar do parque, e suas cores vibrantes definem a cena perfeita do romantismo. O palácio está ao redor de um parque exuberante, e ficar um pouco perdido no seu caminho para Pena é altamente recomendado.

Castelo de Porto de Mós

Você encontrará este castelo na costa ocidental de Portugal. A origem específica deste castelo não foi nomeada, mas os arqueólogos acreditam que a região poderia pré-datar a história, com os fragmentos de cerâmica que encontraram na área. Moedas romanas também foram descobertas nas proximidades, o que significa que isso muito bem poderia ser uma aldeia de defesa durante a ocupação romana. Este castelo foi fundamental para proteger as cidades vizinhas de Leiria e Coimbra durante o reinado de D. Afonso Henriques.

Castelo de Santa Maria da Feira

A lenda diz que este castelo foi construído em cima de um templo que, ao mesmo tempo, foi dedicado a uma divindade local com o nome de Bandeve-Lugo Toiraeco. A guarda do castelo é a maior do país e há também um raro “buraco de assassinato” – gaps que serviram como áreas para derrubar objetos (óleo quente, água fervente, rochas) em inimigos no local, que foi construído por Rui, filho de Fernão Pereira.

Castelo de Viana do Alentejo

Na região do Alentejo, o Castelo de Viana do Alentejo abriga uma linda igreja construída no estilo mudéjar-manuelino dentro de seus muros. O próprio castelo foi construído em estilo gótico no século V, com colunas e colunas elevadas. Entre, você ficará deslumbrado com os azulejos do século XVII que adornam todas as paredes ao seu redor.

Torre de Belém

Esta torre de lavagem branca está localizada no porto de Lisboa, uma vez usada como uma fortaleza que guarda a entrada da capital de Portugal. O interior e o exterior da torre, com motivos de pedra, comumente vistos em outros castelos construídos em estilo manuelino.

Castelo de Tomar

Construído por Gualdim Pais – o Mestre dos Cavaleiros Templários – em 1160, este castelo tem vista para a cidade central de Tomar e o rio Nabão. O castelo serviu de habitação para a Ordem dos Templários até que foi dissolvido no século XIV. Mas a parte mais bonita do castelo não é necessariamente parte do castelo. Lá dentro você encontrará o Convento de Cristo – um antigo convento e mosteiro católico romano que agora é Patrimônio Mundial da UNESCO.

Castelo do Sabugal

A forma incomparável da torre Pentagonal deste castelo o separou de outros na região. O Castelo do Sabugal era originalmente uma fortaleza militar, mas também era uma prisão. O prisioneiro mais famoso foi Brás Garcia de Mascarenhas, conhecido por seu poema ‘Viriato Trágico’.

Castelo do Dona Chica

“Este castelo é anos mais novo do que alguns desta lista, com sua construção que remonta a 1915. Originalmente foi criado pelo arquiteto suíço Ernesto Korrodi para João José Ferreira Rego, casado com Francisca Peixoto Rego na época. O nome do castelo vem dessa parceria – a forma pequena de sua esposa deu o nome de “Chica”. A área circundante do castelo era exuberante com espécies de plantas do Brasil, que Francisca Peixoto Rego importou ativamente em todo o país. Em 2017 o castelo encontrava-se fechado pra visitação, porém à venda ao preço de € 1.250.000,00 – uma bagatela, quer comprar?

Esquecemos de algum? E você, já conheceu quantos?

Deixe um comentário ou pergunta